* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, setembro 18, 2011

Quem é que vai pagar a conta?

A mãe da PresidANTA Dilmarionete. 
Dª... Dilma Jane? Potaquepareu!!!

Está internada no hospital das forças armadas para tratamento de um problema respiratório que foi agravado pelo clima seco de Brasília.
A véia tem 88 anos, e pela foto, está com o "shape" em melhores condições do que a filha. Se compararmos as duas, a mãe tá batendo um bolão...Ou será que ela é conservada em formol e usa cosméticos da Helena Frankenstein??

O que intriga é que a PRIMEIRA mãe não tem função alguma no governo, não é "funça publica" nem nada...Porque diabos ela foi internada em um hospital das forças armadas?
Ela deveria estar em um hospital do SUSto como todo mortal de Banânia, e não na mordomia às nossas custas. 
É certo que o povo vai bancar o tratamento da PRIMEIRA mãe.
O que tem de bom nessa notícia é que a véia ainda não baixou no Sírio Libanês, aí sim é o arregaço dos cofres públicos.
Esse é o problema do Brasil. 
Usam o que é do estado para fins pessoais. Socializaram até o hospital dos milicos....
Ou será que consideram a Dilmarionete como patrimônio das forças armadas e ela tem direito ao atendimento naquele hospital?
Pois cá entre nós, a mulher é um canhãozãolhambasso hein?

Ae milicada, phodam-se!!!!
........................

Share/Bookmark

4 comentários:

Sidney disse...

Projeto obriga filho de político a estudar em escola pública

JORNAL DO BRASIL
Publicado em 28/06/2011 pelo(a) Wiki Repórter Julio César Cardoso, Balneário Camboriú - SC

Tramita na Comissão de Constituição e Justiça do Senado o projeto de lei 480/07, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que obriga filho de político a estudar em escola pública.
Não se melhora a qualidade da escola pública por medidas estapafúrdias e obrigatórias. A obrigatoriedade, para se ter uma escola pública de qualidade, deveria partir da disposição da classe política, sem matiz partidária, em exigir sempre dos governos investimentos substantivos em educação e cultura, para que todos tivessem um ensino público de alta referência.

Gasta-se dinheiro da nação com mordomias públicas imorais, e vejam o que representa a manutenção de um inoperante e inchado Congresso Nacional, com 81 senadores e 513 deputados federais, cujos planos de saúdes dos congressistas e familiares são bancados pelos contribuintes nacionais. E falta dinheiro para educação e cultura.

A nossa dívida pública interna anda na casa de 1,653 trilhão de reais, que o governo não combate, mas que não se trata de montante decorrente de investimento em educação e cultura! Temos uma das maiores cargas tributárias do mundo e um sistema público de saúde deficiente. E não se sabe onde o nosso imposto é aplicado.

O senador Cristovam Buarque é um idealista da educação e não podemos negar. Deveria ser o nosso eterno ministro da Educação, mas foi injustamente defenestrado por quem não tinha competência educacional e estava comandando o país. Pois bem, não obstante a proposta do senador seja nobre, ela, entretanto, carrega consigo a marca da inconstitucionalidade, porque obriga cidadãos ou grupos a ter tratamento desigual no campo da liberdade democrática.

O projeto dele desrespeita a igualdade de tratamento (Art.5º constitucional). Por outro lado, o próprio Art.209, da Constituição, diz: "O ensino é livre à iniciativa privada (...)". Ora, se os colégios particulares são autorizados a funcionar, nenhum cidadão pode ficar impedido de optar pela escola particular, só porque esteja exercendo mandato político. Isso é inadmissível. Estamos numa democracia com liberdade de viver, de escolher etc., observados os limites constitucionais.


A preocupação do senador com uma boa escola pública de qualidade é nobre, mas não podemos atropelar os direitos constitucionais de ninguém, mesmo porque é obrigação do dos governos proverem a sociedade de escolas públicas de qualidade. E os nossos parlamentares, por outro lado, não podem negligenciar o seu dever de fiscalizar a ação do Estado no cumprimento da Constituição.

Fonte: Jornal do Brasil

"O Mascate" disse...

Sidney, esse projeto do Buarque é mais uma manobra safada e eleitoreira que ele usou para enganar o eleitor.
Não esqueça que um projeto dessa magnitude morre na votação entre os políticos que não tem interesse nenhum em aprovar uma "aberração" desse calibre.
É uma manobra safada de um senador que vive em cima do muro e que agora está sendo denunciado por mau uso de dinheiro público. E me parece que até já foi condenado a devolver uma grana para o estado.
Ou seja, ele é igualzinho a qualquer outro sem vergonha do congresso, só que consegue perceber que pode movimentar a mídia a seu favor e lança "balões de ensaio" como o tal projeto de lei. Apenas para se manter no noticiário.

Taí uma iniciativa que seria louvável se não fosse apenas manobra política para dar "credibilidade" para um senador que já deveria estar fora da política faz tempo.

Abçs.

Blog do Beto disse...

OLÁ MASCATE.

SERÁ QUE VÃO CUIDAR BEM DELA?
NÃO SÓ A MÃE TEM DIREITO ASSIM COMO TODO PTRALHA TEM.ESTAMOS NO BRASIL E AQUI É O PAÍS CURRAL DA AMÉRICA LATRINA. O QUE PARECE SER BOM É QUE UMA PARTE DO POVINHO COMEÇOU A ACORDAR E JÁ ESTAMOS COM PROTESTOS PARA OS DIAS 19/20/09 E 12/10.
ABS DO BETO E QUE A MÃE DA DILMA POSSA DESCER O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

Anônimo disse...

MASCATE, essa aí é mais uma que já já vai ver o colo daquilo que mereçe, e não adianta ser internada nos melhores hospitais do Brasil e tudo a custas do povo otário e feliz, a exemplo de todos estes que se acham donos do Brasil e acima do bem e do mal, pois podem até prorrogar um pouco mais as suas vidas, mas da justiça Divina ninguém escapa, que o diga as famílias daqueles que já tiveram os seus que passaram desta para outra.