* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sábado, junho 14, 2014

E no itaquerão Quem tem boca vaia Dilma.

Como diz o velho ditado... "Quem tem boca vai.a Dilma. 
Após a "calorosa" recepção que a torcida Tupiniquim deu a PresidANTA Dilmarionett Dentuça, o mundo dos políticamente corretos e coxinhas da imprensa amestrada desabou.
Vivemos uma profusão de críticas de jornaleiros fuleiros, sociólogos de botequim, Madres Tereza de puteiro.
As vaias e os xingamentos à presidANTA foram o que restou do nada institucional que ela representa. É o resultado da intolerância e da "falta de educação" do povo contra uma presidANTA, fraca, sem carisma, constantemente elevada a adjetivos ufanistas para mostrar o que ela não tem, não sabe, não fez, não é, e nunca foi. 
Uma pessoa sem educação com seus subordinados, sem compromisso com o povo que vai sair do governo para cair na história como o desastre que só fez atrasar uma nação que caminhava a passos largos para a projeção mundial. Uma presidANTA que a unica obra de porte que inaugurou em seu mandato foi um porto em CÚba. A herdeira maldita de um boquirroto que sempre se comportou muito pior do que a torcida que xingou no estádio, mas sempre foi tratado com fidelidade canina por jornaleiros vagabundos e vendidos. 
E o povo sem cultura, que troca voto por comida ficou fora dos estádios por não ter condições de comprar ingressos caríssimos, que por sinal, nenhum dos que hoje acusam os torcedores "hostis" teve culhões de peitar a FIFA e defender a popularização dos ingressos e dar a chance dos não brancos da elite também participarem da Copa. Hipócritas.
O mais bizarro é ver comentaristas esportivos (isso é uma praga que cresce em progressão geométrica no país do futebol), bem, comentaristas esportivos e jornaleiros de renome criticaram a "elite branca" sem educação que vaiou a presidANTA, logo eles, aqueles que trabalham em canais por assinatura onde só a "elite branca", tem acesso. Cospem no prato que comem para manter o politicamente correto de plantão funcionando ou mostrar uma condição de elevação social e cultural, uma "elite branca" das redações. Porque, cá entre nós, existem muito poucos jornalistas ou comentaristas esportivos negros.
Dizer que uma "elite branca" de São Paulo estava no estádio é de uma obtusidade sem precedentes e cria um odioso "apartaide" ideológico. Vão querer dizer que no Itaquerão só haviam paulistas? Mas culparam apenas o povo paulista pela manifestação. Outro estelionato politico!!
Já vemos há algum tempo o DESgoverno dos ratos vermelhos criando essa cizão entre a sociedade Tupiniquim, criaram cotas e acusaram os loiros de olhos azuis de algumas mazela mundiais.
Dizer que não haviam negros no estádio é de uma má fé e estupidez sem precedentes, criar um racismo barato e vagabundo para justificar o protesto contra o DESgoverno e com o estado em que se encontram as instituições do país. E ao mesmo tempo uma tentativa sem vergonha de angariar a simpatia de uma parcela da sociedade que não é branca. Os negros "oprimidos" que votam.
A vaia e o xingamento foram uma resposta a covardia eleitoreira que a presidANTA que se "orgulha" de vender a imagem de ter enfrentado e lutado, e ter sido presa e torturada de araque durante a ditadura. A prova dessa não coragem foram a tentativa de ficar invisivel no estádio e o pronunciamento ufanista dois dias antes da abertura em rede de TV e rádio só fizeram acirrar ainda mais os ânimos do povo. A presidANTA do povo com aprovação popular recorde iria fazer o discurso de abertura nos braços do povo, se não foi assim, é prova de que a verdade é bem diferente do que tentam enfiar goela abaixo da população.
E depois dizer que o comportamento dos torcedores que "hostilizaram" a figura da presidANTA no estádio não é o comportamento do povo brasileiro é outro estelionato ideológico e cultural que promovem em ano de eleição.
As vaias e xingamentos, seja da "elite branca", seja do povo pobre e negro são sim o comportamento de um povo que não crê mais na classe política e sabe que se bobear serão encabrestados pelo Bananal Çoçialista do século XXI. E por falar em "elite branca" as famílias de todos os que estão ou estiveram no poder são o que mesmo?
A presidANTA vem à TV e diz que os protestos são legítimos na democracia, só que a turma dela coloca baderneiros no meio do povo para fazer com que a "elite branca" e opressora saia das ruas e deixe de protestar legitima e democraticamente. Manobras vagabundas em jogar a população de um lado para o outro a bel prazer dos que estão no poder, e quando a situação sai do controle, colocam seus cães para latir o políticamente correto vagabundo e coxinha.
O que me chamou atenção de verdade foi a falta de um negro junto azautoridade no Itaquerão. Pelé, o boquirroto esportivo que passou mais de ano vomitando sandices  e insanidades conclamando o povo a esquecer as sacanagens nos preparativos da Copa e pensar apenas na festa. Não estava lá!!!
Ronaldo gorducho também não...
E o EX presidente, o Boquirroto de Garanhuns, aquele que não havia desencarnado do poder e que só faz discurso para plateias amigaveis também não estava lá...Será que o jegue que o levaria para o estádio atrasou?  Ou ele como sempre, se acovardou e largou a "bichinha palanqueira" aos lobos?
O que sei, é que o povo está no limite com a baderna que se instalou no país e o que sobrou como forma de mostrar essa condição foi o que vimos na abertura do mundial.
E muitos dos que vaiaram e xingaram a presidANTA votaram nela. Acreditem.

E como dizem os "intelectuaus" de plantão.
"Dilmarionett foi eleita democraticamente."

E foi democraticamente vaiada!!!
 

E no mais..


PHOD@-SE !!!
..........................



Share/Bookmark

5 comentários:

Anônimo disse...

Pois é, a verdade dói, não é mesmo? Esse foi o famoso e consagrado "choque de realidade" , não tem marqueteiro que resolva isso. A vaia foi democrática pois foi espontânea. Não adiantou proibir as pessoas de levar cartazes aos estádios para impedir protestos. A esquerdalha ficou puta da cara porque não conseguiu controlar a reação do povo. É hora dessa gente vermelhicida enfiar a viola no saco e se mandar. Vão morar lá na cuba que os pariu!

Anônimo disse...

Caro Mascate.Sei que será difícil, mas espero que nos próximos jogos em São Paulo, a Dilma, o Lula e o estúpido José Trajano, sejam homenageados com uma sonora vaia pelas ações, omissões e ofensas ao povo Paulista. A vaia é uma manifestação democrática e que fiquem calados os vaiados.Abs.

Anônimo disse...

Ora, essa educação ostensiva é meramente uma tática política de quem sabe manipular a moral.
Vejamos:
Quando da tal dita dura (a mais mole que se tem noticia) o grito dos "rebeldes" (os rebeldes mais submissos que se tem noticia, pois que ansiosos por obedecerem líderes "alfa" a gerir a vida de todos) era sexual e liberdade era a exposição de nudezs contra a tal dita dura. Os nababos artistas, cineastas e que tais se esmeravam em seus filmes de péssima qualidade em simular pornôs proibidos pela milicada sob cabresto conservador. A nudez era mal fotografada e demasiado fora de contexto, mas incensada pela esquerdiotagem como rebeldia.
Já de muito não há como negar a absoluta hegemonia da doença socialista (comunismo é fantasia injusta e impossível, mero objetivo supremo e redentor para justificar os meios efetivamente almejados como objetivo real) e como não poderia deixar de ser: a esquerda passou a deplorar a nudez como exposição feminina e passou a cercear. As TVs ja não exibem as belas bundas das dançarinas como faziam na época da dita dura.

Curiosamente tanto mais a esquerda (socialismo como ideologia de infra e super estrutura para reivindicar o PODER TOTALITÁRIO do Estado ierarquizado sobre a sociedade) se faz hegemonica e diminui a concorrência entre grandes empresas tipo bancos, mercados, distribuidoras... Ora, quantos bancos haviam concorrendo entre si na época dita pró-capitalista??? ...e atualmente quantos bancos concorrem pela clientela???

Nada de anormal, afinal o subverme brizola acabou com as pequenas empresas de onibus forçandoa-as a se venderem ou associarem às grandes. Assim, as grandes reinam em seu oligopólio e toda sorte de empecilhos é colocada contra a iniciativa despolitizada. Nem mesmo as vans, criação espóntanea de individuos empreendedores, conseguiu permanecer sem a interferência politica no comando de cooperativas. O patrão do povo não permite nada fora do chicote de seus capatazes. Com os supermercados a tendencia é a mesma do que ocorreu com os bancos.

EMFIM:
A religião esquerdista ou socialista sabe muito bem manipular a moral. Manipulam a moral não com argumentos mas com caretas, gritos de indignação, e o pieguismo sentimentalóide implantado já ha milenios como método politico para dominar massas.

Assim, os defensores do poder totalitário do Estado, xingam e depredam qdo lhes interessa e dizem que tal é forma legitima de protestar e que são guerreiros em combate. Então dão vivas à violência e à covardia com que se manifestam ofendendo e depredando, agredindo e mesmo matando. Enquanto assim procedem valorizando a tal com a ostentação de apoio aos "guerreiros lutadores", aos "bravos rebeldes" que são propagandeados como valores morais elevados (Trotsky bem sabhia da "nossa moral e a deles"). Ou seja, ataques covardes contra indefesos, depredações, xingamentos, assaltos a bancos, terrorismo, bombas, guerrilhas e etc. são propagandeados em exibicionismo sentimental acirrado (sim, não com argumentos, mas com algazarra, caretas e e expressões de afetação moral superior propagandeada) como atitude de "guerreiros rebeldes" em luta.

Porém, ao sofrerem a reação, mesmo que em proporção muitíssimo inferior, imediatamente abandonam a mascara de "bravos guerreiros" e passam a ostentar, então, a propaganda da nova moral que adotam momentaneamente: agora são educados, pacíficos, recatados, condescendentes e humildes servos. Claro, moldam-se à velha moral milenar para resmungarem contra os "selvagens" ou "barbaros" malvados. Igualmente não apresentam argumentos, mas apenas ostentação de sentimentalismo e pieguismo moral contra as reações. Se antes propagandeava a moral valorizadora dos "guerreiros", diante da reação mudam imediatamente e momentaneamente para a propaganda da moral do escravo. Sim, a rebeldia agora, para a nova velha moral deles já não é valorizada, ao contrário agora o vaolor esta na submissão, na resignação, na educação, no recato e etc..

Anônimo disse...

(Continuando)



Tudo é propaganda moral!!! ...uma gang tem sua própria moral e a tem porque a propagandeia entre seus membros.
Qualquer grupo que se pretenda dominante tem que ostentar uma moral própria que lhe convenha e propagandea-la entre seus membros para que não sejam SUBJUGADOS pela moral alheia, sobretudo não dominados pela moral que seus adversários exercitam em própria conveniência.
A moral é arbitrária, subjetiva, não tem pretensão ética (ética como filosofia da moral ou pretensa moral objetiva). Exatamente por isso aqueles que se esmeram em propaganda moral geralmente não possuem rigidez moral e comportam-se contraditóriamente. O maior exemplo é exatamente do grupo que ostentando a moral do escravo como meio de valorização do indivíduo, ao ter seu grupo como hegemonico imediatamente esqueceu sua pregação de "dar a outra face" e preconizar o perdão e sobretudo o "amar o seu inimigo" e passou a perseguir insanamente os divergentes de seu grupo apelando para a expropriação, a tortura com os mais medonhos requintes de crueldade e a execução também com absoluta crueldade.
Isso parece contraditório à esse grupo que pregava o amor, submissão e o perdão quando inferiorizado???
...Não há de fato contradição qdo o arbitrio moral para o momento é mera estratégia daqueles que não desejam a reação de suas vitimas. Aqueles que ambicionam o poder não possuem qualquer pendor para a ética e as morais que exercem segundo a conveniência do momento é apenas uma EFICIENTE ESTRATÉGIA para subjugar TOLOS que se deixam ENGABELAR por essa manipulação moral tão característica dos covardes.

Não estranha que os antes "guerreiros rebeldes" tão incisivos em seus ataques e ofensas agora se recolham com voz embargada a ostentar seus novos apelos morais em favor da boa eduação, do pacifismo, da resignação e CIVILIDADE quando não lhes é conveniente a moral do guerreiro, do rebelde, do bravo lutador.

Esses tipos COVARDES são mestres na manipulação moral.
Estúpidos são aqueles bocós inseguros que correm a moldarem-se a todo apelo moral ansiosos por serem valorizados moralmente pelos grupos mais histéricos, mesmo que formados por seus algozes. O desejo de moldarem-se à quialquer propaganda moral os faz parecer cortiça na lagoa, não defendem principios e muito menos raciocinam sobre justo e injusto, certo ou errado, pois que NÃO procuram APOIO em SUAS PRÓPRIAS CONSCIÊNCIAS, mas sim no outro, na suposta "consciência alheia" que mais valorizam. Isso os faz voluveis anas morais que adotam e assim são subjugados e arrebanhados por líderanças propagandeiras.

A arma dos covardes é a moral, o apelo emocional, a subjetividade sentimentalóide. A ética é um apelo racional com pretensão de objetiviodade.
A ética se pauta na pretensão de JUSTIÇA e a moral se pauta no subjetivismo sentimentalóide da "justissa social".

Não me espanta em nada que defensores de guerrilheiros, assaltantes, sequestradores, invasores, vandalos e badereniros em geral em tempos passados, e tempo presente qdo conveniente, apresentem caretas de indignação e reclamem civilidade, bons modos e submissão às leis quando diante de reações a eles inconvenientes.

Os covardes propagandeiam a moral que criminaliza a reação como "maus modos" ou bárbarie e ao mesmo tempo propagandeiam a moral que valoriza o atacante como se um "bravo guerreiro" ou "rebelde em luta" ...rsrs

PULHAS!!! ...nada além disso!!!!

Anônimo disse...

Aqu8ilo que essa SÚCIA e seus paspalhos apoiadores antes consideravam ditadura, agora consideram democracia ...pulhas!!!

Agora proibir e censurar é democratico porque em nome das crianças, dos coitadinhos, das minorias, da vida, da boa educação, dos bons modos e etc..

Antes e mesmo agora, qdo interessa, berravam que era ditadura e aquilo que canalhosamente chamavam de ditadura antes, agora pratiocam e chamam de demopcracia porque agora qdo o fazem é em nome de uma causa redentora e por absurdo até em nome da democracia ...ASSIM SÃO OS COVARDES!!!!

Nunca enfrentam nada! Se em franca superioridade SÃO IMPLACAVEIS e TRUCIDAM sem hesitação a seus divergentes. Porém, se não tão desproporcionalmente mais fortes, nem, precisam estar inferiorizados, passam ao APELOS SENTIMENTALÓIDES, aos clamores por recato e bons modos, civilidade e etc..
...mesmo que continuem apoiando e financiando MST e correlatos bem como incensando as FARCs como se justa manifestação politica ...PULHAS!!!