* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sexta-feira, maio 15, 2009

A incompetência de FHC acaba em CPI mais uma vez.

Senadores conseguem instalar a CPI da Petrobrás.
Vai acabar em pizza nadando em óleo.
Se o FHC tivesse privatizado estariamos economizando rios de dinheiro com menos uma CPI.


A Petrobrás é uma empresa mista, o governo é o acionista majoritário, mais quase a outra metade são de outros acionistas, pessoas jurídicas ou físicas (No caso, este pobre escriba), o oportunismo do desgoverno do Batráquio, politizou a Petrobrás e a transformou em campo de manipulação política e palanque eleitoral, ingerindo profundamente nas decisões que deveriam ser eminentemente técnicas e não com conotações políticas, como se fosse uma empresa exclusivamente estatal, que é o motivo pela qual as empresas estatais, são mal administradas, só dão prejuizos, consumindo o dinheiro do povo e servindo para um maravilhoso "cabidasso" de empregos, para uma corja de desocupados de colarinhos brancos ou macacões, que se abancam para se locupletarem e exercitarem muita corrupção, se está tudo as mil maravilhas com a Petrobrás e sua administração, porque temer uma CPI, para apurar possíveis irregularidades? É bem provável que alguma ou muita maracutaia vá ser descoberta, que venha a CPI!
Esse é o preço da incompetência do governo FHC, privatizou as teles e a Vale e deixou para trás a Petro, muitos cabides de empregos foram extintos com as privatizações mas no governo Batráquio da Selva foram empilhados mais de 25.000 cumpanheros na estatal.

O governo continua achando que a Petro é exclusivamente estatal, mas esquece que quase metade de suas ações estão nas mãos de empresários ou simples trabalhadores que investiram seu dinheiro no capital da empresa, portanto, ela tem e deve ser eficiênte e com um gerenciamento profissional, mantendo nos seus quadros apenas os funcionários concursados, caso continue servindo de depósito de cumpanhero vagabundo tem mais é que ser privatizada e parar de servir de vertedouro do dinheiro público e palanque eleitoral de governantes populistas e oportunistas.

O mais interessante é ver comentaristas neste Blog se pegando em publicações estrangeiras e "chapas brancas" aqui mesmo da Banânia e com isso argumentarem que a Petro é uma empresa transparente, lucrativa, eficiênte e confiável. Ganhadora de prêmios pelo mundo e etc....prêmios pelo mundo...se forem do mesmo naipe que os prêmios oferecidos aqui na blogsfera já viu, né?

Esta CPI está sendo instalada porque a Petro tem indicios fortes de superfaturamento, desvio de verbas, má gestão de recursos entre outros, ao todo são SETE denúncias apuradas pela "PO-LÍ-CIA FE-DE-RAL" a guarda pretoriana do Imperador Boquirroto I o Ébrio. É certo que essa CPI vai acabar como todas as outras deste país, em pizza. Mas isso mostra ao menos que a grande "Jóia da Coroa" dos nacionalistas não é tão jóia assim.
O que tem de nacionalista defensor de estatal neste Brasil é um aburdo, agora, o que falta no brasileiro é patriotismo.
Privatização JÁ!!!!!!!!!


Share/Bookmark

19 comentários:

Samuca disse...

Fernando
Vou deixar a explicação entre ser patriota e ser nacionalista para que alguns PeTralhas não comecem a escrever asneiras.


Nacionalismo é um sentimento de valorização marcado pela aproximação e identificação com uma nação, mais precisamente com o ponto de vista IDEOLÓGICO.

Patriotismo é o sentimento de amor e devoção à pátria, aos seus símbolos (bandeira, hino, brasão). Através de atitudes de DEVOÇÃO para com a sua pátria, pode-se identificar um patriota.

Fora isso, PRIVATIZAÇÃO JÁ!!!!
o FHC fez merda como sempre.

Laguardia disse...

Fernando

Se a Petrobrás tivesse sido privatizada como foram as Teles, o resultado para o povo brasileiro seria 1.000 vezes melhor.

Você se lembra da telefonia estatal quando para fazer um interurbano tinhamos que nos deslocar até o escritório da telefonica, pegar uma senha e aguardas horas para conseguir fazer um interurbano.

Para adquirir um telefone então nem se fala, os famosos planos de expansão levavam até cinco anos para se conseguir uma linha a preço de ouro, e o custo da manutenção da linha era extremamente alto.

Hoje temos quase que um telfone celular por habitante. Graças a privatização. Os Petralhas não querem ver isto pois não podem perder os cabides de emprego para seus afilhados incompetentes que não conseguiriam emprego em lugar nenhum.

Meso a privatização da Vale foi meio fajuta, já que o controle acionário está nas mãos do Banco do Brasil atyravés da Previ.

Sorte é que a administração da Vale é profissional e não política como da Petrobrás.

Precisamos acabar com esta idéia burra de que a Petrobrás é simbolo do nacionalismo e que não pode ser tocada.

BRASIL GRANDE disse...

Desculpem-me postar novamente, as outras duas postagens sairam com erros.

Petrobras em Números

Dados referentes ao ano de 2008

RECEITAS LÍQUIDAS
R$ 215.118.000

LUCRO LÍQUIDO
R$ 32.988.000

INVESTIMENTOS
R$ 53,3 bilhões

ACIONISTAS
208.962


EXPLORAÇÃO
109 sondas de perfuração


RESERVAS (CRITÉRIO SEC)
11,19 bilhões de barris de óleo e gás equivalente (boe)


POÇOS PRODUTORES
13.174

PLATAFORMAS DE PRODUÇÃO
112 (78 fixas; 34 flutuantes)

PRODUÇÃO DIÁRIA
1.978.000 barris por dia - bpd de petróleo e LGN
422.000 barris de gás natural

REFINARIAS
16

RENDIMENTO DAS REFINARIAS
1.937.000 barris por dia

DUTOS
25.197 km

FROTA DE NAVIOS
189 (54 de propriedade da Petrobras)

POSTOS
5.998

FERTILIZANTES
3 Fábricas

INÚMEROS PREMIOS CONQUISTADOS AO LONGO DOS ÚLTIMOS SEIS ANOS, NAS ÁREAS DE:TRANSPARêNCIA EMPRESARIAL, RENTABILIDADE, CRESCIMENTO, APOIO Á EDUCAÇÃO E AOS ESPORTES, ETC..

_________________________________

FAÇA SEU JUIZO DIANTE DAS TENTATIVAS DE QUERER ATINGIR O GOVERNO FEDERAL, UTILIZANDO A PETROBRAS,PARA SE FAZER CRESCER NOS PALANQUES DA DISPUTA ELEITORAL VINDOURA.

SOU ACIONISTA DA PETROBRAS E NUNCA OBTIVE TANTA RENTABILIDADE COM MINHAS AÇÕES DESDE QUE COMECEI A ADQUIRI-LAS EM 1990.

É HONESTO REGISTRAR QUE MINHAS MAIORES PERDAS FORAM ENTRE 1994 E 2002, JUSTAMENTE NO GOVERNO FHC, QUE COM A PÉSSIMA GESTÃO DE SEU GENRO A FRENTE DA CIA. CONSEGUIU DESVALORIZAR SUAS AÇÕES PELOS PREJUIZOS FENOMENAIS ORIUNDOS DA MÁ GESTÃO, ACIDENTES AMBIENTAIS, LICITAÇÕES FRAUDULENTAS, USO PESSOAL DA EMPRESA, GASTOS COM PESQUISAS E SONDAGENS MAL FEITAS E MAL PLANEJADAS, ETC, ETC.ETC...

A AINDA TEM OS DOIDIVANAS E OS DESARRAZOADOS QUE GOSTARIAM EM SEUS SONHOS DELIRANTES DE PRIVATIZA-LA E, PIOR, DISSIMULADAMENTE, VEM SE DIZER NACIONALISTAS E/OU PATRIOTAS.

SANTA PACIÊNCIA! QUANTA FALTA DE LÓGICA, DE NEXO E CONTRA-SENSO.

AINDA BEM QUE TAIS SANDICES PARTEM DE UM GRUPO CADA VEZ MENOR, NO ENTANTO MAIS HISTÉRICO.

Laguardia disse...

Não estou nem um pingo preocupado com os acionistas da Petrobrás.

Estou preocupado com a condição social do povo brasileiro.

a performance da Petrobrás é devido ao fato de ser um monopólio, ou seja não tem concorrência.

Temos que engolir o preço que a Petrobrás quiser cobrar pelo combustível pois não há outra alternativa.

O monopólio, seja ele estatal ou não. é prejudicial ao consumidor.

Além do mais, o patrimônio da Petrobrás foi todo constituido com dinheiro do contribuinte, dinheiro este que deveria ter ido para a saúde, educação, segurança, seguridade social.

Além do mais, a empresa sonega o imposto de renda.

Isto tudo para beneficiar investidores como Brasil Grande, ás custas da miséria do povo.

Nos Estados Unidos o preço da gasolina é de R$1,70 o litro, na Argentina R$1,60 o litro, na Venezuela R$0,06 o litro, em Angola R$ 0,10 o litro.

Portanto, mais uma vez o brasileiro paga mais caro o combustível e este preço mais alto reflete em todos os demais preços que são transportados por caminhões movidos a óleo diesel.

Se houvesse concorrência, mais empresas de petróleo produzindo, haveria uma administração mais eficiente, preços menores, previlegiando os consumidores ao invez de privilegiar acionistas inescrupulosos que procuram manter o monopólio do petróleo em detrimento do bem estar do consumidor.

A função do governo é zelar pelo bem estar do povo, o que não faz, e não administrar empresas, o que faz mal e porcamente.

Privatização da Petrobrás já, pelo bem do Brasil.

Mano do bem disse...

Como leitor eventual deste blog, se tiver que escolher entre o viés crítico da postagem original ou de algum dos outros comentaristas, ou ainda das demais opiniões que, nessas horas, pipocam nos horizontes da internet, fico com a postagem abaixo, que tomo a liberdade de reproduzir, de Eduardo Guimarães, em seu blog - http://edu.guim.blog.uol.com.br/ -.

Queiram ou não, a clareza, a objetividade, a obviedade, a serenidade e o verdadeiro nacional/patriotismo do autor cativam pela precisão.

Segue abaixo:

(Pedem-me que comente a criação da CPI da Petrobrás. Pois bem, já que pedem, comento.

O personagem “Lulinha paz e amor” foi construído e incorporado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2002 e continua incorporado até hoje. Aliás, o presidente até se gaba disso. Em relação à criação da CPI da Petrobrás pelo PSDB, ele disse, sorrindo, que a oposição está “muito nervosa” e que nervosismo foi o que o impediu de ganhar eleições no passado.

Acho que Lula até pode estar certo. Como estratégia política, manter-se um “Lulinha paz e amor” estes anos todos certamente contribuiu para sua boa avaliação pelo povo e possivelmente lhe permitirá eleger seu sucessor – ou sua sucessora.

Como estratégia para o país, entretanto, a fantasia de paz e o amor que o presidente veste começa a ter um custo exorbitante.

Acabamos de ver um violento atentado contra a ordem econômica praticado pelo oposicionista PPS através do deputado Raul Jungmann. Quem perdeu com esse atentado não foi o governo, porém.

Politicamente, o conto pepessista da poupança lesou apenas pessoas humildes, ingênuas, que devem ter, em grande parte, sacado suas economias de suas cadernetas de poupança antes do aniversário delas e, assim, devem ter perdido um bom dinheiro.

A própria caderneta perdeu quase um bilhão de reais por meio de saques gerados pelo alarmismo do PPS. O governo perdeu? Não perdeu. Ele vinha vendo a poupança crescer além do desejado – e, inclusive, foi por isso que alterou suas regras.

Quem perdeu foi a população. Lula não perdeu nada. Muito menos eleitoralmente. Menos de 1% das cadernetas serão afetadas pela “mexida” que ele deu nas regras. A quantidade de eleitores que acreditou no PPS não deve dar para eleger um vereador em São Paulo.

Agora, às vésperas da assinatura de contratos internacionais de financiamento da exploração do pré-sal, a oposição, visando dificultar os interesses do país por medo de que seu condutor marque um grande tento antes das eleições do ano que vem, decidiu partir para mais um ato de sabotagem.

A mídia, eterna aliada do PSDB, ajudará a repercutir internacionalmente suspeitas “gravíssimas” sobre a Petrobrás de forma que os financiamentos internacionais não saiam. Perde o país, acima de tudo. E o PSDB, não é que ganha, mas retira mais um dos muitos trunfos eleitorais que Lula vem acumulando um após o outro.

O presidente não briga, porém. Politicamente, como ele afirmou, não é recomendável. O país perde, claro, mas não foi ele que o sabotou. Foram os tucanos, ora. Foi Serra, no fim das contas.

Cedo ou tarde as pessoas saberão. A blogosfera irá difundir a teoria fácil de assimilar de que Serra manda sabotar o país – mesmo que Lula diga que foi Arthur Virgílio – para lucrar eleitoralmente e, no fim, o feitiço acabará virando mais uma vez contra o feiticeiro.

Contudo, o país perde. E é uma depois da outra. Temos que pagar pela irresponsabilidade da oposição, mas também pela do governo. Aquela porque sabota o país e este porque não a denuncia, não reage à altura, não briga por nós, pois sabe que perderia eleitoralmente.

Lula não perderá nada. Ele acha que não deixaríamos os sabotadores do país vencerem só porque não reage. Acha que essa não é uma opção para nós e que, portanto, não poderemos adotá-la, pois prejuízo maior seria deixarmos se elegerem esses que, quando estão no poder, costumam pôr o país em liquidação.

Como se vê, é realmente exorbitante o preço da paz e do amor que integram o cerne da estratégia lulista de não partir para cima desses desgraçados só para “não assustar o eleitorado”, o qual eles é que está assustando ao ficarem “nervosos” e partirem para essas loucuras que prejudicam tanto o eleitorado oposicionista quanto o situacionista.

Só não sei até que ponto continuarei me dispondo a compactuar com esse preço que o país está pagando pelas estratégias políticas do presidente Lula. De repente, acabo me convencendo de que ele tem tanta culpa pela sabotagem do país quanto têm os sabotadores de fato, e mando tudo isto pro inferno.
-por Eduardo Guimarães-)

CPI Brasil (Roy Lacerda/Editor) disse...

FERNANDO: ASSINO EM BAIXO E EM CRUZ O SEU PONTO DE VISTA. O ARTHUR VIRGILIO JÁ DECLAROU QUE A APURAÇÃO SERÁ RESGUARDADA O QTO POSSÍVEL. DADO ENTÃO O INDÍCIO DA P-I-Z-Z-A.

Fernando "O Mascate" disse...

Bem meus amigos diante de tantas polêmicas só tenho uma coisa a dizer:
Se a oposição está nervosa, e se a Petrobrás está sendo gerenciada à contento e com isso não tem nada a esconder, é só o governo deixar a CPI avançar e depois provar que estavam errados.
Agora é de se causar estranheza quando um governo está "tranquilo" e tenta por todos os meios barra a CPI.
Essa conversinha do Batráquio diante das camêras fazer pose de bom moço e por trás usar de todos os meios para impedir o avanço nas investigações já deu na vista e só um esquerdopata ainda não enxergou.

Se a Petro está legal, não vejo motivos para não fazerem a CPI.

Fernando "O Mascate" disse...

Eu queria apenas saber do Sr, Brasil Grande. Já que ele tem tantas estatísticas e números, quais os motivos que levaram uma empresa com essa "saúde" que ele aponta nesses números pedir DOIS MILHÕES emprestados junto a CEF.
Se vier com a desculpa de que eram para pagar impostos imediatos, a mesma que o governo deu, então a denúncia de manobra para "engavetar" QUATRO MILHÕES EM IMPOSTOS tambám é verdadeira.
Sobre ele nunca haver ganho tanto dinheiro no mercado de ações quanto nestes últimos anos em ações da Petro, digo que eu nunca ganhei tanto com Usiminas, Gerdal, Petro, e VALE. Talvez o Sr. Brasil não tenha notado que o mundo estava aplicando nas "BLUE CHIPS" da bolsa de SP, e todas elas estavam disparando e muita gente enriqueceu do dia para a noite.
Assim como muita gente comprou ações da Nossa Caixa em um dia e no dia seguinte foi ventilado que ela seria vendida ao BB, uma valorização de 42% em apenas 12 horas. MANIPULAÇÃO.
E sobre os rendimentos das ações da Petrobrás, ESPECULAÇÃO. O resto é conversa para boi dormir.
Uma empresa estatal que detém o monopólio de exploração, refino e comercialização de petróleo em um país do tamanho do Brasil, tem a obrigação de ser grande.
Mas não seria tão grande se houvessem outras empresas em ma concorrência justa e limpa. Com monopólio fica muito fácil fraudar balanços.
E o governo não quer CPI para não aparecerem as sujeiras que são cometidas na administração da Petrobras, desde sua fundção. Empresa estatal no Brasil significa Caixa II para campanha de político safado. Não esqueça do Banespa e da Vale.

BRASIL GRANDE disse...

Fernando!


A Petrobrás está exatamente na fase de atrair capitais para os investimentos do pré-sal. É justo do ponto de vista dos reacionários, dos sectários e dos despóticos querer que o Brasil não avance com a alavancagem que esse patrimonio gerará.
O Fernando disse que a Petrobrás emprestou 2 MILHOES, está equivocado, foi 2 BILHÕES, e já que pediu para saber as razões, eu me proponho a explicar:

O Plano de Negócios 2008-2012 da Petrobrás prevê investimentos de US$112,4 bilhões (média anual de US$ 22,5 bilhões), com necessidade de captações médias anuais de US$ 4,0 bilhões.

Com uma extensa carteira de projetos e excelentes perspectivas de crescimento, a Petrobras vem aumentando fortemente seus investimentos. Até setembro, no Sistema Petrobras foram investidos US$ 20,2 bilhões (resultados em conformidade com a legislação brasileira convertido pelo dólar médio do período), um crescimento de 32% (em dólar) em relação ao mesmo período do ano anterior.

No curso de suas atividades operacionais e financeiras, a Petrobras sempre acessa os mercados de capitais e bancários nacionais e internacionais. A Companhia sempre analisa todas as alternativas de financiamento, buscando sempre as opções mais adequadas ao perfil de sua dívida, seja na parte de custos como nos prazos.

Em virtude das condições atuais do mercado financeiro internacional e a solidez do Sistema Financeiro Nacional, as companhias brasileiras, incluindo a Petrobras, vêm utilizando com maior freqüência o mercado doméstico para suprir suas necessidades normais de financiamentos.

Além disso, a evolução do câmbio propicia melhores condições para captações no mercado interno, diminuindo a exposição da empresa a dívidas em dólar.

Os lucros recordes no terceiro trimestre de 2008 e nos nove meses de 2008 foram obtidos pelos excelentes resultados operacionais (aumento da produção de óleo e gás natural, aumento da venda dos derivados e melhores preços).

Até setembro a geração de caixa em suas atividades operacionais totalizaram R$ 34,7 bilhões mais R$ 4,4 bilhões em financiamentos líquidos.

Foram utilizados R$ 35,2 bilhões em atividades de investimento e pagamento de R$ 6,2 bilhões em dividendos, resultando em uma geração líquida negativa de R$ 2,3 bilhões e um caixa de R$ 10,8 bilhões no final de setembro.

Esses valores fazem parte das demonstrações contábeis da Companhia, arquivada na Comissão de Valores Mobiliários e amplamente divulgadas ao mercado.

Porém parte do aumento no lucro líquido é reflexo da valorização do dólar. No terceiro trimestre de 2008 houve um ganho financeiro de R$ 3,5 bilhões (variações cambiais sobre os ativos líquidos expostos) contra uma perda de R$ 1,2 bilhões no segundo trimestre de 2008, sem contudo representar maior geração de caixa para a Companhia.

Em outubro, a Companhia teve maiores gastos com impostos e taxas, com o recolhimento de mais de R$ 11,4 bilhões no mês. Parte desses pagamente refere-se ao Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro, devido ao maior Lucro Líquido apurado no terceiro trimestre de 2008 e participações especiais calculadas com base no valor de pico do preço do petróleo.

O Faturamento Bruto mensal médio nos nove primeiros meses do ano foi de R$ 17,3 bilhões.

É importante ressaltar que as captações efetuadas fazem parte do curso normal das atividades da Companhia, que apresenta hoje baixos níveis de alavancagem financeira, permitindo aumento de captações sem comprometer a estrutura ótima de capital e a financiabilidade de seus projetos.

Agora eu é que gostaria de entender o raciocínio do blogueiro quando diz "Com monopólio fica muito fácil fraudar balanços." Ora, a Petrobrás faturou recentemente um prêmo internacional de agências estrangeiras estupidamente criteriosas, por sua transparência. Será que tenho que me deixar convencer pela "achismo" do blogueiro e de alguns de seus seguidores que, sob qualquer análise equilibrada serão considerados oposicionistas raivosos.

Saliento ainda que a maior fonte de caixa 2 no Brasil, hoje, vem de empresas privadas que financiam seus preferidos para depois obterem os favores essenciais aos seus interesses escusos. Veja a Camargo Correa, caso mais fresquinho, é o privado querendo roubar do público e vem mais por aí. Nem precisam esperar sentado que não chegarão a cansar.

Sejam pelo menos razoáveis meus caros, é um posicionamento no mínimo inteligente.

Maracanã disse...

Corre solta em Brasília os reais motivos da bancada tucana no senado em buscar implantar o CPI da Petrobrás.
Um acerto de contas com o Partido do Trabalhadores. Foi esse o único intento do PSDB. Com os aplausos dos dos governadores tucanos insatisfeitos com o Palácio do Planalto, os tucanos compraram a sugestão da comissão para retaliar os petistas, que apresentaram um pedido de CPI na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul a fim de apurar denúncias de caixa 2 na campanha da governadora tucana Yeda Crusius. Essa "estratégia" antipatriota serviu também para pressionar o governo a compensar os estados pela redução nos repasses da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), vindícia que tem como porta-voz o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, um dos pré-candidatos do PSDB à Presidência da República.

A regra opocionista em vigor é: "pelo poder, nem que seja preciso detonar os interesses nacionais"

VERGONHA!

Fernando "O Mascate" disse...

Meu caro Brasil Grande.
Vejo que está passando horas atrás de informações sobre a Petro, mas volto a dizer, porque uma empresa que tem tantos rendimentos e lucros como a Petro, precisaria ir à bancos pedir 2 bi como você mesmo disse e eu falhei no montante quando falei em Milhões. Tanto lucro, um caixa saudável, rendimentos exorbitantes, salários irreais pagos a seus funcionários (muitos que estão na Petrobrás tem mais é que ficar a favor do Batráquio e orar diariamente para que não privatize, pois no mercado privado nem com MBA e mais uns cinco ou seis "canudos" dos bons, jamais irão conseguir tamanha mamata e ganhar tanto dinheiro como naquela MÃE que é essa estatal)
Quanto a prêmios, volto a dizer a petro tem mais de 50 anos e está aí no mercado desde os militares, portanto, o governo do Batráquio pegou o bonde andando e muitas dessas suas afirmações em investimentos já estavam em curso, o Pré Sal, já se sabia dessas reservas há tempos, mas o Batráquio em uma manobra eleitoreira e populista adiantou o anúncio, ou será que você não lembra que a cada escândalo que pipocava a Petro no dia seguinte anunciava mais uma descoberta de reserva? E com isso as bolsas explodiam e os "especuladores brancos de olhos azuis que aplicam na bolsa desde os anos 90" ganhavam mais e mais dinheiro.
Tudo manipulado, especulado e jogado para o povão engolir. A Patrobrás é grande há algumas décadas, mas nunca foi tão utilizada por um governo quanto esta sendo agora, jogam o nacionalismo e o ufanismo patriótico em cima dessa empresa e vão formando opiniões e ganhando eleições, muita grana por debaixo dos panos. Ou você pode me afirmar categoricamente que a "tchurma" do Batráquio não ganhou muita grana com os anúncios sistemáticos de descobertas do Pré sal? Esse povo não aplicava na bolsa né?
Os balanços são manipulados assim como o cabidasso de emprego que a estatal virou, caso contrário o governo não iria querer barrar a CPI, isso é claro como água. Ou então o governo quer barrar a CPI para não derrubar o valor das ações da empresa na bolsa e com isso não perderem muita grana. Ou você acredita seriamente que estão preocupados com o patrimônio do país ou o dinheiro dos acionistas?
Meu caro, caixa dois de campanha em empresa privada é um problema do dono da empresa, se ele quer jogar dinheiro fora em cima de candidatos isso é com ele e com a justiça eleitoral, ou até da receita federal, agora caixa dois em empresa estatal é problema do povo brasileiro que de uma forma ou de outra acaba pagando os rombos que a tchurma do poder vai abrindo, e não só neste governo hein?
Quanto ao Pré sal a história vai dizer, o mundo sabe que explorar essas reservas com o preço do petróleo como está no mundo é inviável, mas isso o governo não fala. Afinal se der prejuízo o povo paga.

PRIVATIZAÇÃO JÁ!!!! Essa conversinha de "O PETRÓLEO É NOSSO!!" é tão cretina quanto o " A AMAZÔNIA É NOSSA!!!"
Nossa? Há há há!!!
E o caso da Camargo Correa e tantos outros não vai dar em nada, sabe porque? Por que o governo e todos os políticos são farinha do mesmo saco nem para o Daniel Dantas vai dar punição, assim como não vai dar para o LULLINHA empresário, e nem para a dona da Daslú, tudo pirotecnia para enganar eleitor ignorante e brasileiro crente em boas intenções de governo populista.
Ou você esqueceu que o Maluf passou 45 dias em cana e hoje é deputado?
O Brasil está podre, precisa ser passado à limpo e a turma da ética e da moralidade que foi eleita como esperança de mudanças está aí fazendo pior que os outros. Ou você é tão inocente que não enxerga a sacanagem?
Meu caro, o Brasil é grande demais para o povo que tem.

E os balaços e números que você coloca em seus comentários para mim não dizem nada moral, podem dizer algo economicamente, mas moralmente, não vejo nada.
Quanto mais essa empresa for saudável ou rentável a divisão do butim está garantida, nem que para isso se compre alguns corações e mentes. Meu título de eleitor é um documento de cidadania e com ele eu exerço essa conquista, agora tem gente que vota apenas para manter empregos, ou benefícios, e assim caminha o Brasil Grande.

Fernando "O Mascate" disse...

Maracanã, não sei qual é o seu espanto diante de tanta maracutaia, afinal esse é o jogo que o PT também participa junto com o governo federal, ou você acha que para manter o PMDB debaixo da bota do Batráquio não houveram jogadas sinistras? Ou você é tão inocente que acredita que só os outros são capazes de fazer tanta sujeira?
meu caro esse é o jogo do "pudê" e quando é contra a PTralhada sempre tem uma tropinha de choque de indignados apontando o rabo alheio.
Acorda, o PT é tão sujo e canalha quanto qualquer outro que por lá passou, ou você ainda acredita em Papai Noel?

BRASIL GRANDE disse...

Meu caro Fernando!

Você faz um monte de denúncias, desconfia de todos os políticos, mas falha em não trazer informações objetivas e claras que possamos adotar.

Você atira para todos os lados e como um soldado confuso, de dentro da trincheira, atira sem usar a alça de mira, gastando munição em vão.

É preciso ser mais pragmático e menos enleado para convencer as pessoas esclarecidas.

Eu te municio com informações sérias e é o que eu espero deste blog como moeda de troca.

Evasivas e escapatórias reforçam
ainda mais as opinões contrárias a tua.

Fernando "O Mascate" disse...

Meu caro Brasil Grande.
Fique na sua trincheira e atire apenas no que você enxerga.
Sou um soldado confuso em ver que este país é maravilhoso e que seu povo é otário de carteirinha. Nunca chegaremos a lugar algum com papo furado e informações "sérias" buscadas em veículos "chapa branca" ou em articulistas vendidos a preço de banana para o DESgoverno.
Minha munição é farta e continuarei atirando para todos os lados tal como um soldado insandecido que pode até acabar se tornando algóz de seus próprios companheiros.
Este blog não é de economia ou finanças é um espaço para que todos os indignados venham e descarreguem suas opiniões, sejam elas favoráveis ou contrárias ao que penso.
Não estou aqui fazendo exercícios de contabilidade, sei o que sei e julgo apenas pelo que vejo, afinal não sou tão velho assim, uns 50 anos nas costas de muita batalha para chegar onde cheguei. Apenas estou farto em ver que usam o poder como massa de manobra de um povo estúpido e perdulário, esse mesmo povo que vai até uma loja e compra uma TV em 24 parcelas e diz que dá para pagar, afinal são só R$ XX,XX por mês.. Mas não sabe fazer conta de que nesse xx por mês está com uma taxa de juros de mais de 100%, um povo que não sabe fazer contas, um povo que troca votos por comida e morre à míngua nos corredores do hospitais, um povo que dorme por dias à fio diante de um estádio de futebol esperando abrirem as vendas para ingressos da grande final de futebol, um povo que sai no tapa por um ingresso, que briga por um time que sabe de cor a letra do último sucesso do rádio mas não sabe a letra do hino nacional. Um povo que briga entre sí por motivos dos mais banais mas tem vergonha de exercer sua cidadania e cobrar os seus direitos.
Se para ser um soldado com "alça de mira' eu precise me tornar um desses, saia da frente pois lá vem chumbo indiscriminadamente até que acabe a minha munição ou que eu seja abatido em combate.
Acredito que só com muito investimento em educação talvez em uma ou duas gerações eu consiga sair da trincheira insana em que estou.
Mas de minhas convicções eu não abro mão jamais, sou contra empresa estatal, não acredito em classe política, estou aqui para tentar mostrar que com conversa mole e voto este país não irá mudar, e se para isso for necessário pegar em armas, acredite, eu pegarei.
Sou um brasileiro cansado da sacanagem que estão fazendo com nosso país, estou cansado de ver um presidente sorridente ir a TV e dar uma de "O CARA" e no mesmo noticiário ver meninas de 14/15 anos se prostituindo por falta de comida, educação e proteção. Estou farto de hipocrisia, talvez até um tanto cego pela indignação, mas idiota eu não sou, e nenhum governante vai me enrolar com conversa mole e sorrisinho maroto.

Laguardia disse...

Brasil Grande

Se você se muncia de informações sobre a Petrobrás, não terá problemas em responder a algumas perguntas.

1. Esta se refere a que o Fernando fez e não teve resposta com relação ao empréstimo feito pela Petrobrás.

2. Quando é que foi, pela primeira vez, descoberto e noticiado a existência de petróleo no pré sal?

3. Qual é o custo de extração do barril de Petróleo no pré sal?

4. Para ser economicamente viável, qual deverá ser o preço do barril de petróleo extraido do pré sal no mercado?

5. Quando é que se inciou a exploração de petróleo em águas profundas?

6. Por que o preço dos combustíveis no Brasil são tão mais caros do que nos demais países produtores de petróleo?

7. Se somos auto-suficientes em petróleo como afirmou o governo Lula, porque estamos importanto petróleo?

8. Ainda com relação a auto-suficiência em petróleo, se produzimos tudo que precisamos, porque o preço internacional do barril de petróleo afeta o preço dos combustíveis no Brasil?

9. Por que é que o contribuinte tem que tapar roumbos no Plano de Pensão da Petrobrás, a Petros?

10. Por que diretores da empresa denunciados pelo Ministério Público por maracutais no pagamento de royaties a muncípios não foram demitidos?

11. Por que é que Silvinho Land Rover recebeu um carro de presente de um fornecedor da Petrobrás?

12. Por que é que a administração da Petrobrás não pode ser transparente a seus donos (o povo brasileiro)?

Há muitas outras perguntas.

Mas o Fernando está coberto de razão. É muito fácil uma empresa dona do monopólido da extração, refino e distribuição de petróleo e combustíveis ser uma empresa grande e lucrativa. Qualquer idiota do PT consegue administrar com tanto portecionismo, ainda mais quando a empresa precisa recorre aos fundos do tesouro nacional, como fez para cobrir rombos da Petros.

Quero ver como esta administração se sairia com concorrência acirrada no mercado, tendo que competir em qualidade, produtividade e preços.

Aguardo suas respostas e não mais blablabla.

BRASIL GRANDE disse...

É impressionante o reacionarismo e a visão detupartada em relação a Petrobras e a realidade dos fatos.

Já que vocês não sabem, respondo-lhes:

1. Esta se refere a que o Fernando fez e não teve resposta com relação ao empréstimo feito pela Petrobrás.

Está muito bem explicado, ao menos para quem tenha um raciocionio mediano. Vá em qualquer banco e veja lá o limite de crédito que a Petrobras tem, aí vocês verão que 2BI são trocados diante da capacidade de endividamente e a credibilidade que essa empresa detem.
E capacidade de endividamento competentemente usada, é quando é usada justamente para os investimentos que a companhia esta fazendo. A petrobrás deverá tomar 4 BI a cada ano para poder complementar os recursos para os investimentos necessários.

2. Quando é que foi, pela primeira vez, descoberto e noticiado a existência de petróleo no pré sal?

Nessa pergunta tentas colocar-me num briguinha de lavadeiras, entre petistas e demotucanos, que pouco me interessa, o que me interessa é o que se colhe a partir da camada de pré-sal, para o Brasil,para seus cidadãos, para a empresa como um todo e para seus sócios.
Essa questão pode dar prazer a petistas e demotucanos, literamente, babacas.Para mim não!

3. Qual é o custo de extração do barril de Petróleo no pré sal?

Os custos em àguas profundas variam entre US30 e US70, com redução de custos sistemáticos dado a evolução da tecnologia, para a camada de pré-sal a Petrobrás já tem em sua planilha, frutos de seus estudos técnicos e primeiras negociações com fornecedores, viabilidade do pré-sal com preço de mercado já abaixo de US40,00. Veja só que maravilha para o nosso país. Ou você não acha?

4. Para ser economicamente viável, qual deverá ser o preço do barril de petróleo extraido do pré sal no mercado?

questão esclarecida acima

5. Quando é que se inciou a exploração de petróleo em águas profundas?

Em águas profundas a Petrobras explora petróleo a mais de 20 anos.
Já na camada de pré-sal começou em setembro do ano passado, no campo de Jubarte e em maio corrente iniciou na bacia de Santos, região onde há expectativa de imensos volumes de reservas. Somente em dois campos cujas reservas são oficialmente conhecidas, Tupi e Iara, as estimativas preliminares dão conta de 8 a 12 bilhões de barris recuperáveis de óleo equivalente (boe), o que praticamente dobra as reservas de 14 bilhões de boe atuais. Analistas, no entanto, estimam que as reservas de toda a região podem conter algo em torno dos 100 bilhões de boe.


6. Por que o preço dos combustíveis no Brasil são tão mais caros do que nos demais países produtores de petróleo?

Nosso preço segue um padrão interncional e foi sustentado pela Petrobrás, em nome do desenvolvimento do Brasil, e contrário aos interesses dos acionistas, durante o salto do barril de US25para US130. Caso seguisse padrões do governo anterior a gasolina, por exemplo, teria chegado a mais de R$6,00 o litro.

7. Se somos auto-suficientes em petróleo como afirmou o governo Lula, porque estamos importanto petróleo?

Atualmente, o Brasil exporta petróleo do tipo pesado, que tem valor mais baixo no mercado, e importa o tipo leve, mais caro. Isso provoca um déficit nas receitas de comércio exterior: em 2008, o país exportou 158,1 milhões de barris (ganho de US$ 13,6 bilhões [R$ 29,2 bi]) e importou 147,9 milhões de barris (gasto de US$ 16,3 bilhões [R$ 35 bi]), de acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

Este é mais um um mito que existe, de que o alcance da meta ou e a conquista da auto-suficiência, farão com que a estatal deixe de importar óleo. Hoje, pelo menos 300 mil barris de óleo leve chegam ao Brasil por dia, vindos principalmente da Nigéria. Este volume é necessário para ser misturado ao óleo pesado que é produzido no país. Para se ter uma idéia, a maior parte do óleo produzido pela Petrobras atinge no máximo 30 graus API (medida que estabelece o nível de leveza do óleo – quanto mais próximo de 50, melhor), enquanto o óleo importado é de mais de 45 graus, beirando os 50.
Este perfil das reservas brasileiras, entretanto, pode mudar.
Já foram localizadas reservas de óleo leve em pequenas quantidades, em campos no Nordeste, outra com gás associado na Amazônia e, principalmente, a grande reserva localizada no Espírito Santo. Esta, particularmente, terá uma antecipação do início de sua produção para o final do ano que vem, o que permitirá à Petrobras reduzir consideravelmente sua importação de óleo. Outra estratégia da companhia para reduzir esta dependência do óleo importado é a adaptação de suas refinarias para passarem a produzir diesel a partir do óleo pesado produzido aqui.
Na verdade, sempre precisaremos importar alguma coisa para fazer uma espécie de blend, mas o ideal é que cada vez este volume reduza mais e mais.



8. Ainda com relação a auto-suficiência em petróleo, se produzimos tudo que precisamos, porque o preço internacional do barril de petróleo afeta o preço dos combustíveis no Brasil?

Não afetou no último episódio de explosão do preço do petróleo pelas razoes aclareadas para vocês em esclarecimento acima. OK?

Como a Petrobrás é uma empresa de capital aberta precisa se parametrizar preço de mercado. Isso é mais do que óbvio.

9. Por que é que o contribuinte tem que tapar roumbos no Plano de Pensão da Petrobrás, a Petros?

Todos os grandes rombos da Petros tiveram seus auge na década de 90. Por que será?
Cabe aos sindicatos a FUP e a Petrobrás resolve-las. Se a Petrobrás tiver que arcar com recursos, eu estarei perdendo como acionista direto e como cidadão ou acionista indireto, muito menos do que já perdi com as empresas privadas de capital aberto.

10. Por que diretores da empresa denunciados pelo Ministério Público por maracutais no pagamento de royaties a muncípios não foram demitidos?

A vontade da ignorância é enforcar sem julgamento. Isso eu não faço e nem desejo que um dia,em quaisquer circunstâncias façam comigo ou com algum de vocês.

11. Por que é que Silvinho Land Rover recebeu um carro de presente de um fornecedor da Petrobrás?

Mais uma questão que as lavadeiras adoram.

12. Por que é que a administração da Petrobrás não pode ser transparente a seus donos (o povo brasileiro)?

Tudo, a não ser o que for estratégico, é tranparente na Petrobrás. Todo o mercado brasileiro e mundial de capitais sabem disso e botam dinheiro nela.
Todas as informações que tenho são produto da transparência da companhia.
Vcs precisam perder essa verve antidemocrática de projeto de tirano para poder separar o que é bom do que é ruim nas pessoas, nas instituições e nos governos.

Espero poder, apesar de breve, ter ajudado os senhores a depurar as informações para que se chegue o mais perto possível do que é e não do que queiram que seja.

Andei por aqui com o intuito de botar um pouco de luz nas trevas, mas acho que já tirei muito do tempo de vocês e compreendi que o que se pretende aqui não é depurar as informações e sim carregá-las de um ranço de modo a obter dos de menor percepção o juízo político que lhes melhor convém.

O que se vê aqui é uso frequente e pouco dinâmico de sofismas de todo gênero e da retórica vazia de conteúdo e impregnada do vírus do fundamentalismo conservacionista, traduzida no blablabla que se tenta imputar a mim, veja só o ridículo.

Como a discussão escorrega muitas vezes para o preconceito e para o prejulgamento vou procurar outros espaços em que se possa discordar e discutir em bases reais e em alto nível.

Mas de qualquer maneira, um abraço.

Laguardia disse...

Brasil Grande

Obrigado pelas respostas. Muitas ainda são debatíveis e poderíamos continuar, mas não sou dono do blog. No entanto você demonstrou que pesquisou e tem conhecimento de causa.

No entanto quero fazer algumas considerações e tenho certeza de que como pessoa inteligente vai entender.

1. Sou capitalista por convicção. Isto é acredito que a função do governo é a de cuidar da saúde, educação, segurança e seguridade social do povo. Garantir a justiça social, fiscalizar as empresas particulares para que cumpram as leis estabelecidas no país.

2. Acredito que a livre concorrência no mercado é o melhor sistema para garantir ao povo produtos de boa qualidade a preços justos e honestos.

3. Acredito que o monopólio, seja ele privado ou estatal, assim como o oligopólio são prejudiciais a sociedade.

4. Infelizmente ainda temos empresas estatais, como a Petrobrás, que são utilizadas como moeda de barganha política para acordos. E qual o interesse de um partido ter alguém na diretoria de um empresa como a Petrobrás a não ser para auferir ganhos financeiros?

5. Silvinho Lad Roover não é conversa de lavadeira, é caso de polícia. Aliás é reu confesso já cumprindo pena alternativa.

6. Finalmente, não importa o tamanho da empresa ou sua lucratividade, não é função do governo administrar empresas, isto é conflito de interesses e o povo só sai perdendo.

7. A telefonia é um bom exemplo do sucesso da privatização. Hoje quase todo o cidadão brasileiro tem telefone.

Portanto, finalizando e não tomando tempo e espaço do Fernando (aliás sua resposta a pergunta dele não convenceu, explica muito mal) Privatização da Petrobrás já para o bem de todos.

Fernando "O Mascate" disse...

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) negou pedido da Petrobrás para prorrogar, por mais quatro anos, os prazos exploratórios dos blocos da área do pré-sal na Bacia de Santos. A decisão, tomada em reunião de diretoria na agência anteontem, pode obrigar a estatal e seus sócios a devolver parte das concessões ao governo, caso não consigam confirmar, dentro do prazo estipulado para cada área, a existência de reservas de petróleo e gás.

O pedido da Petrobrás referia-se aos blocos exploratórios BM-S-8, BM-S-9, BM-S-10, BM-S-11 e BM-S-21, onde estão todas as descobertas da estatal no pré-sal de Santos, incluindo os campos de Tupi e Iara, que juntos têm reservas estimadas em até 12 bilhões de barris de petróleo. A empresa alegava que precisaria de mais tempo para avaliar toda a extensão das concessões, por causa da dificuldade de obtenção de equipamentos no mercado.

O prazo para exploração das áreas venceu entre 2007 e 2008, mas a ANP já havia aprovado uma primeira prorrogação. Agora, a Petrobrás pediu mais quatro anos. A empresa já trabalha em algumas descobertas nestas concessões, com planos de avaliação vencendo em 2009 (Júpiter), 2010 (Tupi e Iara), 2011 (Carioca e Parati) e 2012 (Guará).

Esses prazos, porém, referem-se apenas ao entorno das descobertas e não cobrem toda a área de concessão - tratam-se dos maiores blocos já licitados no País, com até 5,3 mil quilômetros quadrados, caso do BM-S-11. "Nenhuma companhia do mundo conseguiria explorar sozinha uma área deste tamanho em apenas quatro anos. Ainda mais com as dificuldades tecnológicas da região", diz um experiente geólogo, para quem a decisão da ANP foi correta.

A avaliação do mercado é que a autorização para mais um adiamento equivaleria a passar por cima dos contratos de concessão. A ANP já teve problemas com o Tribunal de Contas da União (TCU) no início da década, por garantir à Petrobrás duas extensões de prazos exploratórios de blocos concedidos antes do fim do monopólio estatal. Na época, o TCU chegou a ameaçar tomar as áreas da companhia, mas um acordo permitiu a continuidade das atividades.

Há, no mercado, quem veja na decisão da ANP sinais de que o governo já optou por ceder as áreas devolvidas a uma nova estatal que seria criada para gerir o pré-sal. Em vez de manter as áreas nas mãos da Petrobrás e seus parceiros, elas passariam ao controle da União, que definiria a melhor maneira de explorar e obter os ganhos com a produção do petróleo encontrado embaixo da camada de sal.

A Petrobrás não quis comentar o assunto, alegando que se trata de decisão do órgão regulador. Fontes próximas argumentam que a dificuldade na busca por sondas de perfuração é real e vai dificultar a exploração das áreas no prazo previsto. Em sua decisão de ontem, a ANP garantiu à estatal a prorrogação apenas do prazo para perfurar um poço opcional do plano de avaliação do BM-S-8, trabalho que poderá ser feito até 2012.

Diante dessa notícia presumo que o governo foi leviano e espetaculoso, populista e mentiroso quano do anúncio das reservas. Nossa tão propalada "independência" deu-se no àlcool, esse sim um combustível barato e renovável. Sobre o Pré Sal, nada ainda está relmente definido, retirar alguns litros da camada não significa que iremos produzir riquezas, afinal ainda é incerto o futuro econômico do mundo, o petróleo está em queda de consumo no mundo, o dollar oscila demais, não é certo que o barril fique no patamar de U$ 56,00 como está hoje, toda essa conversa é inutil, pois ainda não foram feitos marcos regulatórios sérios para esse óleo, ainda existem picuinhas administrativas entre ministros que já querem uma percela dos rendimento do pré sal para suas pastas, as cidades sede das bases ainda não sabem ao certo como serão pagos os Royalties da exploração, e nem a Petrobras ainda pode afirmar com certeza que é viável econômicamente essa exploração.
O governo foi leviano e jogou seu populismo nessa aposta, assim como não parava de falar em "bio diesel" até o surgimento do Pré sal, depois disso, alguém ouviu o presidente falar novamente em Bio diesel?
E o àlcool, a tecnologia exclusiva do Brasil, um combustível renovável, barato e não poluente, já instalado e provada sua eficiência, qual o motivo que os governos tem para não prestigiar o programa do álcool? Seria talvez que com o´àlcool a Petrobrás perderia o "poder" no Brasil? E como disse a ministra Dilma, a Petrobrás é o patrimônio nacional. Sendo patrimônio nacional porque deixaram o Evo Morales tomar parte dele no grito? Qual é a desse governo que dá duas refinarias para um para um paiseco de merda na Amérdica do Sul e depois vem com todo ufanismo patriótico dizer que a empresa não pode passar por uma CPI pois é um patrimônio nacional?
São tão filhos da puta que para o povo falam uma coisa e para os amigos fazem outra. As refinarias pertenciam a estatal, ou seja, eram do povo brasileiro e os políticos meia boca deixaram elas escorrerem pelos dedos por IDEOLOGIA, então a ideologia supera o patriotismo. O ufanismo esbarra na irresponsabilidade. Esse governo promete coisas que todos sabemos que ainda são inviáveis, custosas e de tecnologia ainda em desenvolvimento. A descoberta do pré sal assim como a copa do mundo e até a tentativa de sediar olímpiadas no Brasil são jogadas de propaganda que leva este povo tolo a acreditar que Deus realmente seja brasileiro.

Dois em Cena disse...

Mascate...vc realmente é um democrata...eu meteria o salto agulha em alguns comentaristas.Delícia de leitura....
Para o pessoal com mais de dois neurônio, o meu abraço.
Só rindo!