* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, novembro 02, 2011

Invasão na reitoria da USP....De novo?

Após a "revolução" orquestrada pelos traficantes da USP usando a massa de manobra idio-acadêmica que povoa os corredores da universidade, os manifestantes em numero de uns 200 resolveram invadir o prédio da administração e ficar por lá depredando, roubando e claro...fumando maconha.
Entre as reivindicações que uma minoria de baderneiros pretende que sejam enfiadas goela abaixo dos outros estudantes e da reitoria da universidade, estão a retirada da PM do campus da e a demissão do reitor.
Bem, na cabeça desses esfumaçados babacas, poderiam colocar Jesus Cristo como reitor, eles sempre irão pedir a cabeça dele. É sempre a mesma pauta de reinvindicações vazias dos rebeldes sem causa, não tem o que pedir, pedem a demissão do reitor.
A retirada da PM do campus não é o que quer a maioria dos estudantes, muita violência, e até morteso correm na área da universidade justamente porque os vagabundos sabem que não existe políciamento do estado por lá, então a USP se torna território fácil para a ação dos marginais.
Tudo isso é explicado por um modismo idiota dos tempos em que estudantes eram ativos políticamente e pensavam no país e não queriam a puliça por lá. Hoje uma parte dessa cambada que não serve para nada a não ser trabalharem como voluntários dos pelegões da UNE na função de usar a universidade como bunker político em ano eleitoral e continuam mantendo essa tradição burra, mas não por conta da repressão política, e sim por conta da repressão policial que pode enfiar na cadeia os donos do tráfico na universidade, e os tontinhos se mobilizam para proteger bandidos. 
Inversão total de valores promovida por gente burra e sem noção, babaquinhas despreparados criados por pais mais idiotas ainda.

Eu já escreví em diversas postagens que em ano pré eleitoral, ou mesmo em ano de eleições a USP se levanta contra alguma coisa, agora foi a ação da polícia sobre os maconheiros e traficantes que vagam pelos corredores da universidade onde única coisa que não fazem é estudar.
Eles sempre seguem a cartilha, protestam contra nada, paralisam a universidade, invadem a reitoria, quebram tudo e contam com a ajuda dos "funças" vermelhinhos ou dos sindicatos  esquerdofrênicos que acreditam que fazendo dessa forma conseguirão eleger seus patrões para a prefeitura de SP ou ao governo do estado.
Os babacas da USP se comportam igualzinho a um sem terra, fazem reinvindicações idiotas, e partem para a invasão "democrática".
E se o estado toma a lei como maneira de atuar e parte para fazer com que ela seja cumprida, a imprensa amestrada começa a fazer o trabalho sujo e coloca seus fotógrafos mostrando só a PM batendo, e nunca os atos de seus protegidos.
Tentam jogar para a opinião pública do povo bovino que aceita qualquer coisa desde que não precisem pensar ou se posicionar, manipulam o noticiário, e os vagabundos que estão ocupando espaço de gente que gostaria muito de poder estudar de graça acabam virando os coitadinhos da "truculência" da polícia. 
E assim vãos se perpetuando matriculados badernando na universidade por oito ou mais anos. Estão lá apenas com afunção de não estudarem, são os bate paus esquerdofrênicos cujo o unico trabalho é badernar e desestabilizar a vida de quem quer levar os estudos a sério.
O governo do estado tem que fazer valer as leis e promover uma limpeza nessa universidade, pois se deixarem do jeito que vai, em breve teremos ostensivas plantações de maconha nos jardins do campus, e pequenos negociantes do tráfico trabalhando para abastecer a cidade. 
E junto a tudo isso, quem quiser fumar maconha é só se dirigir ao campus da USP, onde não será proíbida a entrada de ninguém, e não haverá policiamento. O paraíso dos bandidos travestido de campus universitario.
Deixaram correr frouxo demais e um pequeno tumor está tomando o corpo todo.
Democraticamente os estudantes votaram pela desocupação do prédio da administração e o fim do movimento. Uma minoria não aceitou o voto da maioria e resolveu continuar badernando, agora invadiram a reitoria, e sempre apoiados pelos funças e por alguns professores vermelhinhos que acreditam no socialismo como forma de ensino.
Certo que temos um governo frouxo, os tucanos deveriam estar em árvores e não no poder do estado. Estão entregando o governo para o PT. São Paulo é a ultima barreira entre a liberdade e a bandalheira esquerdofrênica que querem implantar neste país os jurássicos vagabundos vermelhos. E do jeito que vai, a cidade de São Paulo cai e em 2014 vai o estado, e até lá a USP será palco de mais baderna, assim como o interior do estado pelo MST.
Temos que ter no estado de SP a tolerância zero, e fazer com que as leis sejam cumpridas, na hora em que o estado começar a bater para valer a parcela trabalhadora e séria dos paulistas vai apoiar, o que não podemos é ficar a mercê de meia dúzia de maconheiros massa de manobra dos interesses de políticos vagabundos.
A imprensa independente já mostrou, a polícia no campus é reivindicação dos estudantes sérios que querem  segurança. O que está ocorrendo por lá hoje é a baderna institucionalizada onde poucos querem é bandalheira.
E para os idiotas de plantão: No Brasil de hoje, e mesmo com o PT no poder maconha ainda é crime, e como tal deve ser tratado em respeito a constituição do país. 
Ou se fazem leis para liberar a droga e com isso acabar com essas bizarrices que vemos na USP, ou se pune com rigor o maconheiro e se coloca um fim a esse circo.
O que não podem é deixar como está para que idiotas tenham "pauta" de reivindicações e motivos para badernar usando a esfarrapada desculpa da liberação da maconha. Que por sinal já está "liberada" na sociedade dos hipócritas faz tempo.

Pau neles governador!!!! 
Ou então...pede para sair!!

E PHODA -SE!!!
...............................

Share/Bookmark

2 comentários:

Ajuricaba disse...

Os caras, alunos-eternos, fazem uma assembléia para decidir sobre a "continuação do movimento". Perderam de 559 a 458. Prá não se desmolarizarem com uma falsa liderança que postulam ter, sairam da FFLCH e foram prá Reitoria.
O reitor que chame a ROTA e mande desocupar um prédio público sob uso indevido.
Sempre acho interessante quando a palavra de checagem trama a favor: tá aqui em baixo dUSPse. genial.

Sidney disse...

O IDH 2011 explica tudo, iremos alcançar a Rep. Dem. do Congo. Brasil 84º colocado uma vergonha e nossos jovens querendo Fumar Maconha.


http://www1.folha.uol.com.br/poder/idh_2011/