* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, abril 13, 2011

Armas no Brasil. Referendo ou oportunismo?


O ano era 2005, foram gastos (MEIO BILHÃO DE REAIS) dos cofres públicos para fazer o referendo sobre as armas no Brasil.
Muita grana também foi investida na campanha pelos grupos pró e contra o desarmamento da população.
Os eleitores foram às urnas e votaram, o resultado foi que mais de 60% dos que compareceram à votação diseram NÃO ao desarmamento.
No ano de 2005 foram vendidas 3.000 armas registradas e a população era de pouco mais de 183.000.000 habitantes.
Hoje, volta ao noticiario nacional essa conversa de fazer um novo referendo para discutir um assunto que a população soberana e democraticamente já decidiu.
Políticos espertalhões surfando na "onda" do massacre de Realengo querem tirar dividendos políticos aproveitando o momento de comoção da sociedade. Além de pilantras são covardes, pois, abrem discussões em momentos que deveriam ser apenas de reflexão. 
E sempre com a intenção de auferir lucros políticos e nunca pensando no bem estar da população. Se assim fosse, o Brasil com as promessas feitas por toda classe de políticanalha que habita estas paragens seria um paraíso na terra.
Muito se fala em desarmar a população para "melhorar" a segurança pública. Isso não passa de uma deslavada MENTIRA!!!
Sempre mentindo ou enganando os menos favorecidos de inteligência que são os que mais sofrem os efeitos da violência urbana aberta e impune que temos no Brasil. O pobre é o que sempre leva ferro por conta das mentiras contadas por políticos safados que só querem os votos e mais nada.
E depois das eleições...quanto mais longe do povo melhor!
Nos Estados Unidos que tem 311 milhões de habitantes e o porte de arma é legalizado na maioria dos estados, as mortes por armas de fogo no ano passado não foram mais do que 15 mil. Isso contabilizado as ações da polícia e da política de tolerância zero que praticamente ACABOU  com o crime em Nova Yorque.
No Brasil onde a venda de armas é controlada e o porte é proibido, foram mortos no ano passado 50 mil pessoas contabilizadas também as ações policiais.
Nossa população é de 190 milhões de habitantes. Isso prova que o porte de armas não é motivo para o aumento da violência. O que diminui a violência são leis mais rígidas e bem aplicadas e muita educação, o resto é papo de político mal intencionado que quer jogar um país inteiro de joelhos diante de uma ideologia atrasada e burra.
60% da população votou pela manutenção da venda de armas no Brasil, e agora estranhamente querem desconstruir essa votação para mais uma vez usarem o massacre como motivo de rereferendar o referendo de 2005.
Ontem assistindo ao noticiário da TV vejo a reportagem onde dizem os "experts" no assunto que 60% das armas que circulam ilegalmente no Rio são produtos de furtos em residência. Outra mentira tão descarada quanto o interlocutor que vomitou tamanha sandice.
Quer dizer que a população do Rio de Janeiro tem em casa armas tipo AR 15 e pistolas calibre .40?  O que vemos no Rio é o uso de armas contrabandeadas. Mesmo as que são fabricadas no Brasil e não são vendidas aqui são compradas no Paraguai e entram via fronteira para abastecer o crime. Os roubos nos quartéis e nos DPs, os assaltos a bancos onde os seguranças são feitos de reféns e suas armas levadas pelos bandidos, e até os policiais que vendem armas não entram nessa conta né?
Falaram tanto do maluco que massacrou as crianças em Realengo, diserram que as armas são roubadas e acabaram nas mãos dele para que cometesse aquele absurdo. Mas...e a munição e os Speedloaders? Esses também e em grande quantidade como foram encontradas com o "FDP" também vieram de furtos em residências?
A mentira é contada constantemente como uma verdade para induzir os idiotas a engrossarem o coro do desarmamento, mas porque não dão conta de onde vieram as munições? Afinal, para uma arma mesmo que roubada de um cidadão funcionar ela precisa de munição e os cidadãos não possuem caixas e mais caixas de munição em casa, em algum lugar o vagabundo compra essa munição e é isso que tem que acabar.
Compram no contrabando e até nas mãos dos policiais que vendem armas para "engordar" o orçamento.
As milicias e os traficantes então viraram ladrões de residência, que só assaltam casas que tem armas guardadas para abastecer os arsenais de guerra que possuem, né?
A hipocrisia e o oprtunismo tomam conta da classe políticanalha a cada nova tragédia que se abate sobre a população, mas nada de sério é feito, e passado o tempo da comoção todo mundo esquece e a conversa cai no conveniente esquecimento.
Tanta coisa para ser discutida em um plebiscito.
Maioridade penal, pena de morte, prisão perpétua, financiamento de campanha, diminuição do número de deputados e senadores, reeleição, foro privilegiado dos políticos, ética, cidadania, educação, saúde, segurança séria, salários de políticos...etc.
Mas não, preferem fazer oba-oba e inventar de referendar o que já foi decidido democraticamente.
E ainda mais absurdo é ver o Sinistro da Justiça que gritava no Foro de San Pablo "Socialismo o Muerte" se fazendo de paladino da justiça e pedindo o desarmamento do cidadão brasileiro.
Qual é a real intenção de um ser que fala em ideologia ou morte querer que uma população inteira esteja ajoelhada diante de seus governantes?
Isso é para se pensar com muita atenção, pois, poderemos cair na armadilha do "politicamente correto" e virarmos súditos em vez de cidadãos.
O estatuto do desarmamento é outra inutilidade, uma vez que pune o cidadão de bem pelo porte ilegal, mas não coíbe que o VAGABUNDO ande armado, e para um vagabundo que cometeu "N" crimes o de porte ilegal é o....menos pior...
Para ter um efeito sério no desarmamento o porte deveria ter duas punições, o cidadão que ande ilegalmente armado tem que ser preso e multado, agora, o vagabundo que comete um crime com arma ilegal tem que ter sua pena triplicada sem direito a nenhum tipo de benefício. Só por aí já poderiam ser reduzidos os índices de violência, mas para que isso aconteça tem que ter vontade política, seriedade, comprometimento e responsabilidade, coisa rara em político brasileiro.

................................................

Share/Bookmark

13 comentários:

Ajuricaba disse...

Cinismo, canalhice e demagogia dessa corja. Só isso. Não tenho o que tirar nem por ao seu texto.

Valdenir disse...

É impressionante a falta de vergonha dos politicos deste país. O povo daqui, jamais será soberano. Eu já vivi duas ditaduras neste país e acho que eram melhores do que essa democracia que aí esta. O ParTido tomou conta do estado! E agora quem poderá nos ajudar?

Valdenir disse...

É impressionante a falta de vergonha dos politicos deste país. O povo daqui, jamais será soberano. Eu já vivi duas ditaduras neste país e acho que eram melhores do que essa democracia que aí esta. O ParTido tomou conta do estado! E agora quem poderá nos ajudar?

Anônimo disse...

Já fomos felizes décadas atrás. Hoje há um movimento muito bem orquestrado para que fiquemos totalmente alienados achando que o "politicamente correto" seja a resposta para tudo. Só espero não ter que tirar minha farda do armário e mandar esta turma de petralhas de volta à Cuba.

Anônimo disse...

Alguns exemplos:

Há meses o governo da Austrália editou uma lei obrigando o
proprietários de armas a entregá-las para destruição. 640.381 armas foram
entregues e destruídas, num programa que custou aos contribuintes mais de
US$ 500 milhões. Os resultados, no primeiro ano, foram os seguintes:

Os homicídios subiram 3.2%, as agressões 8.6%, os assaltos a mão armada
44%. Somente no estado de Victoria, os homicídios subiram 300%. Houve ainda
um dramático aumento no número de invasões de residências e agressões a
idosos. Os políticos australianos estão perdidos, sem saber como explicar
aos eleitores a deterioração da segurança pública, após os esforços e

gastos monumentais destinados a "livrar das armas a sociedade australiana".

Naturalmente, a população ordeira entregou suas armas, enquanto os
criminosos ignoraram essa lei, como já ignoravam as demais.

O mesmo está acontecendo no Reino Unido. País tradicionalmente
tranqüilo, onde até a polícia andava desarmada, adotou o desarmamento da
população ordeira. Pesquisa realizada pelo Instituto Inter-regional de
Estudos de Crime e Justiça das Nações Unidas revela que Londres hoje é
considerada a capital do crime na Europa. Os índices de crimes a mão armada
na Inglaterra e no País de Gales cresceram 35% logo no primeiro ano após o
desarmamento. Segundo o governo, houve 9.974 crimes envolvendo armas entre
abril de 2001 e abril de 2002. No ano anterior, haviam sido 7.362 casos.

Os assassinatos com armas de fogo registraram aumento de 32%. A polícia
já está armada.

Nos Estados Unidos, onde a decisão de permitir o porte de armas é
adotada independentemente por cada estado, todos os estados com leis
liberais quanto ao porte de armas pela população ordeira têm índices de
crimes violentos em muito inferiores à média nacional, enquanto os estados
com maiores restrições ostentam índices de crimes violentos expressivamente
superiores à média nacional. Washington, onde a proibição é total, é a
cidade mais violenta dos EUA.

Você não verá as informações acima disseminadas na imprensa local. Com
honrosas exceções, a imprensa está fechada com as ONGs internacionais que
pregam o desarmamento, por mais perigoso e ineficaz, Deus sabe com que
propósitos.

Armas em poder da população ordeira e responsável salvam vidas e
defendem propriedade. Leis de desarmamento afetam somente a população
ordeira.


Ez/SP

Anônimo disse...

Mascate, texto interessante sobre o desarmamento, lavagem cerebral na juventude:


http://www.armaria.com.br/lavagem.htm


Ez/SP

Airton Leitão disse...

O Mascate está inspiradíssimo.
Meus aplausos!!!

Anônimo disse...

MASCATE, depois de ler seu texto, não é preciso comentar mais nada, pois ele é o que se pode chamar de obra prima.
Estava assistindo o jornal na TV Bandeirantes e tive que sair logo do mesmo, onde é de estarrecer os fatos do cotidiano deste País, aí me lembrei de um amigo meu que perguntou para mim o que eu achava ou como eu via o governo dos PTralhas, aí eu respondi, acho que é um bom governo, melhor até do que o do Hitler, Stálin e Mussolini, nunca antes na história do mundo se viu algo parecido.

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/embed/hoQMJ8lekqU?rel=0&hd=1

Olavo de Carvalho




acorda povão imbecil

Anônimo disse...

Trecho do texto de Graça Salgueiro no Mídia Sem Máscara http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/foro-de-sao-paulo/12001-milicia-nacional-bolivariana-e-golpe-de-estado-na-venezuela.html


A substituição das Forças Armadas Nacionais é plano antigo do Foro de São Paulo e das FARC, conforme tenho insistentemente denunciado, embora muitos digam que "isto é bobagem, nunca vai acontecer por aqui". Entretanto, observem o que a terrorista-presidente vem fazendo com os nossos militares e FFAA: tão logo tomou posse, repreendeu o general Elito por suas declarações a respeito das ações saneadoras contra o comuno-terrorismo de 64-83; depois, nomeou a histérica comuna Maria do Rosário como ministra dos direitos dos bandidos; autorizou a criação da "Comissão da Verdade", que só vai contar mentiras; permitiu a nomeação do terrorista Genoíno - para desmoralizar os militares combatentes - como assessor do Ministério da Defesa; proibiu - e vergonhosamente foi atendida sem um pio! - as manifestações em comemoração ao glorioso 31 de março e, finalmente, através de seu ministro da Defesa, decretou que serão abertos ao público os documentos relativos àquele período, exceto o que se refere à vida dos terroristas. TUDO está consoante os planos elaborados pelo Foro de São Paulo e das FARC.


Ez/SP

Anônimo disse...

Olá Mascate.

Tente mascar este:

http://www.youpublic.com/noticia/alguem-ai-quer-bater-o-recorde-do-assassino/

Abs

Anônimo disse...

O "doutorado" do 'MAROLINHA' em Coimbra custa U$ 20 milhões. Por ano.Está explicado o verdadeiro motivo para homenagem feita ao "Doutor" Lula pela Universidade de Coimbra. 10% do alunado da prestigiosa universidade (apenas no Brasil) é composta por bolsistas brasileiros. Nem a Espanha, ali ao lado, manda tanto aluno para a UC. As bolsas são pagas pelo governo brasileiro. Cerca de 900 bolsistas brasileiros formaram uma barulhenta claque paga para aplaudir o doutoramento do iletrado. Juntos estes bolsistas recebem, por ano, da Capes, cerca de U$ 20 milhões para estudar lá fora. O quanto é pago para Coimbra não é conhecido, mas deve ser basicamente a mesma coisa. Quem não fala inglês, francês ou italiano, costuma buscar o canudo em dinossauros como Coimbra em Portugal, Lion na Espanha ou o Museo Argentino, no vizinho ao lado. O único ônus é ter que, uma vez na vida e outra na morte, aplaudir um 'MAROLINHA' virando doutor. Mas, como diria o poeta português Fernando Pessoa, tudo vale a pena, se a bolsa - ops!, se a alma não é pequena. E de embróglio em embróglio, rapidamente será mais um 'imortal'


http://tribuna-brasil.blogspot.com/2011/04/la-vou-eu-para-abl.html

Anônimo disse...

Leia esta mascate:

Absurdo!!!

http://curiosochiko.blogspot.com/2011/04/assassino-de-realengo-ganha-comunidade.html?showComment=1303046643454#c4734908137945582127