* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sexta-feira, maio 01, 2009

Encontrado o pai do Batráquio Boquirroto vivendo clandestinamente em Putaqueparovzki.

video


Share/Bookmark

11 comentários:

BRASIL GRANDE disse...

A revista americana "Energy" divulgou por MarketWatch e Yahoo Finance que o Brasil foi eleito "País do Ano" e convidou o executivo federal para a cerimônia, na segunda, em Houston. "Os anfitriões são Petrobras, Chevron e Exxon", entre outros. Na mesma direção da aumento de credibilidade que o Brasil vem conquistando, o Eximbank americano abriu linha de crédito de US$ 2 bilhões para a Petrobras.
Dá-lhe sapo barbudo!

Fernando disse...

Huá huá huá!!!!
Revista quem?
Meu caro vocês aceitam qualquer revistinha como reconhecimento?
Qual é a tiragem desse magnífico exemplar de mídia?
Quem são os anfitriões mesmo?
Petrobrás? Exxon? Chevron?
Interessante ser o país do ano e receber reconhecimento justamente de grupos interessados em explorar o petróleo brasileiro, que, caso você não saiba, já estava lá bem antes de todos nós estarmos sobre a terra.
Acontece que o Maluf, aquele bandidão e maluco do PPS nos anos 80 já falava em petróleo na costa de SP, mas, a PTralhada passou mais de ano deitando o cacete nele, chamando de maluco (não que ele não seja) entre outras coisas, até a Folha de São Paulo publicou durante mais de três meses em primeira página o nariz do Maluf crescendo à cada dia.
Existe petróleo na costa brasileira, principelmente em SP, e não foi o Batráquio que o colocou lá.
Nosso presidente poderia ser Napoleão Bonaparte que seria homenageado da mesma forma, o caso aí é grana e não estado.
Percebe?
Além disso onde a Petrobrás está envolvida por sí só já é duvidoso, talvez você não tenha conhecimento, mas tem mais de 25.000 "cumpanheros" empilhados na folha de pagamento da Petro

BRASIL GRANDE disse...

Bovespa tem melhor mês em 4 anos e sobe 15,55%
“Impulsionada pela entrada de capital externo, a Bovespa cravou alta de 15,55% em abril, o que representou seu mês mais rentável desde fevereiro de 2005. Na outra ponta, o dólar registrou baixa mensal de 5,91%, vendido a R$ 2,181.As aplicações financeiras que pagam juros renderam menos de 0,90% no mês. Com mais uma redução da taxa básica de juros -e a esperada continuidade no ciclo de queda-, essas aplicações vão render ainda menos daqui para o fim do ano.Os fundos DI, que são os que acompanham mais de perto a oscilação da taxa básica Selic, que na quarta caiu de 11,25% para 10,25% anuais, deram retorno médio de 0,84% no mês. Para o CDB, a rentabilidade média ficou em 0,81%. A poupança pagou 0,55%.Ontem, a Bolsa de Valores de São Paulo chegou a romper os 48 mil pontos. Mas perdeu fôlego no fim do dia, para encerrar aos 47.289 pontos, em alta moderada de 0,13%.José Augusto Miranda, chefe da mesa de operações da HSBC Corretora, lembra que a Bolsa brasileira tem se destacado neste ano, com resultado superior ao de outros mercados.”

Fernando disse...

O cara pálida caso sua memória seja apenas seletiva a bolsa passou dos 70.000 (setenta mil pontos) antes da crise, o Brasil surfava em marolinhas mundiais, e hoje a bolsa oscila de acordo com o merdcado externo, você por acaso que dizer que a recuperação da bolsa é obra de São Lulla da Selva?
Onde você mesmo diz que a poupança pagou 0,55% "Zero Cinquenta e cinco" Um ótimo negócio para um país que não tem a tradição de poupar.
Só que na contramão, os cheques sem fundos subiram 35%, a inadimplência vem batendo em números preocupantes o endividamento do brasileiro cresce a cada dia, o desemprego aumenta. e os juros do cheque especial chegam perto dos 18%, ou seja neste governo que viveu décadas falando sobre os juros extorsivos dos bancos, os banqueiros nunca ganharam tanto dinheiro.
E outra informação para sua festa a caixa econômica federal já está sinalizando prejuízos na casa dos 48%.
Tenha santa paciencia, governar um país com economia mundial e em crescimento é uma coisa, governar um país com crise mundial e ameaça de desemprego é outra.
A marolinha virou ressaca.
E o crescimento que o governo tanto falava em índices de 4/5% se chegarem a 0.5 será comemorado como vitória.
Não esqwueça que já existem mais de 150.000 veículos novos com busca e apreensão por falta de pagamento das prestações, ele salva as montadoras e ferra as finaceiras e bancos, ou seja, o desemprego é o mesmo, mas a cumpanherada tá garantida.
Acorda, meu!!!!

BRASIL GRANDE disse...

O mercado imobiliário parece que começa a virar o jogo a seu favor, com indicativos de reação de vendas no setor, em março, depois de um início de ano sombrio por conta das incertezas geradas pela crise econômica mundial. De acordo com a Lello, empresa líder em administração imobiliária no estado, o mercado de vendas de imóveis usados se recuperou e teve, em março, um crescimento de 64,1% no número de novos negócios fechados na cidade de São Paulo, em comparação a fevereiro.

Fernando disse...

O mercado realmente está aquecido, mas o mercado de material de construção sente bem o reflexo da retração e do endividamento do consumidor, já estão nas alturas os números de cheques devolvidos junto aos pequenos comerciantes que não tem acesso ao financiamento dos bancos e nem do governo.
Vamos orar para que essa demanda em construção cívil não vire uma bolha e estoure como nos EUA.
Não gosto nem de imaginar uma maior retração nesse setor, já estou vendo muita gente fechando portas e demitindo funcionários.
A macro economia pode até estar indo bem, mas a pequena que é justamente onde se tem o maior número de empregos e onde se recolhem os impostos está à míngua.

Geladeiras novas ajudam aos grandes magazines, mas e os pequenos comerciantes que vendem peças de reposição, ou os prestadores de serviço em manutenção que ficarão sem trabalho? Esse povo não conta na cadeia produtiva?
Pensar grande é pensar também no pequeno.
Vejo muita gente boa abrindo o bico...e isso é o que realmente me preocupa, os grandes continuarão conseguindo dinheiro do BNDES e tocando o barco, os pequenos irão afundando um a um na marolinha...

wonamosca disse...

Ministério Público no pé da Editora Abril -
O Ministério Público Estadual acolheu representação do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) e abriu o inquérito civil número 249 para apurar irregularidades no contrato firmado entre o governo paulista e a Editora Abril na compra de 220 mil assinaturas da revista Nova Escola. O valor da obscura transação é de R$ 3,7 milhões e soma-se a outras negociatas entre o tucanato e o Grupo Civita, que também publica a revista Veja, principal palanque da oposição ao governo Lula. Se levadas a sério, as investigações do MPE poderão atrapalhar as ambições do presidenciável José Serra.

O promotor Antonio Celso Campos de Oliveira Faria, designado para o caso, oficiou o órgão do governo estadual responsável pela transação, solicitando que esclareça os motivos da contratação sem licitação e cogitando, inclusive, a suspensão do pagamento. Além disso, ele solicitou que a Associação dos Professores do Ensino Oficial (Apeoesp) informe se foi consultada na escolha da revista Nova Escola e se ocorreram reclamações dos docentes em função do fornecimento, sem consentimento, de seus endereços particulares. Por fim, notificou outras editoras que atuam no ramo educacional, consultando-as se teriam condições de participar de um processo licitatório caso este tivesse sido aberto.
O BRASIL ESTÁ RUIM? NADA QUE NÃO POSSA PIORAR. PARA ISSO É SÓ ELEGER ESSE TAL DE JOSÉ SERRA EM 2010.

BRASIL GRANDE\ disse...

O fim do padrão-dólar na America Latina?
Segundo reportagem desta semana no jornal Valor, “o presidente Lula já marcou data para anunciar seus planos ambiciosos para o uso da nossa moeda nas transações da América do Sul... Na próxima reunião da Unasul, que agrega os países da região, ainda neste semestre, Lula quer apresentar aos parceiros proposta que pode ampliar o uso do real nas relações entre os vizinhos”. Caso a notícia se confirme, será um acontecimento inédito nesta sofrida região, tratada como “quintal dos EUA”, e poderá representar o fim do “império do dólar” no continente.

O estudo desta medida ousada reflete tanto a grave crise econômica dos Estados Unidos, que tem como efeito o derretimento da sua moeda, como o avanço das forças progressistas na América do Sul. Ela seria impensável há alguns atrás, quando os EUA exerciam poder unipolar e gozavam de ampla hegemonia. No mesmo rumo agora defendido pelo Brasil, a China propôs recentemente o fim do padrão-dólar nas transações comerciais e financeiras no mundo. O governo Hugo Chávez também apresentou a proposta da criação do “sucre”, como moeda única na região. A reação do “império ianque da concentração de riquezas" a todas estas propostas tem sido violenta. É o seu poder que está em jogo!

Fernando disse...

Passou da hora de se adotar outros padrões monetários no mundo, a Amérdica Latrina pode criar sua própria moeda, o duro vai ser fazer o Loko chavez calar a boca e ficar quieto.
Precisamos de independência sim, mas de uma forma consciente e responsável, de nada vai adiantar mudar o padrão financeiro para transações se for feito com ódio aos americanos, tem que se esquecer dos gringos e caminhar com inteligência e pelo bem dos países sum Amerdicanos.
Mas o que vejo é uma criação de moeda apenas para se vingar da gringada, uma forma meio que caolha de dizer que são favoráveis à família Castro.
Não esqueça que o mundo é movido a dólar, tente pagar algo em Real, Peso ou "Sucre" em qualquer país fora da Latrina para ver o resultado.
Fazer uma coisa séria é o ideal, essa palhaçada de bufão bolivariano não vai levar a nada.

Mas qual seria o sistema opercional dos computadores dos anti americanos, hein?

BRASIL GRANDE disse...

O batráquio é ousado, foi primeiro amansar os estadunidenes para depois trabalhar a mudança de padrão-dólar.
Hoje o Obama dá tapinhas nas costas do batráquio que vai ocupando os espaços vazios.
Os Estados Unidos não tem espaço para fazer com o Brasil o que fez com o Iraque, quando trocou o padrão-dólar para o padrão-marco nas vendas de seu petróleo,ou seja invadir seu território para sobrepor os interesses ianques naquela região.
A experiência de mudança de padrão-moeda já começou com a Argentina e mostra que é plenamente viável. A China está se propondo a fazer o comércio com o Brasil dispensando o dólar americano.
Dado o derretimento da moeda estadunidense, esse é um movimento sem retorno. Espere para ver!

O que o preocupada em relação aos sistemas operacionais dos computadores. Isso é um produto de empresa privada que precisa vender para sobreviver e para contribuir nas soluções econômicas dos USA.
Além do que esses sistemas se fossem negados seriam facilmente copiados, recriados, melhorados e utilizados a vontade, sem que se pudesse fazer nada.
Precisamos lembrar que acordos comerciais rompidos valem para ambos os lados, não é?

Podemos até falar do excesso de "cumpanheros" na Petrobrás, mas obrigatoriamente precisamos reconher, por óbvio, que ele nunca esteve tão bem, tanto que a Global Reporting Initiative (GRI), entidade internacional que é referência em relatórios socioambientais, premiou a Petrobras, com o título de companhia mais transparente do mundo. A empresa foi eleita por diferentes leitores de balanços - de representantes de ONGs a executivos, passando por governos e empregados de empresas -, numa votação que contou com a participação de 1,7 mil pessoas.

Anote, meu caro, que a bolsa é o retrato imediato da credibilidade do país e de suas empresas.

Em relação a linha branca, mais especificamente, a geladeiras, é preciso ressaltar que é outro braço forte da cadeia produtiva nacional. Dizer que peças de reposição e serviços de concertos movem significativamente a economia, revela desconhecimento.

Faz quanto tempo que você concertou sua geladeira?

Eu tenho uma há dez anos que nunca precisou de nada. Agora estarei trocando por uma nova. A minha antiga doarei para um dos zeladores do prédio onde moro e ela continuará na ativa, e se precisar de concerto aquele setor da economia que você tanto se preocupa será acionado, como o seria se pifasse em minhas mãos.

Não gosto do batráquio tanto quanto você, mas não vou deixar de raciocinar com equilíbrio e sabedoria porque não gosto dele. Isso pode depor contra nossa capacidade de entendimento.

Fernando disse...

Meu caro Brasil Grande, desconhecimento é uma coisa que eu não tenho sobre assuntos que envolvem os micros e pequenos empresários, lido com esse pessoal diariamente e sei onde o calo desse povo dói.
Sua geladeira tem dez anos, parabéns a minha tem três mas antes de eu resolver trocá-la usei os serviços de manutenção por duas, acontece que o Batráquio pensa apenas nos empregados das indústrias, como se o Brasil fosse apenas um país industrial.
Temos um comércio forte e prestação de serviço atuante, e o governo jamais premia esse segmento com nenhum tipo de benefício. São os pequenos e micros que giram a economia, e geram empregos, não esqueça jamais disso.;
Sobre a Petro, essa empresa tem que ser privatizada ontem, é um poço sem fundo de recursos públicos com empregados ganhando salário irreais para um país emergente, entre outros inúmeros benefícios
Se o povo acha ruim que um deputado tenha tantas mordomias é por que ainda não sabem o que é realmente mordomias nessa estatal.
Sobre transparência e premiações, acredito que é uma obrigação de uma empresa ter esse padrão de qualidade, ainda mais quando ela não precisa dar lucros, e mantém o monopólio de exploração e refino de petróleo no país..
Agora tenha consciência de uma coisa, o presidente brasileiro poderia ser Adolf Hitler que o Obama iria babar o ovo da mesma maneira, afinal nós temos petróleo, água e riquezas minerais, pense nisso, os gringos estão de olho em nossas reservas, se o presidente for o Batráquio ou o Ronalducho para eles tanto faz.
O Brasil ainda não sabe a importância que tem nas Amérdicas, pois o povo só enxerga futebol quando se fala em Amérdica do Sul.
Quero ver o Loko Chavez aceitar o padrão Real na Unasul.

Quando falo em sistema operacional quero dizer que muito anti- imperialista vem aqui encher o saco e meter o pau nos gringos usando computadores e sistemas operacionais americanos, ser contundente e contrário aos gringos é um dever do brasileiro, mas não podemos ser tolos.
Para mim, todo anti-americano que se preza deveria usar máquina de escrever, italiana. Os computadores são a maior prova do capitalismo americano.

Ontem fui à um shopping em busca de um pôster para colocar na recepção da minha empresa, fui até uma tal Wall Steet, uma franquia que vende esse tipo de produto, saí de lá irritado, não encontrei uma só imagem ou gravura que retratasse o Brasil, apenas Nova York e algumas cidades americanas, questionei a atendente e a resposta que tive: "é que brasileiro não compra imagem do Brasil".
Tive que buscar o que queria na Internet e agora vou mandar ampliar e fazer o quadro eu mesmo.
Isso que precisa mudar no Brasil, Cultura meu caro...cultura...estamos totalmente americanizados no vestir, no falar e no comportamento, e a mudança do padrão financeiro não é o que se espera de melhor para essa situação.
Afinal, quantos MC Donalds (o sanduiche mais caro e ruim do planeta) você ou alguém da sua família comeram no ano passado? Quantas Coca-Cola beberam? Quebrar contratos e patentes não é uma atitude democrática, pois podem fazer a mesma coisa com a gente e certamente não iremos gostar.

Não esqueça que uma empresa japonesa tentou patentear o nome AÇAI e por sorte alguém provou que esse fruto é predominantemente brasileiro e deram um breque nesse golpe, já imaginou o prejuízo se tivessemos que pagar royalties para os "Japa" à cada tigela de Açai consumida?

Estamos americanizados dos pés à cabeça e só com educação mudaremos isto, o resto é história para boi dormir ou para político tentar a perpetuação no poder.
Abraços.