* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quinta-feira, abril 23, 2009

Enquanto alguns se preocupam com a Venezuela...


LISTA DE BRASILEIROS QUE VIAJARAM COM O NOSSO DINHEIRO PARA OUVIR UM
LÍDER TERRORISTA

Por Reinaldo Azevedo

Os Estados Unidos elegeram há pouco o tão proclamado “primeiro presidente negro da história”, certo? De fato, não é negro, mas mestiço. Mas, para a militância, vá lá, é o “primeiro presidente negro”, prova evidente de que o país não é racista, certo? Ou não elegeria alguém pertencente a um grupo que representa 13% da população.

Mesmo assim, o evento ganhou tal carga simbólica, que os americanos deveriam estar um tanto ávidos para participar da tal Conferência Contra a Discriminação Racial das Nações Unidas, que começou hoje, em Genebra. E, no entanto, os EUA boicotaram o evento, ao lado de Canadá, Itália, Holanda, Austrália, Israel, Polônia, Nova
Zelândia e Alemanha.

Quem abriu o encontro? Ora, Mahamoud Ahmadinejad, o presidente do Irã, país que financia o terrorismo islâmico. Mais: esse grande líder, convidado a falar numa conferência CONTRA O RACISMO, defende abertamente que Israel seja varrido do mapa. E o líder do fascismo islâmico discursou, condenando a política “racista” de Israel, o país que ele promete destruir. Representantes da União Européia deixaram a sala. Dissidentes iranianos interromperam o discurso com gritos de “assassino”. Entidades judaicas protestaram.

Digam-me: qual é a credibilidade de uma conferência sobre racismo que tem Ahmadinejad como orador inaugural? Não sei. Perguntem ao governo brasileiro, que tanto se empenhou para a realização dessa estrovenga.

Edson Santos, ministro da Igualdade Racial, está desapontado com Obama: “O problema de ter um presidente negro que boicota uma conferência contra o racismo é mais dos americanos do que da conferência", disse Santos.

"É uma contradição." Entenderam? Para o valente, ter Ahmadinejad discursando não é contradição nenhuma. O
Brasil se importa mesmo com o racismo? Depende! Na ONU, o país votou contra a censura ao ditador do Sudão, que apóia uma milícia que já matou 300 mil pessoas. E o conflito tem raiz étnica.

Os descaminhos do Brasil nesse setor são de todos conhecidos. Estamos todos justamente indignados com a farra do Legislativo no uso de passagens aéreas. Então falemos um pouco de farra do Executivo. Este é apenas um exemplo, pequenino. Se o Congresso faz o que faz, imaginem o governo.

Abaixo, segue a lista de representantes do Brasil, enviados para uma conferência que não tem a menor importância. E aí não estão incluídas as muitas ONGs que mamam nas tetas oficiais. Vejam a pequena comissão brasileira que está em Genebra para ouvir atentamente as lições do pensador Ahmadinejad sobre o racismo. Volto ainda para uma observação final.

CHEFE:
EDSON SANTOS, Secretário de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
da Presidência da República;

DELEGADOS:
Embaixadora MARIA NAZARETH FARANI AZEVÊDO, Representante Permanente do
Brasil junto à Organização das Nações Unidas em Genebra;

GLÁUCIA SILVEIRA GAUCH, Diretora do Departamento de Direitos Humanos e
Temas Sociais do Ministério das Relações Exteriores;

ALEXANDRE GUIDO LOPES PAROLA, Ministro-Conselheiro da Delegação do
Brasil em Genebra junto à Organização das Nações Unidas e aos
Organismos Internacionais em Genebra;

MARTVS ANTÔNIO ALVES DAS CHAGAS, Subsecretário de Ações Afirmativas da
Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial;

ALEXANDRE DA ANUNCIAÇÃO REIS, Subsecretário de Comunidades
Tradicionais da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da
Igualdade Racial;

MANUELA PINHO DE AZEVEDO SOUZA, Subsecretária de Planejamento da
Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial;

JOSÉ GREGORI, Secretário Especial de Direitos Humanos do Município de São Paulo;

CÉLIA WHITAKER, Assessora da Secretaria Especial de Direitos Humanos
do Município de São Paulo;

MAGALI SILVA SANTOS NAVES, Chefe da Assessoria Internacional da
Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial;

MÁRCIA CANÁRIO DE OLIVEIRA, Assessora Internacional da Secretaria
Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial;

CARLOS ALVES MOURA, Ouvidor da Secretaria Especial de Políticas de
Promoção da Igualdade Racial;

ZULU ARAÚJO, Presidente da Fundação Cultural Palmares;

REGINA CÉLIA SANT'ANNA ADAMI, Assessora Parlamentar da Secretaria
Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República;

MÁRIO THEODORO, Especialista em temas de diversidade do Instituto de
Pesquisa Econômica Aplicada do Ministério do Planejamento, Orçamento e
Gestão;

LEONOR FRANCO DE ARAÚJO, Coordenadora-Geral de Diversidade da
Secretaria Continuada de Alfabetização e Diversidade do Ministério da
Educação;

JOSÉ ARMANDO FRAGA DINIZ GUERRA, Assessor da Secretaria Especial de
Direitos Humanos da Presidência da República;

MARIA DO CARMOS REBOUÇAS DA CRUZ, Assessora da Secretaria Especial de
Direitos Humanos da Presidência da República;

EDUARDO SANTARELO LUCAS, Coordenador do Plano Brasil sem Homofobia da
Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República;

DEISE BENEDITO, da Organização Não-Governamental "Fala Preta";
IRADJ ROBERTO EGHRARI, da Organização Não-Governamental "Comunidade
Baha'i do Brasil";

NILZA IRACI, da Organização Não-Governamental "Geledés – Instituto da
Mulher Negra";
IVANIR DOS SANTOS, da Organização Não-Governamental "Centro de
Articulações de Populações Marginalizadas";

MARIA APARECIDA BENTO, da Organização Não-Governamental "Centro de
Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades";

JUREMA WERNECK, da Organização Não-Governamental "Criola";

OLÍVIA SANTANA, da Organização Não-Governamental "União de Negros pela
Igualdade;

JACINTA MARIA SANTOS, da Organização Não-Governamental "Agentes da
Pastoral Negra";

GILBERTO LEAL, da Organização Não-Governamental "Conselho de Negros";

MARCOS BENEDITO, da Organização Não-Governamental "Instituto pela
Igualdade Racial";

SAMOURY MUGABE, da Organização Não-Governamental "Articulação Política
de Juventude Negra";

RONALDO DOS SANTOS, da Organização Não-Governamental "Conselho
Nacional Quilombola";

MARCELO PAIXÃO, Professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro; e

WANIA SANTANA, Consultora da Secretaria Especial de Políticas de
Promoção da Igualdade Racial.


Comentário final

A farra de passagens do Legislativo é grave, sim.
Mas consegue ser menos perniciosa. Usarem o nosso dinheiro para fazer folias privadas consegue ser menos lamentável do que usá-lo para, na prática, para prestigiar um dos chefes do terrorismo internacional.

Enquanto alguns brasileiros vivem preocupados com as ditaduras Venezuelanas, Bolívianas e Cubanas o Brasil caminha à passos largos para a vala comum da falta de ética. Alguns blogueiros promovem palestras de opositores de Hugo Chaves só que não são capazes de formar um grupo para fazer realmente oposição aos desmandos e maracutaias que pipocam pelo Brasil. Chego a conclusão que ser Blogueiro neste país é a eterna busca pela fama, auto promoção ou profissão.

Como dizia a velha puta.."Dinheirinho na mão, calcinha no chão"

Acorda Brasil!!!!!

O problema dos nossos "irmãos" Sul Amerdicanos é unica e exclusivamente deles, nós temos mazelas suficientes para nos preocuparmos apenas com nós mesmos. Infelizmente o modismo de ser opositor "cucaracha" está se expandindo pela blogsfera brasileira. Não conseguimos resolver os nossos próprios problemas mas insistimos em nos enfiar nos problemas da vizinhança, é a velha história da vizinha fofoqueira que não cuida da própria vida, mas sabe da vida de todo mundo, isso é cultural no Brasil. Um povo onde todo mundo sabe tudo, mas não resolve porra nenhuma.

Passou da hora de cuidarmos apenas do nosso quintal, o dos outros é um problema deles.

Antes que algum idiota venha me questionar, este blog a partir desta data não faz mais postagens sobre política que não seja a brasileira. Para este blogueiro´a unica coisa que interessa é o Brasil, o resto, por mim, podem passar uma motoniveladora por cima e plantar bananas.
Esse povo não vale o tempo nem o trabalho gasto em ficar escrevendo ou falando dos caudilhotas Bolivarianos.
Aqui agora, só Brasil.

Share/Bookmark

12 comentários:

Indignatus Brasiliano disse...

É isso aí Dom Fernando!!!
O Brasil é uma bagunça onde quem tem o poder manda e desmanda e o povo em vez de ir atrás e cobrar fica de conversa mole defendendo "irmão menor". Será que os irmãos menores são tão preocupados assim com o Brasil? Ou eles querem apenas nos ver atolados até os olhos na merda que estão virando as instituições neste país?
Afinal, além de sermos o maior país do continente somos os únicos que falamos portugês, identidade com os vizinhos, nenhuma.
Mas o "brazileiro SER tão bonzinho" que adora carregar as bandeiras dos outros.
Da-lhe meu irmão, se você for falar apenas do Brasil já vai ter assunto para mais de mês. Vai acabar virando blogueiro "profissional". Rss.

Abraços.

Anônimo disse...

Tristeza. Ferido de morte pela desesperança, morre o blog Coturno Noturno. Transcrevo o necrolgio:´

Quinta-feira, Abril 23, 2009
Muito obrigado.

No dia 15 de novembro de 2007, nascia o Coturno Noturno. Um blog totalmente republicano, até na data. Hoje, no contador ao lado, este blog anuncia 1.095.244 visitas. Um outro contador mostra que chegamos a 6.376 posts em 524 dias, uma média de 12 textos diários. Muito obrigado. No dia 23 de abril de 2009, morre o Coturno Noturno, em decorrência dos profundos ferimentos recebidos no dia anterior.Já dizia Alexei de Tocqville: "quando o passado não ilumina o futuro, o espírito vive em trevas." Impossível o coração e a razão resistirem ao que ocorreu, no dia de ontem, com a democracia brasileira, tão duramente defendida ao longo da nossa pequena história de país. O Executivo, o Legislativo e o Judiciário não comemoraram o dia 22 de abril, uma das mais importantes datas do país, a do seu descobrimento. Quanto simbolismo. O Executivo despachou internamente e às 16 horas embarcou novamente para a Argentina. Enquanto isso, o Legislativo tentou lavar a lama que o envolveu em mais um escândalo, o das passagens aéreas, sem, logicamente, devolver o dinheiro roubado dos cofres públicos. Por sua vez, o Judiciário ofereceu à nação uma das provas mais contundentes de que o Brasil é um país que chegou ao fundo do poço, no momento em que um ministro afirmou que o presidente do STF, a nossa suprema Corte, estava destruindo a Justiça do país. Em dias normais, o Coturno Noturno aprofundaria estes temas, com a participação brilhante dos seus comentaristas. O dia não é normal. É o último dia. O Coturno Noturno pára por aqui. Favor não enviar flores e nem e-mails. Muito obrigado a todos vocês. A blogosfera continua, mas o blogueiro perdeu a esperança."
Jayme Guedes

Machete disse...

sou obrigado a vestir a carapuça, vc tem razão Fernando em suas críticas mas ainda continuarei a pensar que devemos ver as porcarias de fora para tentar não sujar mais ainda nossa casa

abração

Fernando disse...

Lamento muito a saída do Coronel e o fim do Coturno Noturno, um blog verdadeiramente de referência.
Com o fim do Coturno a blogsfera de oposição se enfraquece ainda mais, espero sinceramente que o Coronel reavalie essa situação e volte atrás nessa decisão.

Fernando disse...

Machete.
ver as porcarias de fora é uma coisa, se envolver com elas é outra. Aprendemos apenas observando sem a necessidade de nos envolver.
o Brasil precisa dos brasileiros, e não a Venezuela, ou Cuba.
Estamos vivendo um momento que é até "chic" fazer oposição ao LOKO CHAVEZ, mas e nós brasileiros como ficamos?
O STF já está rachando, o Batráquio não para no Brasil. Os dePUTAdos e senadores fazendo a farra do dinheiro público e não votam absolutamente nada que seja do interesse DAnação, e o povo nem aí. E tem gente preocupada com o que está acontecendo na vizinhança?
FALA SÉRIO!!!!

Star disse...

Fernando você já disse tudo, cada um que cuide do seu, o resto que se vire, mas há quem queira entrar para a história as nossas custas...

Tem um prêmio lá no blog pra você
beijo

O cobrador disse...

O povo brasileiro não deveria mais confiar em políticos envolvidos em corrupção.
É preciso colocar os corruptos deste País na cadeia.
Chega de corrupção Brasil!
Sempre digo:
"EU DIGO NÃO Á DILMA."

Dois em Cena disse...

Fernando
hoje é o dia do " toque". Dei uma parada estratégica para repensar nos rumos do Dois. Sempre pensei assim: minha casa, meu quintal, minha rua, minha cidade...e assim por diante.
Precisamos ficar de olho no quintal dos outros...sim,ele pode até influenciar.. mas, pergunto: Estamos podendo, neste momento?
Vejo pessoas defendendo terceiro mandato para presidentes de outros países e chego a suar frio...o que faremos quando o nosso também quiser?
Sabe, sofro de banzo. Gosto, cuido primeiro do que é meu, nosso.
Bairrista? Sou..patriota? sou.
Procuro ver o que está debaixo do meu nariz. Concordo com você.
Eu, um dia, se D'us quiser só vou ganhar uma coisa: Um país melhor.
Escrevi, escrevi..corri atrás do rabo e na verdade só queria dizer: penso como vc...

Machete disse...

É Fernando a coisa está feia, muito mais do que a turma acha. Tenho me preocupado em estudar estes "grandes defensores da democracia", e tenho juntado material desde 1992. Só posso adiantar que tem muita coisa estranha e muita coincidência para assim poder ser chamada...
Logo eu solto a bomba. Se prepare para sair de baixo

quilombonnq disse...

1 PARTE

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA!
Viva! Chàvez! Viva Che!Viva! Simon Bolívar! Viva! Zumbi!
Movimento Chàvista Brasileiro- Ações Afirmativas Afro –Ameríndia *Quilombismo *
A comunidade negra afros-decendentes brasileira
é solidaria e apóia o povo palestino Viva a Palestina!
Manifesto em solidariedade, liberdade e desenvolvimento dos povos afro-ameríndio latinos, no dia 01 de maio 2008 dia do trabalhador foi lançado o manifesto da Revolução Quilombolivariana fruto de inúmeras discussões que questionavam a situação dos negros, índios da América Latina, que apesar de estarmos no 3º milênio em pleno avanço tecnológico, o nosso coletivo se encontra a margem e marginalizados de todos de todos os benefícios da sociedade capitalista euro-americano, que em pese que esse grupo de países a pirâmide do topo da sociedade mundial e que ditam o que e certo e o que é errado, determinando as linhas de comportamento dos povos comandando pelo imperialismo norte-americano, que decide quem é do bem e quem do mal, quem é aliado e quem é inimigo, sendo que essas diretrizes da colonização do 3º Mundo, Ásia, África e em nosso caso América Latina, tendo como exemplo o nosso Brasil, que alias é uma força de expressão, pois quem nos domina é a elite associada à elite mundial é de conhecimento que no Brasil que hoje nos temos mais de 30 bilionários, sendo que a alguns destes dessas fortunas foram formadas como um passe de mágica em menos de trinta anos, e até casos de em menos de 10 anos, sendo que algumas dessas fortunas vieram do tempo da escravidão, e outras pessoas que fugidas do nazismo que vieram para cá sem nada, e hoje são donos deste país, ocupando posições estratégicas na sociedade civil e pública, tomando para si todos os canais de comunicação uma das mais perversas mediáticas do Mundo. A exclusão dos negros e a usurpação das terras indígenas criaram-se mais e 100 milhões de brasileiros sendo estes afro-ameríndios descendentes vivendo num patamar de escravidão, vivendo no desemprego e no subemprego com um dos piores salários mínimos do Mundo, e milhões vivendo abaixo da linha de pobreza, sendo as maiores vitimas da violência social, o sucateamento da saúde publica e o péssimo sistema de ensino, onde milhões de alunos tem dificuldades de uma simples soma ou leitura, dando argumentos demagógicos de sustentação a vários políticos que o problema do Brasil e a educação, sendo que na realidade o problema do Brasil são as péssimas condições de vida das dezenas de milhões dos excluídos e alienados pelo sistema capitalista oligárquico que faz da elite do Brasil tão poderosa quantos as do 1º Mundo.

O.N.N.QUILOMBO –FUNDAÇÃO 20/11/1970
quilombonnq@bol.com.br

quilombonnq disse...

2 PARTE
REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA!
Viva! Chàvez! Viva Che!Viva! Simon Bolívar! Viva! Zumbi!
Movimento Chàvista Brasileiro- Ações Afirmativas Afro –Ameríndia *Quilombismo *
A comunidade negra afros-decendentes brasileira
é solidaria e apóia o povo palestino Viva a Palestina!
Manifesto em solidariedade,
É inadmissível o salário dos professores, dos assistentes de saúde, até mesmo da policia e os trabalhadores de uma forma geral, vemos o surrealismo de dezenas de salários pagos pelos sistemas de televisão Globo, SBT e outros aos seus artistas, jornalistas, apresentadores e diretores e etc. Manifesto da Revolução Quilombolivariana vem ocupar os nossos direito e anseios com os movimentos negros afro-ameríndios e simpatizantes para a grande tomada da conscientização que este país e os países irmãos não podem mais viver no inferno, sustentando o paraíso da elite dominante este manifesto Quilombolivariano é a unificação e redenção dos ideais do grande líder zumbi do Quilombo dos Palmares a 1º Republica feita por negros e índios iguais, sentimento este do grande líder libertador e construí dor Simon Bolívar que em sua luta de liberdade e justiça das Américas se tornou um mártir vivo dentro desses ideais e princípios vamos lutar pelos nossos direitos e resgatar a história dos nossos heróis mártires como Che Guevara, o Gigante Osvaldão líder da Guerrilha do Araguaia. São dezenas de histórias que o Imperialismo e Ditadura esconderam. Há mais de 160 anos houve o Massacre de Porongos os lanceiros negros da Farroupilha o que aconteceu com as mulheres da praça de 1º de maio? O que aconteceu com diversos povos indígenas da nossa América Latina, o que aconteceu com tantos homens e mulheres que foram martirizados, por desejarem liberdade e justiça? Existem muitas barreiras uma ocultas e outras declaradamente que nos excluem dos conhecimentos gerais infelizmente o negro brasileiro não conhece a riqueza cultural social de um irmão Colombiano, Uruguaio, Venezuelano, Argentino, Porto-Riquenho ou Cubano. Há uma presença física e espiritual em nossa história os mesmos que nos cerceiam de nossos valores são os mesmos que atacam os estadistas Hugo Chávez e Evo Morales Ayma,Rafael Correa, Fernando Lugo não admitem que esses lideres de origem nativa e afro-descendente busquem e tomem a autonomia para seus iguais, são esses mesmos que no discriminam e que nos oprime de nossa liberdade de nossas expressões que não seculares, e sim milenares. Neste 1º de maio de diversas capitais e centenas de cidades e milhares de pessoas em sua maioria jovem afro-ameríndio descendente e simpatizante leram o manifesto Revolução Quilombolivariana e bradaram Viva a,Viva Simon Bolívar Viva Zumbi, Viva Che, Viva Martin Luther King, Viva Osvaldão, Viva Mandela, Viva Chávez, Viva Evo Ayma, Viva a União dos Povos Latinos afro-ameríndios, Viva 1º de maio, Viva os Trabalhadores e Trabalhadoras dos Brasil e de todos os povos irmanados.
O.N.N.QUILOMBO –FUNDAÇÃO 20/11/1970
quilombonnq@bol.com.br

Anônimo disse...

O Mascate no Brasil só que impota é o dinheiro,e as pessoas de bem auto se corrompe,rarissimas~ vez que isto não ocorre a direita vai para esquerda e a direita vai na esquerda ex; Presidente Lula replesente os trablhadores esquerda com o patronato Jose de Alencar Mega empresario.O governador Serra ex-estremista vice governador Alberto Goldmmam do partido comunista agora psdb tucano patido bugues direitista
segundo a esqueda de hoje que pode virar dereita amanhã com os militares servindo o LUlão hoje,
é vergonha ccomo dizia osem vergonha Boris Kasoi que metia páu no Edir Macedo da Uneversal Record
epor dinheiro foi trabalhar prá ele tudo sem vergonha e tem muito como eles cara de páu salafrarios.