* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

terça-feira, novembro 11, 2014

Estudo mostra que a polícia brasileira matou em cinco anos mais que a polícia americana em trinta anos.

***Tradução ao final da postagem***
Bem meus caros, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, a polícia brasileira matou em cinco anos mais pessoas do que a polícia americana em trinta anos.
A má fé nesse estudo começa comparando a Pocilga com Uzestaduzunidus. 
Não dá para comparar o sistema de justiça de lá com o que temos aqui onde até a suprema corte funciona e é composta por párias a serviço do governo. Onde juízes se acham semi deuses e processam funcionários públicos que estavam apenas cumprindo as leis. Lá juiz bebado sai algemado e muito provavelmente perde o cargo, aqui quando faz merda é aposentado compulsoriamente.
E acima de tudo, não dá para comparar a democracia de lá com a democracia de cá.
Sem contar as leis. 
Lá o vagabundo cai em cana de verdade, seja ladrão de galinhas ou ex presidentes da república. 
De prisão perpétua a pena de morte o cumprimento das leis é eficiente, aqui na pocilga a polícia prende um vagabundo uma, duas, três, quinze, trinta vezes e a justiça sempre coloca o bonitão de volta as ruas. 
Só que uma hora a polícia cansada de trabalhar sem efeito algum pela segurança da sociedade e sentindo um estranho gosto de merda na boca começa a "sentar o dedo" na vagabundalha tomando a justiça nas próprias mãos.
"Vejam os vagabundos do mensalão, já estão quase todos na rua, aqui o crime compensa. E a impunidade é política de estado"
Fazer justiça com as próprias mãos sempre corre-se o risco de fazer uma merda histórica e morrer algum inocente, só que lá Nuzisteites a sociedade nem precisa ir para o pau em busca de justiça pelo erro; a própria justiça se encarrega de fazer o seu trabalho e o policial que fez a cagada acaba em cana.
Só que esse mesmo estudo não apresenta as mesmas contas quando é para comparar a quantidade de policiais mortos aqui e lá. Interessante não?

Este estudo vem à público justamente no momento em que o DESgoverno federal quer mexer na política de segurança pública e, segundo o projeto, acabar com a militarização das polícias e acabar com a subordinação das polícias aos estados. 
Ou seja, o DESgoverno fedemal quer ser o dono único da segurança pública e Bolivarianizar o modelo transformando as polícias em braço armado do partido.
Se tem uma coisa nesta vida que me deixa phudido dentro da roupa é quando algum jumento metido a sabe tudo faz comparações sobre QUALQUER assunto entre a Pocilga e Uzestaduzunidus quase sempre criticando Uzamericanus... Começando pela democracia reinante por lá, o porte de arma e a tolerância zero com a vagabundagem, maioridade penal, passando pelo sistema constitucional, e o American Way of Life, não sobra porra nenhuma para compararmos, é muita má fé. Ou muita estupidez.
A sociedade americana está anos luz a nossa frente, nossa educação é ridícula em comparação com a deles, o sistema prisional é absurdamente incomparável, e o povo lá é patriota, muito diferentemente daqui onde parcela do povo é apenas idiota ou torcedor de futebol.
A Pocilga não tem uma única universidade no Ranking das "100 mais" do planeta, agora eles...
E o mais bizarro é ver essa turminha dos direitos dusmanus corroborando essa pesquisa com uma babação raivosa do politicamente correto de araque que chega a ser patético.
O mais revoltante foi ver a entrevista na TV de uma "estudiosa" que nitidamente não sabe do que está falando com uma postura de uma candidata ao Nobel da Paz, uma sabe tudo de porra nenhuma que usa os direitos humanos para aparecer, e criticar sempre a polícia e nunca os vagabundos.
Na maioria dos estados americanos o porte de arma do cidadão é liberado e o vagabundo sabe que se entrar em alguma residência e levar um sapeco e sobreviver vai em cana, e se morrer...se phodeu, e o dono da casa muito provavelmente será absolvido por legitima defesa, algo que consta na constituição americana, não é como aqui que fizeram um plebiscito para saber se a população queria ou não a proibição do porte de armas pelo cidadão. A população votou pela manutenção do porte e o DESgoverno manobrou de forma sorrateira e proibiu as armas nas mãos dos cidadãos, só que "liberou" nas mãos dos vagabundos.
A diferença entre a Pocilga e Uzestaduzunidus começa aí, o plebiscito aqui o povo foi vencedor e o governo fez o que ideologicamente quis. Lá na mesma situação, cai o governo.
O que pega na verdade é a diferença de educação, um povo que pode até ser ignorante geográfico como pregam alguns geniais Brasucas, mas que é de um patriotismo de fazer inveja, que sai para o pau para defender sua bandeira, que se precisar oprimir e invadir uma pocilga qualquer pelo planeta o fazem se a menor cerimônia, pois sempre estarão em busca da manutenção de suas próprias liberdades. 
Não é um povinho de merda que sai balançando a bunda ao primeiro ziriguidum que ouve, Uzamericanus são uma sociedade que vive para a própria manutenção de suas liberdades e conquistas sociais, aqui vivemos para ajudar "los hermanos" pobres da Amérdica Latrina em detrimento da própria população, passamos dias diante de um estádio de futebol para comprar ingressos para um jogo que chegam a custar muito mais caros do que os da final da copa do rei na Espanha e ainda ouvimos o idiotão que é achacado pelo sistema dizer, "tem que comprar, fazer o que né?"  Pode isso Arnaldo?
E um detalhe, Uzestaduzunidus também tem guetos de pobreza absurdos, só que o pobre lá é pobre por que não correu atrás das oportunidades já que o sistema de educação da condições de todos chegarem à universidade em um quase pé de igualdade. Lá o pobre é pobre por que é indolente, pois se trabalhar, ao menos leva uma vida melhor. Aqui muito pobre é pobre por falta de educação de base, por falta de família e por subdesenvolvimento social que acredita que o pobre deve ser tutelado ao estado por que é um coitadinho, e assim vamos criando gerações e mais gerações de vagabundos e a polícia matando mais e mais à cada ano. A freguesia é boa e não para de crescer.
A diferença entre a Pocilga e Uzestaduzunidus começa quando uma boa parcela de Brasucas se sujeitam a ir ilegalmente para aquele país e trabalharem em sub empregos com a certeza de que em cinco anos, se não forem pegos pela imigração, terão grana suficiente para voltar para cá e investir em algum negócio, só que a maioria dos que vão não querem voltar depois de cinco anos e tentam de tudo se manterem e se tornarem cidadãos da maior democracia do planeta.
Agora.... Vocês já viram americano que tenha vindo ilegalmente para o Brasil que não estava fugindo da polícia por lá?  Pois é...
E para complementar, é só comparar o número de americanos que ganharam o Nobel nos últimos trinta anos com o de Brasucas.
Então, qualquer comparação com Uzestaduzunidus é pura enganação para dar "curriculo" à estudos sem o menor interesse social e justificar tentativas de Bolivarianizar o Brasil.


E PHOD@-SE!!!
.............................

***
"BEM VINDO A CAROLINA DO NORTE.
O MAIS MILITARMENTE AMIGÁVEL ESTADO DA NAÇÃO."

Nossos cidadãos usam armas escondidas (fora da vista) se você matar alguém, nós mataremos você!
Nós temos 0 (zero) cadeias e 513 cemitérios.
Aproveite sua estadia!
.....................................................................

Share/Bookmark

12 comentários:

Anônimo disse...


É curioso como se maldiz a justiça pelas próprias mãos sob a alegação de que inocentes vão ser punidos ou mortos.

É verdade, há essa possibilidade.

Porém, QUANTOS INOCENTES, HONESTOS E TRABALHADORES SÃO ASSALTADOS, AGREDIDOS, FERIDOS, TORTURADOS EM SEQUESTROS E PELO MEDO, ALEIJADOS E ASSASSINADOS POR CULPA DA "JUSTIÇA" pelas mãos do Estado????

Há facínoras com incontáveis assaltos, assassinatos, sequestros, lesões corporais, trafico e roubo que ganham o BENEFÍCIO de SAIR para PASSAR A SEMANA LIVRE em datas comemorativas ...E ELES VOLTAM A ROUBAR, SEQUESTRAR, LESAR, HUMILHAR E MATAR INOCENTES!!!

Praticam estes crimes SOB O AMPARO DA JUSTIÇA PELAS MÃOS DO ESTADO!!!!

E sem dúvida alguma o número DESTAS VÍTIMAS INOCENTES, PUNIDAS E ASSASSINADAS PELAS MÃOS da "JUSTIÇA" DO ESTADO SÃO MUITAS VEZES MAIOR DO QUE SERIAM AS VITIMAS IJNOCENTES PUNIDAS PELA JUSTIÇA DAS PRÓPRIAS MÃOS. Seriam estas um tanto raras até pela pujança moral que tal JUSTIÇA despertaria.

EXCELENTE apontar que a pesquisa NÃO COMPAROU O NÚMERO DE POLICIAIS MORTOS AQUI E LÁ.

Deveriam comparar também o número de criminosos aqui e lá. Bem como o número de vitimas de criminosos profissionais aqui e lá.

Um torcedor jamais odeia o árbitro que favorece o seu time. Ele inventa desculpas e é compreensivo ou desdenhoso para com os erros a favor do seu time.

Porém ODEIA FEROZMENTE, xinga e maldiz o árbitro que erra contra o seu time.

É a questão da solidariedade natural dentre os lados com que os indivíduos se identificam.

É da natureza humana!!! ...não dá para ir contra as emoções.

Anônimo disse...

Mascate,sou sua fã.Mais uma vez você foi brilhante!Como de outras vezes, você fez um desabafo de um brasileiro bem pensante.A pesquisa foi bastante tendenciosa,pois não fala dos policiais que também foram assassinados no cumprimento do dever.Quando um policial morre, não se vê uma autoridade lamentando. Até o salário deles é lamentável.

Anônimo disse...

O Mascate, li uma entrevista de um jornalista venezuelano dizendo que hoje em dia o governo deles fazem o que querem e ninguém os critica porque não tem mais medo do povo. Antes disso, até o Hugo Chaves quando não tinha certeza que dominava 100% da população nem se arriscava. Aqui o país maioria ainda é contra o Bolivarianismo e mesmo assim faz anos que eles fazem isso então imaginem quando estiverem com 100% de certeza vamos ser pior que Cuba! Veja só que a presidenta foi reeleita e já está pregando tudo que dizia ser contra na eleição: aumentou a luz, a gasolina, a inflação perdendo controle e pra consolidar agora vai aumentar o salário dela e da câmara!Enquanto isso a Venezuela vai botando em prática o velho sonho de Chaves: transformar a América do Sul numa nova URSS sendo como "pátria mãe" a Venezuela! Não acredita? Não se esqueçam que o ministro deles veio ao Brasil fechar um acordo com quem? Com o MST!Que tipo de acordo?E o governo até agora nem se manifestou sobre isso. Eu rezo para que não seja assim, mas se for esses Artistas, Empresários,Jornalistas, Funcionários Públicos, Políticos que apoiam essas ideias (por que estão ganhando rios de dinheiro) vão conhecer o lado mais amável da esquerda radical: se você não concorda com a gente vai pro paredão igual a quem é contra!É só pesquisar o que aconteceu com esse tipo de profissional na URSS...Em um site inglês, espanhol, japonês, javanês seja o que for pois os sites brasileiros estão mudando demais as história, daqui a pouco não me admira ter "montanha de livros queimando" dizendo que tudo ali o que está escrito é uma mentira dusamericanus!

Anônimo disse...

Sempre que um maluco dá tiros em uma escola nos cafundós dos EUA eu presto atenção na escola, com seus novíssimos ônibus amarelos de transporte escolar, prédios bonitos, limpos e espaçosos e comparo com as escolas públicas brasileiras. De fato, pode-se comparar um com o outro. É a mania de grandeza dos petralhas.

Antipetista disse...

Eu nunca me esqueço de um trecho das aulas de história do Brasil sobre a sua formação racial. De Portugal foram enviados para cá o pior da sua escória. Malandros, gatunos, ladrões, salafrários, ordinários, assassinos, pilantras, espertalhões, vadios e seres de mesma estirpe fazem parte da origem genética brazuca. Está no sangue. Essa é a realidade e não adianta tapar o sol com a peneira! Alguns, pela iniciativa própria da construção do seu saber e caráter, e também pelo muito trabalho e esforço individual, acabam se regenerando e tornando-se boas pessoas, mas são exceção. A maioria é ralé mesmo e fazem jus aos seus antepassados. Agora olha só o que geraram os britânicos: Inglaterra, Escócia, Irlanda, EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. É mole? Depois dizem que isso não influencia...

Anônimo disse...

Mascate,é um erro mesmo comparar o Brasil com os Estados Unidos pelos seguintes motivos:Democracia plena,patriotismo,justiça que funciona,moralidade,policiais bem pagos,investimento na saúde e educação para todos.Ao contrário do Brasil:Pseudodemocracia,amor à Pátria só no futebol,justiça só para pobres,corrupção,salário miserável para policiais, saúde e educação precárias.Há comparação?

Anônimo disse...

Lá nos States o policial é respeitado. Pergunta se algum elemento dos direitos dus Manos aparece em enterro de policial? Se visita a família do policial morto? Pergunta se um tipinho desqualificado como a Maria do Rosário teria vez lá nos USA? Não dá para comparar um povo como aquele com o nosso. Lá as pessoas tem orgulho do país, são patriotas e levam as leis a sério, pois sabem que se mijarem fora do vaso enfrentarão as consequências. Aqui na terrinha, menores podem atear fogo em uma dentista e saem impunes. Aqui políticos corruptos sugam o erário público e ainda riem da nossa cara. Chega a dar raiva quando tentam nos enganar com reportagens assim.

Valdir Silva Jr disse...

Só GRU Salva.

E tenho dito.

Oswaldo A. Ferreirinha disse...

Antes do advento do ECA, adolescentes a partir dos 14 anos podiam trabalhar oficialmente com carteira assinada, o que ajudava na formação profissional e no custeio das famílias, principalmente as mais pobres. Hoje, só é possível a partir dos 16 anos ou seja, a Lei criada para "proteger", serviu para criar a geração "nem x nem" (nem estuda e nem trabalha), deixando os jovens na melhor idade soltos para ingressarem na criminalidade. Malditos todos aqueles da ABRINQ, como o petista Oded Grajew que ajudaram a criar tal estatuto.

Anônimo disse...

O esquerdista ainda se perguntam porque Tropa de Elite 1 e 2 fizeram tanto sucesso, se era para ser um filme que mostra a violência policial? Porque é o que o povo honesto quer: uma polícia que não tem medo de bandido e que não tem medo de colocar eles na cadeia mesmo tendo que passar por cima de político, advogados, direitos dos manus, seja quem for. Já existe uma esquema de "ridicularização" da PM: a PM prende e a Civil solta. Esse movimento de demonizar a polícia existe desde que a ditadura militar acabou e depois tem gente que não acredita que um monte de político é patrocinado pelos PCC do Brasil....

Anônimo disse...

HAHAHAHAHAHA! Que placa linda! Gostaria que fosse assim em São Paulo!

Anônimo disse...

Excelente artigo. Parabéns Mascate.