* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, janeiro 18, 2012

E o ENEM continua uma merda.

O ENEM virou sinônimo de fraudes, desorganização, terrorismo psicológico, mentiras e muita sacanagem com os estudantes do país.
Ontem pipocou pela mídia a notícia de que uma professora de Cursinho de Campinas que havia se inscrito no ENEM apenas com a intenção de ter acesso ao caderno de questões da prova tirou notas acima do mínimo, mesmo sem ter feito a prova.
A professora disse ter apenas assinado as provas e simplesmente dormiu durante o período do exame.
Depois por simples curiosidade, ela foi saber qual teria sido o resultado de seu exame ciente de que teria levado um zero geral, mas qual a surpresa? Ela teve notas acima do mínimo em todas as matérias!!! Só zerou em redação!!!!
Diante disso fica o exposto que esse exame é uma baita fraude.
Já foram refeitos exames por desvios de gabaritos. 
Foram refeitos exames de uma parte de alunos que já teriam recebido o gabarito durante "coincidentes" aulas em um colégio de Fortaleza. O MEC diz ter refeito a correção de apenas duas provas de redação por erros "materiais" e depois o mundo tem conhecimento de que esse número já estava em 130 e sabe-se-la até onde iria se não fosse abafado?
Já houve fraudes por parte de funças do MEC na Bahia em que passaram informações para os próprios filhos sobre o tema da redação antes das provas. 
Já houve vazamento de gabaritos dentro da gráfica que rodou os exames. E isso custou uma fortuna aos cofres públicos, uma vez que tiveram que rodar novas provas e refazer os exames. E ninguém do MEC foi reponsabilizado.
Já houve juiz que mandou cancelar os exames já realizados e começar tudo de novo, ministro que vem a TV e mente descaradamente, e os estudantes no meio dessa barderna que se tornou o ensino no Brasil.
Agora vem o MEC e diz que no ENEM ninguém tira zero, a menor nota é a nota mínima, ou seja se voce for uma porta de tão burro, se inscreva no ENEM que certamente sua nota será sempre a mínima. Mesmo que você durma durante a realização do exame.
Isso prova que a desorganização e a má fé política está instalada no sonho de milhões de jovens em fase de vestibular. Estão usando o ENEM como instrtumento eleitoral e de propaganda política para alavancar as mentiras contadas por 9 anos pelas Ratazanas Vermelhas.
Para o ENEM realmente virar uma coisa séria, em primeiro lugar no MEC deveria estar um ministro que seja da área e reconhecidamente competente, esse tal Haddad é invenção de um EX presidente que de vestibular ele só sabe de ouvir dizer já que é mundialmente reconhecido como semi alfabetizado. E agora com a saída do Haddad para se lançar a aventura de ser candidato a prefeito de SP, certamente virá para o MEC outro "cumpanhêru", o DR. de araque, Aloísio Merdaandante. Ou seja, irão trocar bosta por merda. E o ENEM vai continuar desorganizado servindo de trampolim para PTralha espertalhão.
Como é que um país que nem consegue organizar exames para avaliação dos estudantes de ensino médio quer organizar Copas do mundo e Olimpíadas? 
Não fazemos direito nem a lição de casa e queremos nos meter em nível internacional.
Certo que seria uma utopia minha, mas o ENEM só vai ficar sério no dia em que os estudantes do país simplesmente boicotarem o exame e não comparecerem. Mas isso é uma questão de cidadania e educação, pois milhares poderão boicotar em nome do todo, só que sempre aparecerão alguns espertos que irão fazer o exame para tentar se dar bem e o resto que se phoda!
Depois do KIT gay, das cartilhas do MEC com erros de português, das cotas para "minorias", do ENEM, e de que mesmo as melhores universidades do país não ranqueiam entre as 100 melhores do mundo. Chega-se a conclusão de que no Brasil o ensino é maquiado para enganar eleitor otário e burro que ainda acredita que o filho "tem que se dotô e que o prezidenti feis muitas facurdade para us pobre istudá."
Coitados dos mais simplórios e desfavorecidos socialmente, se dependerem do governo para ver um filho dotô, tão phudidos. Pois poderão até ver o diploma do filho que virou doutor pelas benesses do estado, mas quem garante o futuro de um estudante que chegou lá por conta de cotas e benefícios paternalistas de um governo estelionatário que passou a adotar o assistencialismo eleitoreiro no lugar da meritocracia.

E o ENEM vai continuar desorganizado e fraudulento. 
Afinal, isto é Brasil!!!

E PHODA-SE!!!
....................................................

Share/Bookmark

Um comentário:

Anônimo disse...

Só li verdades...O Enem não presta pra nada...Esse papinho de 'processo seletivo' e desculpa, pois o governo nao tem faculdade o suficiente pra todos...e ai todos nós temos que se 'acabar' pra passar no tal do Enem pra entrar na merda da faculdade...

Se o governo brasileiro prestasse mesmo, nao haveria nenhum 'processo seletivo', e os governantes tentariam achar outra forma mais justa para todos, pois no exterior ninguem precisa passar o ano TODO estudando pra fazer 'vestibular' nao..