* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, novembro 30, 2008

velhas palavras, novos sentidos.

“REACIONÁRIO, FASCISTA ou NEOLIBERAL” = Alguém que defende valores morais e democráticos, tais como liberdade individual e propriedade privada, por exemplo.

"LUTA DE CLASSES" = Termo amplo que pode significar desde a usurpação de bens privados até o genocídio. Justificativa pra um marginal estuprar durante 4 dias uma menina de origem hebraica e depois matá-la com requintes de crueldade.

"IMPERIALISTA" = Investidor estrangeiro que gera empregos no país no qual ele aplica seu capital.

"IMPERIALISMO ESTADUNIDENSE": Incrível dor de cotovelo de um país com tanta gente cheia da grana, que vive e come o que quiser. Onde domésticas comem em restaurantes chiques e é possível comprar um carro 0 km por R$80,00 dólares mensais.

"DEMOCRACIA BURGUESA" = A democracia.

"DEMOCRACIA SOCIALISTA" = Ditadura no molde castrista ou stalinista.

"JUSTIÇA SOCIAL" = Injustiça socialista. Ex: desapropriação

"TERRORISMO DE ESTADO DE ISRAEL" = A guerra convencional e legítima de Israel contra grupos como o Hezbollah ou Hamas, estes sim, terroristas

."MOVIMENTOS SOCIAIS" = Grupos organizados que pregam desde privilégios ou até mesmo, terrorismo. (MST, MLST, FARCs e PCC)

"LATIFUNDIÁRIO" = O agricultor ou pecuarista que produz alimentos de uma forma infinitamente mais eficaz e rápida do que na agricultura familiar, e com um custo final menor para o consumidor.

"ELITE INTELECTUAL FORMADORA DE OPINIÃO" = Pessoas com exposição na mídia que só falam bobagens marxistas

."PASTORAL DA TERRA" = Padrecos vermelhos da condenada e herética ‘’teologia da libertação’’ que têm a cara de pau de dizer que são cristãos.

"A CULPA É DO BUSH" = A culpa é nossa mesmo.

"JOVEM, O AGENTE DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL" = Estudante de universidade pública federal, membro do DCE, militante do PT, PSOL ou PSTU e que usa camisa do Che Guevara, boina com um bottom de estrela vermelha (ou foice e martelo), vagabundo, sujo, vândalo e quase sempre maconheiro.

"ELITE ECONÔMICA DO PAÍS": Pagadores de impostos, pessoas que trabalharam e prosperaram mesmo estando num país tão adverso quanto o nosso.

"SER EXPLORADO PELO SISTEMA"= sair para trabalhar como todo cidadão decente.

“PÁTRIA LIVRE” = País cuja população é governada por ditaduras totalitárias sempre de cunho fascista ou socialista.

"HOMEM DE LUTA" = Facínora que rouba, tortura, mata e provoca desordem social. Tudo pela causa.

“IMPRENSA GOLPISTA OU MANIPULADORA” = Imprensa livre.

"IMPRENSA DEMOCRÁTICA" = Imprensa controlada pelo governo e pelo partidão.

“SOBERANIA” = Liberdade e independência para o estado perseguir, expropriar, dominar, torturar e matar aqueles que o opuser
.
"POVO" = Membros do partidão

"VÍTIMA DA DESIGUALDADE SOCIAL" = Bandidos de toda espécie (assassinos, estupradores, assaltantes, etc...).

"DIREITOS HUMANOS" – Simpatia por bandidos.

"PRECONCEITO" = Discordar da esquerda

"REVOLUÇÃO" = Quando um esquerdista chega ao poder
.
"GOLPE" = Quando um esquerdista SAI do poder
.
''RESPONSABILIDADE SOCIAL'' = Conversinha fiada que permite ao Estado obrigar as firmas a cuidarem das creches e quejandos, enquanto se dedica exclusivamente a envenenar os espíritos e colher impostos da árvore de discórdia que ele mesmo plantou, diretamente ou via ongs.

''MINORIAS'' = Palavra jamais desacompanhada do adjetivo “excluídas”, autêntica matéria prima dos movimentos revolucionários que descobriram que um homossexual enragé é mais útil ao Estado do que um homossexual normal, que só é útil para ele mesmo.

''COTAS'' = Forma simulada de racismo pra chamar negros de incompetentes

.''ÉTICA'' = Palavra usada freqüentemente por todos aqueles que, acusando os outros, pretendem esconder sua própria infâmia. Não é surpresa, portanto, que após vinte anos denunciando a falta de ética de todo o mundo, o Partido dos Trabalhadores revele se o maior especialista na sua supressão.

Autor desconhecido

.
Share/Bookmark

Restam apenas dois anos para voltarmos a ter orgulho de ser brasileiros.

Na vida tudo passa, não importa o que faças. O que te fazia rir, hoje não tem mais graça (trecho de uma canção popular).

Como as coisas são fugazes, ainda restam esperanças, viu, Lula.

No seu governo, houve gravíssimas crises de moralidade de que você se saiu incólume, simplesmente por dizer que não viu nada. .

Há bem poucos dias, já no seu segundo mandato, vivíamos sob o ufanismo com que a propaganda oficial mostrava o “espetáculo de crescimento”, induzindo o crédulo povo brasileiro a esperar pelos dez milhões de empregos que viriam pelo empenho dos fios do seu bigode.

Veio a “marola” da crise financeira internacional e a verdade emergiu. O seu espetáculo mostrou-se verdadeiramente circense, mercê das suas pirotecnias e discursos ilusionistas.

A quebradeira mundial chegou e a sua fala restringiu-se a salvar o resto dos seus dedos para não perder os anéis do poder em 2010. E os nossos?

A recentíssima participação brasileira na reunião dos G20 - orgulho nacional do seu império petista - foi inaugurada sob a figura grotesca de um presidente em desalinho, mal vestido para a ocasião e com olheiras sugestivas de alguma incontinência etílica. Talvez tenha sido apenas resultado de noite indormida, afinal, todos somos gente de carne e osso, mas os seus trajes não condiziam com os dos outros, preocupados com coisa séria. Eu não estava lá, porém, acredito nas fotos veiculadas pela ágil Internet. Elas, realmente, sugeriam muito.

A sua palavra e a dos seus porta-vozes foi de acusar o governo americano por esse tsumani na economia, com justíssima razão. Só não concordo com a sua empáfia de “recomendar” providências ao presidente eleito dos EUA e, muito menos, de “aconselhar” o papa, durante a sua piedosa visita ao Vaticano, a admoestar o capitalismo por todas as mazelas pelas quais vivemos. Isso deve ter feito muito mal ao Sumo Pontífice, já que você se fez acompanhar por uma terrorista, a sua Dilma Rousseff, candidamente envolta em um véu e com um dedo no gatilho para levar a contento propósitos internacionalistas. Terroristas brasileiros, de fato, são internacionalistas, uma vez que internacionalizam seus dinheiros na Suíça e em paraísos fiscais. Até hoje, ninguém sabe o destino dos milhões do cofre do Adhemar. Se for hora de abrir arquivos, que tal Dilma Rousseff abrir os seus?

Recomendações e advertências só devem partir de quem possua estofo moral para fazê-las. Não é o seu caso.

Viu, Lula? As coisas são fugazes. O que hoje faz rir, amanhã pode fazer chorar.

De repente, você é importunado por um seu amigo bolivariano, que resolveu dar um calote no Brasil. Belíssima reação do seu Itamarati. O embaixador brasileiro no Equador foi chamado às falas. E daí? O que fazer com esse tiranete? Nada, certamente, já que a honra nacional e o Erário não fazem parte do repertório das suas importantes inquietações. Antes disso, qual é a sua preocupação com os brasileiros e com a nossa mais importante hidrelétrica que estão à mercê dos “sem-terra” do Paraguai, se você também estimula vagabundos “sem-terra” nacionais? Muito dinheiro nosso é desviado para sustentar esses parasitas que você rotula de movimento “social”. Você não teve hombridade para ratificar a declaração de um general verde-oliva, segundo a qual Itaipu é nossa e será defendida pelo Exército Brasileiro, a qualquer preço, dependendo de ordem sua. Será que ela viria?

É, Lula. Será bom você arrumar uma nova viagem para uma Transilvânia qualquer, para fugir desses problemas, na suposição de que quem não é visto não é lembrado. Cuidado, entretanto! A bola já está cansando de ser pisada por você. Tudo é fugaz.

Ainda por cima, veio essa desgraça em Santa Catarina. Logo lá, presidente?
Santa Catarina, estado fabuloso, de um povo obreiro e pouco reconhecido por você, porque vota pouco em fantasias eleitorais e não prestigia o partido dos trabalhadores de araque. Talvez tenha sido por isso que você relutou em ir até lá para ver a catástrofe. Dizem que só foi por muita insistência do seu ministro da defesa.

A Petrobras, presidente? Até ela o seu governo conseguiu destruir. A maior estatal do país anda de pires na mão, amealhando suspeitíssimos empréstimos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica. Fica tudo em casa; afinal de contas é tudo federal...

E o calote da Bolívia, que você perdoou e até elogiou por ser “decisão soberana” de uma quadrilha igual à sua? Nada disso importa na estranha contabilidade do seu governo, visto que o descumprimento do reajuste salarial dos nossos servidores públicos, pela ótica dos Mantegas e Bernardes, salvará a economia nacional...

Tudo é fugidio. O meu alento é que você também será. Restam apenas dois anos para voltarmos a ter orgulho de ser brasileiros, mas muitos de nós, nesse tempo ínfimo em termos de História, morreremos de vergonha.

A luz virá do fim do túnel para alumiar os sobreviventes, auguro com muita resignação. ,



Por Paulo Carvalho Espíndola, Cel Reformado

Share/Bookmark

sábado, novembro 29, 2008

Petrobras, faz anúncio de descoberta de novo poço.

Este vai se chamar, POÇO SEM FUNDO.
O governo tenta abafar a repercussão das operações de empréstimos que a Petrobras fez com CEF e Banco do Brasil para sanar problemas de caixa, mas não há como não se achar estranha a necessidade da estatal tomar dinheiro do mercado para honrar pagamento de impostos. Se a Petrobras recentemente anunciou lucros de mais de R$ 10 bilhões apenas em 2008, como pode agora estar com problemas de liquidez? Há algo de errado nas contas da empresa, e a sociedade deve exigir explicações urgentes e convincentes. Que conversa é essa?
A operação de crédito para socorrer a Petrobras se reverte de maior curiosidade quando observamos o volume de investimentos que vinham sendo anunciados tanto pela diretoria da empresa como por membros do governo. A " jóia da coroa" era o pré-sal, que mereceu até milionária campanha publicitária anunciando as maravilhas do petróleo escondido em águas profundas. Mas não menos importantes foram os anúncios da construção do Complexo Petroquímico do Rio, que iria consumir US$ 8,4 bilhões; da refinaria no Maranhão, que custaria o total de US$ 10 bilhões; do terminal de gás liquefeito da região Sul, com custo de US$ 1,5 bilhão; entre outros investimentos. Será que todos os projetos viraram fumaça apenas por causa da crise mundial e da queda no preço do barril de petróleo?
Era só marolinha, ou os anúncios feitos pré eleição eram apenas tentativas de alavancar as candidaturas da PTralhada?
O governo deve explicações a nação, se os balanços da Petrobras foram maquiados com intenções eleitoreiras, está na hora de privatizar a "jóia da coroa", e dar uma defenestrada básica em nosso Pequeno Timoneiro e toda sua marujada.

Share/Bookmark

sexta-feira, novembro 28, 2008

Dinheiro da saúde vai para a UNE.

Da Folha:
O Ministério da Saúde deslocou R$ 2,8 milhões, previstos no Orçamento deste ano para apoio à educação permanente de trabalhadores do SUS (Sistema Único da Saúde), para financiar a "Caravana Estudantil da Saúde" organizada pela UNE (União Nacional dos Estudantes), que contou com realização de debates, apresentações teatrais e exibição de filmes em universidades.Dois consultores de Orçamento do Congresso Nacional e um técnico no TCU (Tribunal de Contas da União) ouvidos pela Folha afirmaram que o caso pode configurar "desvio de finalidade", irregularidade grave punível como crime de responsabilidade.Iniciada em agosto, a "Caravana Estudantil da Saúde" foi encerrada ontem em Brasília. Segundo a UNE, o grupo era formado por sete artistas, quatro documentaristas, dois produtores e 13 integrantes da direção da entidade.Em nota, o ministério afirma que "cumpre uma das finalidades do Programa de Aperfeiçoamento do Trabalho e da Educação na Saúde, que contempla a rubrica "Apoio à Educação Permanente dos Trabalhadores do SUS", origem dos recursos orçamentários".Ontem a direção da UNE foi recebida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, no Planalto.Apesar de os recursos do ministério serem específicos para a educação dos trabalhadores do SUS, a maioria das atividades da Caravana esteva ligada a eventos culturais. Segundo a UNE, foram visitados todos os Estados e 41 universidades, além de realizados 57 debates.


Enquanto R$ 2,6 Milhões são desviados do SUS para a UNE fazer caravana estudantil, milhares de Brasileiros morrem à espera de atendimento médico nos corredores dos hospitais.
Esse é o retrato do Brasil na era LuLLA, enquanto tem gente morrendo a míngua sem atendimento médico minimamente decente e humano, ele e sua quadrilha financiam estudantes para "pregar" a palavra socialista nas Universidades do Brasil. Já não bastava os livros didáticos estarem sofrendo uma leve "correção" socialista, agora estão usando os universitários como massa de manobra para levar a diante o sonho Social-PTralha de um Brasil comunista.
Eita povinho prostrado esse Brasileiro!!!!
Share/Bookmark

IMPUNIDADE.

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) absolveu, por unanimidade, o promotor Thales Ferri Schoedl da acusação de homicídio e tentativa de homicídio contra, respectivamente, Diego Mendes Mondanez e Felipe Siqueira Cunha de Souza. O caso ocorreu na madrugada de 30 de dezembro de 2004, após um luau em Bertioga, no litoral paulista. Os 23 desembargadores aptos a votar entenderam que o réu agiu em legítima defesa. A acusação já anunciou que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Durante a manifestação oral de seus votos, quatro magistrados fizeram críticas à imprensa pela forma como o episódio foi retratado nos meios de comunicação. "Ao acompanhar pelos jornais, tive a nítida impressão de que o réu era culpado", afirmou um dos desembargadores. "Mas, ao examinar os autos, minha conclusão foi outra, como se estivéssemos tratando de casos distintos." Um dos magistrados chegou a comparar o caso ao da Escola Base, quando, em março de 1994, proprietários e funcionários de uma escola de educação infantil foram acusados de abuso sexual de crianças, crimes que não cometeram. A banca de acusação, composta pelo procurador Gilberto de Angelis e pelo advogado Pedro Lazarini Neto, iniciou os debates pedindo aos desembargadores que reconsiderassem a tese de legítima defesa, levantada já no ato do recebimento da denúncia (acusação formal à Justiça). Angelis disse ser "odioso" que uma autoridade faça uso de arma funcional para resolver questões pessoais. "Foi uma briga de moleques. E ninguém teve a prudência de se afastar." A defesa do promotor, representada na tribuna pelo advogado Rodrigo Bretas Marzagão, gastou pouco mais de metade da uma hora a que tinha direito para desmontar a tese de seus opositores. "Ele (Thales) avisou que era promotor, disse que estava armado, mostrou a arma e nem assim as vítimas pararam", afirmou. Marzagão disse ainda que exames de corpo de delito atestaram lesões nos braços de Thales, sinal de que as vítimas tentaram tomar a arma de sua mão. "Porque estava armado defendeu a própria vida", disse o advogado.

Eu gostaria que apenas um, desses 23 sem vergonhas corporativistas me respondesse sobre 12 tiros em uma pessoa desarmada ser considerado legítima defesa.
Share/Bookmark

quinta-feira, novembro 27, 2008

Piadinha.

Um prefeito queria construir uma ponte e chamou três empreiteiros:
um japonês, um americano e um brasileiro...
- Faço por US$ 3 milhões - disse o japonês:
- Um pela mão-de-obra.
- Um pelo material.
- E um para meu lucro.
- Faço por US$ 6 milhões - propôs o americano:
- Dois pela mão-de-obra.
- Dois pelo material.
- E dois para mim... mas o serviço é de primeira!
- Faço por US$ 9 milhões - disse o brasileiro.
- Nove paus? Espantou-se o prefeito. Demais! Por quê?
- Três para mim.
- Três para você.
- E três para o japonês fazer a obra.
- Negócio fechado! Respondeu o prefeito.

Share/Bookmark

terça-feira, novembro 25, 2008

Em caso de acidente, faça sempre o B.O

Sempre que estiver envolvido em um acidente de trânsito com um motoqueiro "REGISTRE O BO" (Boletim de Ocorrência), independente de culpa.
Têm ocorrido fatos em que o motoqueiro é o culpado e tenta fazer um acordo no local. Diz que está bem, e não necessita de socorro médico, mas depois, ele vai a um distrito policial registra o BO e alega que o veículo fugiu sem prestar socorro, cobrando depois, na justiça os dias que ficou sem trabalhar (lucros cessantes), conserto da moto e etc...
Na maioria dos casos as testemunhas do motoqueiro são outros motoqueiros.
Caso ele mova uma ação judicial ele terá documentos oficiais e testemunhas e você não terá defesa alguma.

Isso é fato, pois, está ocorrendo com freqüência, portanto, não entre na conversa do motoqueiro que diz não ter acontecido nada.
Num dos casos a pessoa foi até a delegacia registrar BO, eis que quando chega à delegacia...lá estavam os tais amigos do motoqueiro tentando registrar BO de omissão de socorro.
.
Saibam que existem diferenças entre motoqueiros e motociclistas.
Não importa o tamanho ou cilindrada da sua motocicleta, o que vai diferenciar o motociclista do motoqueiro é o comportamento no trânsito.

Share/Bookmark

domingo, novembro 23, 2008

Cotas, a forma mais odiosa de discriminação.

Nesta madrugada antes de dormir a última informação que li foi sobre o aumento de cotas para negros, pobres, índios e em breve, gays, em universidades públicas e escolas técnicas. Esse assunto ficou martelando na minha cabeça por alguns minutos e hoje logo que acordei o assunto me veio de novo à mente.
Fico indignado quando o poder público se utiliza da miséria intelectual em que algumas classes de brasileiros estão submetidas para fazer populismo travestido de política pública, dar cotas em universidades não resolve o problema básico da educação no Brasil, o ensino público sem qualidade nas escolas de ensino fundamental e médio, se essas escolas tivessem excelência de ensino a cota por si mesma não teria razão de existir, mas algum gênio da administração pública descobriu que os Brasileiros de classes menos favorecidas estão em desigualdade de condições na hora de tentarem um vestibular, então resolveram essa desigualdade da forma mais simples e estúpida que uma nação poderia assistir, em vez de melhorarem o ensino de base, dividiu o ensino superior em “guetos” beneficiando os menos favorecidos pela cor da pele e classe social e não pela capacidade e esforço. Agora a meritocracia foi jogada as favas e os negros e pobres serão os Doutores do futuro, mas esse conceito é caolho e obtuso, pois um cidadão não importa de que classe social, que faz uma faculdade "nas coxas" certamente será um profissional sofrível e o cidadão que tem uma base péssima de ensino, só que consegue entrar em uma universidade por causa da lei de cotas, quando se formar, se é que conseguirá êxito nessa empreitada, qual será a capacidade profissional dele?
Afinal ele se formou na base do "empurrão", e não por conhecimento ou esforço.
Quando ele for em busca de emprego no mercado de trabalho em desigualdade de condições intelectuais, "diploma não diz nada na hora do vamos ver", teria esse aluno melhores condições na briga por uma vaga na iniciativa privada por ser cotista?
Ou será que o governo irá baixar um decreto obrigando aos empresários contratarem alunos cotistas recém formados para suas empresas, e assim também estaria resolvido o problema do de emprego do "Dr. das cotas."
Temos que pensar grande, precisamos mudar o Brasil, mas para isso é necessário que se mude o ensino fundamental e médio e que se crie a consciência de cidadão no povo, mas a classe política não quer cidadãos, pois um cidadão pensa e cobra, e um povo, esse é prostrado não pensa, aceita tudo que é dado, não batalha pela vida, não tem vontade de crescer, afinal tudo que ele precisa o estado “dá”. Na minha maneira de enxergar o mundo, essas cotas são uma forma de “apartheid Tupiniquim, às avessas” uma discriminação que certamente levará ao embate de classes, estudantes de classe média que entrarem em universidades públicas por mérito, ficarão cada vez em menor número, e isso fatalmente acabará em algum tipo de confronto. Como a natureza nos deu condições e vocações diferentes, o que temos de fazer é lutar contra a natureza e fazer com que todos sejamos iguais, com a mesma inteligência, com o mesmo amor no coração, mas para que isso acontecer é necessário educação de qualidade e muito exercício de cidadania. Só que quando um povo se torna uma nação, os políticos oportunistas terão que arrumar emprego, e é isso a ultima coisa que um populista ou espertalhão quer na vida, trabalhar.

Recebi este texto de uma amiga e divido com vocês, meus parcos leitores.
Este texto guardado as proporções e realidades se encaixa como uma luva no Brasil.

Branco politicamente incorreto!...(bastante interessante)
O politicamente incorreto...muito bem.
Michael Richards conhecido como Kramer da série televisiva Seinfeld, levantou um bom problema. O que se segue é o seu discurso de defesa em tribunal depois de ter feito alguns comentários raciais na sua peça de comédia. Ele levanta alguns pontos muito interessantes. Orgulho em ser Branco Finalmente alguém diz isto.
Quantas pessoas estão atualmente prestando atenção a isto?
Existem Afro-Americanos, Americanos Hispânicos, Americanos Asiáticos, Americanos Árabes, etc.
E depois há os apenas Americanos.
Vocês passam por mim na rua e mostram arrogância. Chamam-me 'White boy,' 'Cracker,' 'Honkey,' 'Whitey,' 'Caveman' ...e está tudo bem.
Mas quando eu vos chamo Nigger, Kike, Towel head, Sand-nigger, Camel Jockey, Beaner, Gook, or Chink . Vocês chamam-me racista.
Quando vocês dizem que os Brancos cometem muita violência contra vocês, então porque razão os ghettos são os lugares mais perigosos para se viver?
Vocês têm o United Negro College Fund.
Vocês têm o Martin Luther King Day.
Vocês têm Black History Month.
Vocês têm o Cesar Chavez Day.
Vocês têm o Yom Hashoah.
Vocês têm o Ma'uled Al-Nabi.
Vocês têm o NAACP.
Vocês têm o BET [Black Entertainment Television] (tradução: Televisão de Entretenimento para pretos) Se nós tivéssemos o WET [White Entertainment Television] seriamos racistas.
Se nós tivéssemos o Dia do Orgulho Branco, vocês chamariam-nos racistas.
Se tivéssemos o mês da História Branca, éramos logo racistas.
Se tivéssemos alguma organização para ajudar apenas Brancos a andarem com a sua vida para frente, éramos logo racistas.
Existem actualmente a Hispanic Chamber of Commerce, a Black Chamber of Commerce e nós apenas temos a Chamber of Commerce. Quem paga por isto?
Uma mulher Branca não pode ser a Miss Black American, mas qualquer mulher de outra cor pode ser a Miss America.
Se nós tivéssemos bolsas direcionadas apenas para estudantes Brancos, éramos logo chamados de racistas.
Existem por todos os EUA cerca de 60 colégios para Negros. Se nós tivéssemos colégios para Brancos seria considerado um colégio racista.
Os pretos têm marchas pela sua raça e pelos seus direitos civis, como a Million Man March.
Se nós fizéssemos uma marcha pela nossa Raça e pelos nossos direitos seriamos logo apelidados de racistas.
Vocês têm orgulho em ser pretos, castanhos, amarelos ou laranja, e não têm medo de demonstrá-lo publicamente. Mas se nós dissermos que temos 'Orgulho Branco', vocês chamam-nos racistas.
Vocês roubam-nos, fazem-nos carjack, disparam sobre nós. Mas, quando um oficial da policia Branco dispara contra um preto de um gang ou pára um traficante de droga preto que era um fora-da-lei e um perigo para a sociedade, vocês chamam-no racista.
Eu tenho orgulho. Mas vocês chamam-me racista. Porque razão só os Brancos podem ser chamados de racistas?

O texto a seguir também faz parte do pacote, eu peguei no Blog da Adriana Vandoni

Para a posse do presidente estadunidense Barack Obama, a Comissão de Relações Exteriores da Câmara acaba de aprovar o envio de uma delegação de deputados, todos negros, para representar a casa, no evento que acontecerá em Washington (janeiro 2009). Sobre o assunto escreve Carlos Chagas: “Nos idos de 1961, Carlos Lacerda acirrava seu confronto com o então presidente Jânio Quadros. A motivação era em parte ideológica, por conta da política externa independente e do restabelecimento de relações diplomáticas do Brasil com a União Soviética, que o governador da Guanabara repudiava. Jânio, histriônico e marqueteiro excepcional, decidira ampliar o namoro com a África e nomeou um negro, seu oficial de gabinete, para embaixador em Gana. Foi quando Lacerda, numa de suas tiradas geniais, comentou na televisão estar vaga nossa embaixada na Suécia, indagando a seguir: "Será que o presidente vai nomear um lourinho?". Com todo o respeito, trata-se de um exagero. Nem o novo presidente americano se apresentou na campanha como candidato dos negros, contra os brancos, nem a sua excepcional votação deixou de ser majoritariamente branca. Perdeu a Câmara dos Deputados uma bela oportunidade de escolher a representação pelos méritos de seus delegados, não pela cor da pele. Se a moda pega, o grupo que comparecer à posse de um novo primeiro-ministro do Japão será composto apenas de deputados nisseis?”

Estamos a caminho de uma apartheid tupiniquim, alguém ainda tem alguma dúvida?

Será quem em 2014 o governo irá propor cotas para comprar ingressos dos jogos da Copa do Mundo?
Share/Bookmark

sábado, novembro 22, 2008

O governo mais bandido da "hisCória" do Brasil

Com uma assinatura, o presidente Lula validou, na última quinta-feira, uma das mais complexas, intrincadas e corrosivas operações do mundo dos negócios no Brasil. A transação, que não sairia sem o aval de Brasília, dividiu o governo em facções, despertou os instintos mais primitivos do lobby privado e mudou a face do Partido dos Trabalhadores. A assinatura do presidente era esperada e adiada desde 2005 em virtude dos desdobramentos políticos e policiais do negócio. Ela altera as regras que vigoravam desde 1998, ano da privatização do sistema Telebrás, e proibiam que uma operadora de telefonia fixa oferecesse serviços em mais de uma região do país. A mudança viabilizou a compra da Brasil Telecom, a terceira maior empresa de telefonia fixa do país, pela Oi, a vice-líder do setor em vendas. Juntas, as duas vão faturar por ano 29 bilhões de reais, formando a terceira maior geradora de caixa do setor privado nacional – atrás apenas da Vale e da Gerdau. Será criada também a 30ª maior operadora de telefonia do mundo. A mudança, feita pelo presidente por decreto, não precisa passar pelo crivo do Congresso. Apenas a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vão ainda analisar o negócio, sem perspectivas de reversão.

Comento: O que será que os eleitores do LuLLa , os que pensam ou que possuam um mínimo de instrução tem para dizer sobre isso?







Share/Bookmark

sexta-feira, novembro 21, 2008

LULA ASSINA DECRETO E DÁ A DANIEL DANTAS DOIS BILHÕES DE REAIS

Não, não é cascata. Parece piada, parece coisa de outro mundo, mas é a pura verdade. A vergonha passou longe e, enfim, chegou a hora de cobrarem a conta: Lula assinou Decreto que permite à Oi comprar a BrT, criando a tal "Super Tele" (vejam por aqui reportagem da Folha).
A Oi, antiga Telemar, é a empresa que injetou milhões de reais na empresa do Lulinha, transformando a, digamos, "família Lula" em milionária. Hoje, os que deram milhões à família de Lula são bilionários. Graças a Lula. E Dantas, que pagou viagem e diárias a Lulinha, também.
Sim, sim. O mesmo Dantas que os lulistas fingem odiar. O mesmo Dantas que paga petistas para que façam lobby junto ao Planalto. O mesmíssimo Daniel Dantas que participa do teatro ridículo da Polícia Federal.
Vai preso num dia, é solto no outro. Lula afasta Protógenes, demite Lacerda. E a blogosfera paga pelas estatais lulistas dizem que os jornalistas pró-Dantas são os outros. Taí.. Lula muda as regras para que Daniel Dantas receba seus dois bilhões. Lula muda as regras para que os benfeitores de seu filhão ganhem muitos bilhões.
Quem paga? O BNDES, banco público, cujo dinheiro é meu, seu, nosso etc. Quem financia? O Banco do Brasil, banco público, cujo dinheiro é meu, seu, nosso etc. Somos nós. Os trouxas de sempre.

Share/Bookmark

Eu sou "dazelites", e vc?

Se você se formou em alguma faculdade; se você, por acaso, aprendeu mais de um idioma; se você é um profissional liberal bem-sucedido ou ocupa um cargo elevado na empresa em que trabalha, cuidado. Esconda os seus diplomas no armário, jamais torne a usar os seus ternos sob medida e trate de comprar um carro velho ou popular. Demonstrar mérito ou ostentar sinais de prosperidade, no Brasil, agora é pecado. Essas coisas significam que você faz parte das nossas pérfidas elites e, portanto, carrega consigo grande parte da culpa pela miséria em que vive razoável parcela da população. É curioso. Eu nunca interpretei o termo elite por um ângulo pejorativo. Ao contrário. Elite, para mim, sempre significou os melhores dentre os melhores em cada área. Há a elite dos empresários, como existe a elite dos médicos, a dos políticos ou a dos advogados. Com exceção de parcela da elite econômica, cujo patrimônio veio por hereditariedade, ninguém vem a ser reconhecido como membro de alguma elite se não demonstrar mérito, talento e empenho pessoal. São todos pessoas de peso, merecedoras da admiração geral. Ou, pelo menos, era assim até a chegada da companheirada ao poder, há quase cinco anos.Confesso que não me surpreendi com essa total inversão de valores. Quando cursava a faculdade, em meados dos anos 1970, um dos mitos mais caros do pensamento esquerdista era o que pregava que todas as mazelas do Brasil eram culpa exclusiva de suas execráveis elites. O povo em geral, os cidadãos humildes, era puro de alma, solidário por natureza e sempre pronto a empenhar o melhor de si em prol da coletividade. Mas ele não tinha chance de fazê-lo porque as elites, egoístas e gananciosas, não lhe davam oportunidade. É mais ou menos a forma como os marxistas tradicionais idealizavam a classe burguesa. Elimine-se a burguesia e os seus valores, e a sociedade, quase que naturalmente, se tornará justa, fraterna, cooperativa e voltada para o bem comum. Quatro décadas depois, mesmo com a utopia comunista já devidamente sepultada, alguns cacoetes do pensamento esquerdista ainda remanescem. Um deles é este da dicotomia entre um povo bom e generoso e uma elite perversa e individualista. Todo raciocínio simplista é eivado de contradições. Os companheiros ainda não se deram conta de que, uma vez no poder - e com amplo controle sobre o Congresso -, são eles, agora, a elite política do País. E elite não no sentido de mérito, como referido acima, mas, sim, pelo fato de que são eles a classe dominante da Nação.Embora execre as elites, essa gente, paradoxalmente, faz parte delas há muito tempo. Desde o final dos anos 70, são eles, incontestavelmente, que compõem a elite sindical do proletariado deste país. Sempre ocupando cargos na diretoria dos sindicatos, boa parte desse pessoal nunca trabalhou, de fato, no chão das fábricas. Além disso, em função de seus postos na burocracia sindical, eles sempre perceberam vencimentos integrais e gozaram de estabilidade absoluta no emprego, algo que nem os mais renomados membros das demais elites jamais ousaram sonhar. Paladinos dos miseráveis, pobres, por sua vez, eles nunca foram. Com salários nunca menores que o equivalente a sete ou dez salários mínimos, todos eles sempre lograram possuir casa própria e automóvel, o que os classificaria, no mínimo, como classe média. Por que, então, esse ódio às elites e a tudo o que elas representam? Note-se aqui que o designativo elite não vale apenas para o topo da pirâmide social, mas abrange, também, toda e qualquer pessoa que demonstre auferir rendimentos acima da média, tenha algum estudo e cultue hábitos minimamente refinados. A contraditória 'elite antielites' que nos governa não se dá conta de que, se Lula pode dar-se ao luxo de distribuir o Bolsa-Família a 11 milhões de famílias, isso só é possível graças aos escorchantes impostos que as nossas odiáveis 'elites' recolhem ao Tesouro. A carga tributária que incide sobre a classe média é proporcionalmente muito maior do que a do resto da sociedade. Os petistas que me perdoem, mas eu sempre tive e terei orgulho de fazer parte dessas elites que eles tanto condenam.São essas elites que formam o sal da terra de toda e qualquer sociedade. São elas que produzem riquezas, criam valor e fazem a economia andar. Devemos a elas o fato de, graças a sua especialização, a sociedade poder oferecer serviços de qualidade em todas as áreas do conhecimento. São elas que, pelo hábito de ler livros e jornais, compõem a opinião pública de uma nação. Se o presidente Lula não quis estudar (tempo ele teve para isso), é um problema exclusivamente dele. Mas que não venha a nós fazer proselitismo de sua insuficiência acadêmica. Que não tente, por seu exemplo pessoal, influenciar os nossos filhos no sentido de que a indigência cultural é uma virtude e que o pouco saber é uma ferramenta útil para preservar a pureza e as boas intenções das pessoas. Paralelos de obscurantismo, na História, nós só encontramos na Revolução Cultural chinesa, quando, a partir de 1964, Mao, em seus delírios, decidiu humilhar e 'reeducar' todos os chineses que tinham um grau mínimo de instrução. O resultado, como era de esperar, foi desastroso. Após 14 anos, os mentores da tal 'revolução' foram todos para a cadeia, Deng Xiaoping, com a inestimável ajuda dos antigos intelectuais, logrou reerguer a nação e a China, hoje, é o país que mais leva o ensino a sério e envia estudantes para aperfeiçoamento no exterior. Somos elite, sim, sr. Lula, e com muito orgulho. Nós lutamos para chegar lá. Somos esforçados, esclarecidos e, sobretudo, independentes. É por isso que nós sempre relutamos em sufragar o seu nome. A nós nos repugna a idéia de alienar os nossos votos a troco de uma mesada de alguns poucos reais.


João Mellão Neto, 46 anos, jornalista,
Share/Bookmark

quinta-feira, novembro 20, 2008

Qualquer semelhança, não é mera coincidência.

video

Qualquer semelhança não é mera coincidência.

O governo do Loco Chaves, vive de propaganda e vende aos pobres e ignorantes da Venezuela a idéia de que aquele país é o paraíso na terra, este vídeo mostra bem o contrário.

Os petrodólares entram aos montes e o povo está a míngua, a equipe de reportagem foi gentilmente "convidada" a sair do país, não sem antes entregar o material da reportagem, sobraram apenas estes poucos minutos que conseguiram esconder da sensura do governo democrático Venezuelano.

Tal como no Brasil onde o "Equus Asinus" do nosso presimente vive em dizer que a saúde vai bem e que os pobres estão comendo melhor. Mas comer melhor só vai fazer o povo morrer mais gordo por falta de atendimento nos hospitais publicos que se encontram exatamente iguais aos mostrados neste vídeo feito em Caracas.

O governo PTralha quer recriar a CPMF alegando falta de recursos, mas os recursos vieram e a saúde continua doente, tivemos 11 anos de CPMF e onde foi parar a grana da saúde?

E que os PTralhas de plantão não venham dizer que o vídeo é forjado, pois o grupo jornalístico que fez a reportagem é da Noruega, um país que sabemos ser de primeiríssimo mundo e raramente interfere na política de qualquer país.

Esse é o jeito socialista de governar.


Share/Bookmark

quarta-feira, novembro 19, 2008

Liberação das drogas.

O tráfico de drogas em nosso país é algo que preocupa e nos deixa ameaçado. Todos os dias saímos de casa com um sentimento de medo e já certo que deixou um testamento com seus beneficiários e que não deixou de se despedir de ninguém. Não sabemos o que nos acontecerá, o que poderemos sofrer; a violência e o crime virou uma constante em nossas vidas. Já convivemos com ela de uma maneira tão natural que deixamos de nos preocupar, de pelo menos pensar no que deveria ser feito para acabar com isso. Para que passem de existir traficantes, crime organizado e que o frisson todo que gira em torno das drogas acabe.

Na televisão passam propagandas com o mesmo slogan: "Vida sim, drogas não", e os pais sempre preocupados em alertar seus filhos sobre os males das drogas. Claro, não que seja o contrário, mas será que esse é o caminho? Na verdade estamos educando nossos jovens, e ainda toda a sociedade baseado no medo. "Se você usar drogas, poderá ser preso, vai virar mais um viciado, poderá morrer..." - ainda que tudo o que foi dito seja verdade, o que está sendo feito nada mais é do que estar colocando condições para que o jovem não use drogas. Mas quando o mesmo sair para uma festa qualquer e alguém lhe oferecer algo, não hesitará em experimentar. Quando proibimos alguém - no caso toda um sociedade - de fazer algo, na maioria das vezes o proibido se torna desejado, ainda que inconscientemente. Se legalizarmos, colocarmos todas as drogas ilícitas para vender em farmácias, o que antes era desejado se tornará comum assim como o cigarro que é vendido em qualquer boteco e para qualquer um - mesmo você sendo menor de idade. E ainda, temos que pensar que, todo indivíduo dono de suas faculdades mentais, capaz de elaborar opiniões, pode decidir o que deve fazer com sua vida. Se ele quer usar drogas, use. A vida é sua, faça dela o que quiser. Você é o responsável por suas vitórias assim como é responsável por suas desgraças.
Deixando as drogas serem vendidas como as outras drogas, que não deixam de serem perigosas, tudo passará a ser tratado como uma questão de escolha, e o tráfico não terá razão para existir, as favelas - que são onde o crime alimentado pelo tráfico na maioria das vezes se concentra - deixarão de ser tratadas como um lugar perigoso, pois não haverá mais razão de existir o tráfico. Agora o tráfico será feito, pertinho da sua casa, na farmácia mais próxima.

Share/Bookmark

segunda-feira, novembro 17, 2008

Em tempos de crise precisaria de tanto feriado?

Recebi de meu amigo Ibrahim, http://hipocrizero.blogspot.com/


Com os pontos facultativos, o número abaixo dobra no setor público. O que é compreensível. Afinal, a quantidade absurda de ministérios, secretarias e departamentos só pode ser um indicativo de muito trabalho. Descansar é preciso...Quanto a crise, uma simples marolinha, essa nós tiramos de letra. Ou melhor, o setor privado e o povo que se virem.2009 será um ano de muito trabalho...............................................pois,

vanos ter que ter muita grana se quisermos viajar em todos esses feriados, eh, eh, .....
Feriados 2009 - Brasil


01/01/09 quinta-feira Confraternização Universal
23/02/09 segunda-feira Carnaval
24/02/09 terça-feira Carnaval
10/04/09 sexta-feira Paixão de Cristo
21/04/09 terça-feira Tiradentes
01/05/09 sexta-feira Dia do Trabalho
11/06/09 quinta-feira Corpus Christi
09/07/09 quinta-feira Revolução constitucionalista
07/09/09 segunda-feira Independência do Brasil
12/10/09 segunda-feira DIA DAS CRIANÇAS
02/11/09 segunda-feira Finados
15/11/09 domingo Proclamação da República
20/11/09 sexta-feira Zumbi/Consciência Negra
25/12/09 sexta-feira Natal

Ao todo serão: 8 Feriados na Seg/Sex 5 Feriados na Ter/Qui
Total: 13 Feriados (em dia útil)


Além contar com os pontos facultativos e alguns estaduais e municipais no próximo ano o Brasil oficial vai parar por aproximadamente 25 dias, em tempos de "marolinha" é tudo que o país precisa.
Share/Bookmark

domingo, novembro 16, 2008

Curriculo da Dilmachadão

A imagem no Blog não ficou no tamanho adequado, mas quem quiser ver na íntegra é só clicar na imagem.



É essa senhora que nosso "Pequeno Timoneiro" quer como futura presidente do Brasil, enfim de bandidos estamos acostumados, mais uma, menos uma, não fará muita diferença, afinal teremos copa do mundo de futebol em 2014 aqui no Brasil.!


Share/Bookmark

sábado, novembro 15, 2008

Missão sem sentido.



"FAMÍA" DA SILVA,
Lurian, marido e filhos, posando com o orgulhoso vovô Lapa de Asno.
O navio Mattoso Maia, da Marinha, usado no desembarque de carros de combate, está sendo carregado em Rio Grande (RJ) de arroz e leite em pó para o Haiti, Jamaica e Cuba. A tripulação preferia levar os alimentos aos pobres do Brasil. E não correr risco de passar o Natal longe de casa.

Cuba, Haiti e Jamaica, os pobres de lá irão receber comida financiada com o dinheiro dos trabalhadores daqui, esse é o modelo de governo que esse apedeuta bandido quer para o Brasil. Dar bolsas aos pobres incentivar a vagabundagem, e esfolar a classe média em impostos desviados para fazer caridade em países alinhados com a mentalidade socialista do grande LuLLa I O Ébrio. E o que me causa mais estranheza é ver gente da classe média defendendo esse cretino.

O filho delle, LuLLinha, que era monitor do Zoo de SP, virou empresário bem sucedido do dia para a noite, recebeu a pequena quantia de R$ 5.000.000,00 por uma empresa de fundo de quintal em um negócio óbviamente orquestrado pelo Daniel Dantas, mas que o a PTralhada insiste em esconder.

O irmão mais novo do Bebbum estava atuando como lobista "vendendo favores" a empresários usando o prestígio do irmão.

A primeira "Drama" pede cidadania Italiana.

E agora a filha bastarda, LLURIAN ganha cargo na secretaria de ação social da prefeitura de São José em SC.

E assim caminha o favorecimento e as maracutaias que o PT e sua corja de Bandidos tanto combateram nos governos anteriores.

E depois falavam do CoLLor....


Share/Bookmark

sexta-feira, novembro 14, 2008

Se pagar o circo não compra o pão.

O governo do Distrito Federal aplicou a pequena quantia de R$ 11.000.000,00, isso mesmo, Onze Milhões de Reais. Para promover um jogo de futebol amistoso entre a gloriosa seleção canarinho...Brasil..il...il...il...ill!!!! X A seleção de nossos descobridores, Portugal, para aqueles que não sabem.
O inusitado nesse amistoso além do investimento milionário do governo distrital de Brasília, é a novidade no preço dos ingressos para o povão babaca que paga para ver e vive de encher a bola e as burras desses pilantras do esporte do povo, os "precinhos" já estão tabelados entre R$180,00 e R$ 240,00, ou seja, pouco mais de meio mínimo o ingresso mais caro.
Acontece que mais de 2.500 ingressos foram reservados "de grátis" para políticos , autoridades e convidados.
Então o povão Zé Mané que é capaz de pagar meio salário mínimo para assistir a um amistoso da seleção penta campeã de futebol vai arcar com o custo da promoção pessoal do governador de Brasília, e eu acho é muito pouco mesmo!!!
Será que estão elitizando o esporte do povo?
Ou será que perceberam que o povão Zé Mané paga o que for para assistir a um jogo, mesmo que amistoso da seleção e não se importe com o quanto custe os ingressos?
Agora o povão Zé Mané está diante de um dilema: Se comprar o ingresso do circo não vai sobrar dinheiro para o pão.
Espero que a seleção canarinho leve uma sonora goleada que faça valer cada centavo pago pelo povo otário e alegre do Brasil.

Share/Bookmark

quinta-feira, novembro 13, 2008

Lição de Cidadania.

*Esse é o exemplo que deve ser seguido...Tomara que essa moda pegue...Mas prá isso necessita ser divulgada...Vejam o município Bom Jesus do Itabapoana. Devido ao baixo nível dos candidatos, de um total de 26.863 eleitores que compareceram às urnas, 20.821 eleitores conscientes decidiram anular o seu voto ...Um exemplo para o mundo...*

É algo difícil de acontecer, mas aconteceu! Os votos nulos somaram 20821 ( 89,23%). Vejam a coragem e esclarecimento dessa população. Os candidatos a prefeito não serviam e a população cuidou de eliminá-los no voto. O TRE terá que fazer nova eleição e os candidatos reprovados não poderão se candidatar novamente. O interessante é que esse fato não foi divulgado na mídia. Até a Globo se calou. Se a moda pega, quem sabe não poderíamos depurar essa gente que vive enganando a todos?

Bom Jesus de Itabapoana - 89,23% de votos nulos
Share/Bookmark

quarta-feira, novembro 12, 2008

Êeeeehhh Marvada!!!!!


Com a marvada pinga
É que eu me atrapaio
Eu entro na venda e já dou meu taio
Pego no copo e dali nun saio
Ali memo eu bebo Ali memo eu caio
Só pra carregar é que eu dô trabaio
Oi láaaaa....

Share/Bookmark

Lembrei de onde.....

Eu sabia que conhecia o Obama de algum lugar....

Share/Bookmark

terça-feira, novembro 11, 2008

Charge



Share/Bookmark

domingo, novembro 09, 2008

E o sinal não abre!!!

Alguém encontrou a palavra "créu" no dicionário? Pois bem, nem eu. E partindo do princípio de que todas as palavras existentes e com sentido definido constam no dicionário, se "créu" não consta, não existe. Porém existem pessoas que, partindo de uma definição particular de manifestação cultural - que particularmente não considero como sendo - "compõem" uma música com essa palavra que não existe, e essa mesma "música", constando basicamente de uma única palavra - "créu" - é ouvida pela maioria.
Será que a capacidade das pessoas de avaliar o que lhe são apresentados morreu, e por essa razão se quer questionam? É totalmente sem cabimento que um barulho desses seja ouvido e tenha se tornado tão popular, ao ponto de se ouvir no centro da sua cidade carros e mais carros tocando essa "música" a todo volume. E também é totalmente sem cabimento você presenciar um grupo de indivíduos, de organismos desprovidos de massa cefálica, com os "fucinhos" cheios de alguma variação alcóolica misturada a energéticos e cerveja, "dançando" o "créu", que vem de um carro super equipado, com um volume de som que chega a fazer inveja a muito trio elétrico, estacionado na frente daquele boteco que conta com aquela indefectível churrasqueira montada na calçada exalando um odor de carne queimada e muita fumaça de carvão, justamente onde você acidentalmente está parado no trânsito e reza para que o sinal abra o mais rápido possível e você arranque dalí a toda velocidade antes que se intoxique com a fumaça, ou a agressão contra o seu sistema nervoso deixe seqüelas.
Além de carros, desses organismos acéfalos, existem também programas de televisão que, para atrair audiência, abrem espaço para que grupos "musicais" do mesmo gênero se apresentem, e os coitados acéfalos pensam que fazem isso porque são adeptos da "cultura funk" (?).
Essa linguagem apelativa que geralmente está presente nesse tipo de "música", o jeito com o qual se "dança" - que mais parece o ato sexual em si - caracterizam um tipo de pessoas que vulgarizam e banalizam o sexo, igualam-se a animais, que agem por instinto; uma "cultura" baseada na promiscuidade, e é justamente essa "cultura", banal e totalmente ridícula, que é quase venerada. Não há questionamento, não há nenhum tipo de avaliação quanto ao conteúdo - mais precisamente à falta de conteúdo. Porém, quando o assunto é a cultura deixamos muito a desejar, É preferível ser discriminado, sofrer preconceitos do que se igualar a esse tipo de organismo desprovido de massa cefálica, que repete ininterruptamente um requebrado quase que mecânico e a mesma palavra sem sentido, e o pior, dizem ser um (argh!) "movimento cultural... UFA!!! finalmente o sinal abriu....

Share/Bookmark

sábado, novembro 08, 2008

Sanduba errado, acaba em briga e "carteirada"


Todo consumidor tem o direito e a obrigação de reclamar quando algo pelo que pagou não está de acordo com o que foi pedido.

Mas, sair na porrada, ter xiliques, e o pior, "DAR UMA CARTEIRADA" para tentar intimidar, é abuso de um poder que o idiota que aparece no vídeo não tem, e é a prova maior que muita coisa ainda tem que mudar neste Brasil.

video

Share/Bookmark

quinta-feira, novembro 06, 2008

Psicanálise pelo SUS.


Share/Bookmark

terça-feira, novembro 04, 2008

Entrevista ao vivo tem dessas coisas.

video

Como tudo no Brasil o governo esconde, mas sempre tem alguém que assistiu ou alguma alma boa que tirou dos arquivos e compartilhou para o mundo.

GENIAL!!!!


Convidaram o professor para uma entrevista ao vivo, só que não verificaram a posição política dele.

É certo que ele nunca mais comenta nada para o governo.
Estou de alma lavada.

Parabéns mestre!



Share/Bookmark

Esse se fudeu!!!!

video
Arma é uma coisa que deve ser mantida longe de crianças.
Este cretino aprendeu da forma mais dolorida!!!
Em outras palavras, se fudeu!!!!
E eu acho é muito pouco!!!

Share/Bookmark

segunda-feira, novembro 03, 2008

Aviso

"Devido às quebras de bancos, queda nas bolsas, cortes no orçamento, à crise nos combustíveis e pelo racionamento mundial de energia, informamos que a luz no fim do túnel está temporariamente desligada!"

Share/Bookmark

domingo, novembro 02, 2008

Receita de caipirinha é assunto para governo?


O Governo federal bateu o martelo sobre um assunto que interessa a grande parte da população brasileira:(INTERESSA?) como fazer uma autêntica caipirinha. O Ministério da Agricultura publicou no Diário Oficial na sexta-feira (31) uma lista, assinada pelo ministro Reynold Stephanies, de critérios que devem reger o preparo da bebida à base de pinga, limão e açúcar.

De acordo com o artigo 4 da Instrução Normativa (IN) 55, a caipirinha só deve ser considerada como tal se for "por meio de processo tecnológico adequado que assegure a sua apresentação e conservação até o momento do consumo".

O Ministério diz que os ingredientes devem ser escolhidos com cuidado. "O açúcar aqui permitido é a sacarose - açúcar cristal ou refinado -, que poderá ser substituída total ou parcialmente por açúcar invertido e glicose, em quantidade não superior a 150 gramas por litro e não inferior a 10 gramas por litro, não podendo ser substituída por edulcorantes sintéticos ou naturais".

"O limão utilizado poderá ser adicionado na forma desidratada e deverá estar presente na proporção mínima de 1% de suco de limão, com no mínimo 5% de acidez titulável em ácido cítrico, expressa em gramas por 100 gramas", diz a IN, que admite a substituição da aguardente um líquido não-alcoólico: "Ingrediente opcional - água".
Isso só pode ser gozação!!!!

O ministério da agricultura agora quer ensinar o brasileiro a fazer caipirinha?
Um assunto de tamanha importância para o país só pode ser discutido no governo do presimente LULLA I O Ébrio. Tanta coisa para se fazer em matéria de agricultura e os caras ficam discutindo receita de caipirinha.
Definitivamente o Brasil não é um país sério!!


Share/Bookmark