* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sábado, fevereiro 01, 2014

O beijo gay da novela e a agenda politicamente correta.

A que ponto chegou a manipulação dos meios de comunicação sobre o povo.
O final de um folhetim, uma obra de ficção que é resultado da criatividade de um escritor que dança conforme a música das conveniências do momento virou assunto absoluto nas redes sociais.
Vi gente comemorando o politicamente correto de um gay beijando outro em rede nacional de TV, como se isso fosse a cura do câncer, e todas as mazelas da sociedade brasileira simplesmente desapareceram após o tal beijo.
A alienação chega a ponto da imbecilidade, ainda há poucos dias eu li na rede que houve um beijo gay entre duas mulheres no BBB, e o assunto não rendeu tanto. Cheguei a ver comentários de gente que hoje comemora o polêmico beijo na novela, descendo o cacete na mesma situação do BBB.  É ou não é de phoder? É que o BBB é unanimidade em mal gosto e alienação, além de estar na moda descer o cacete no péssimo programa....Então..... 

E tem uma porrada de gente que condena o BBB e não acha nada demais em viver alguns meses seguindo uma novela. Me expliquem..qual a diferença social entre o BBB e uma novela?
Para ver gays se beijando não precisam ficar eletrocutados diante da TV, é só dar uma voltinha pela AV. Paulista, na parada gay, ou na R. Augusta que veremos beijos muito mais "calientes" entre os gays. E ninguém sai aplaudindo, comemorando ou ufanando a beleza plástica e a polêmica do neo comportamento social da sociedade imbecilizada...Simplesmente a vida continua....
A mistura do Brasuca que se comporta como torcedor em tempo integral, a alienação promovida na marra pelos meios de comunicação, e o bovino politicamente correto de plantão estão arrasando com a sociedade.
A velha sociedade da moral e dos bons costumes, o VERDADEIRO respeito ao próximo, da tolerância e acima de tudo... da educação, pelo visto, já era.  E eu não sou um radical conservador, apenas não entendo esse modernismo social que o é ir contra as próprias crenças para parecer legal. O inserido social.

Tem que existir limites para tudo e vozes destoantes da maioria, isso tem que ser respeitado. Tem muita gente preconceituosa, mas existem os que tem conceito formado no que acreditam. E o termo homofóbico é um neologismo que faz um "apartaide" sexual e social onde quem levar essa fama poderá ser visto como um criminoso. 
E no fundo muita gente que aplaude beijos gays na verdade só o faz para estar no grupo dos legalzinhos tolerantes e evoluídos ruminantes sociais. Aquele mundo do Feicebuqi onde todo mundo é bonito, bacana, legal, alegre, tem uma vida agitada, milhares de amigos, viaja pelo mundo toda semana, entende de tudo...O faz de conta das redes sociais.
 O legal hoje é estar inserido no pensamento bovino da maioria, tem que ser moderninho para ser aceito, ou acreditar que é aceito no mundo atual. E se pensar ao contrario, ter opinião que confronte a maioria, é reacionário e homofóbico. Uma estupidez galopante.
Enquanto o povo comemora e comenta um beijo gay na TV, o governo enterra pesado o país, arrasando com a sociedade tradicional criando uma cizania comportamental, de credo, cor da pele e sexualidade transformando o povo em uma legião de zumbis telespectadores. 

Pelo que sei, nas últimas três novelas a mistura do bolo é a mesma, um Gay engraçadinho cheio de frases de efeito e comportamento bizarro, uma ou outra megera, um bando de coitadinhos sofredores e vamo que vamo, explorar o assunto para todo o sempre. Uma xaropada que tira de parte da população o habito de pensar, e quem não pensa deixa alguém pensar por ele...
Na próxima novela, irão pegar algum assunto que mexa com o politicamente correto e explorarão à exaustão, farão que o povo debata uma nulidade e esqueça da vida real. E é assim nas novelas, no futebol na vida, e o Brasil andando para trás, com índices absurdos em rankings internacionais, educação falida, a família destroçada e o povão cheio de sabedoria sociológica debatendo uma novela. E depois virão aqui para falar mal da Globo.
Sinceramente, todo povo tem o governo que merece.

Nada contra os gays, acredito que cada um faz o que bem entende da própria vida, só que não consigo engolir essa moda de aceitar tudo que está na agenda politicamente correta sob o risco de ser  queimado na fogueira da inquisição bovinosocial.

E quem não gostou....que vá coçar um orangotango.

E PHOD@-SE!!!
.............................

Share/Bookmark

7 comentários:

André C.Carreri disse...

Matéria interessante, Assistir a um programa burro deixa vç mais burro!
http://www.elhombre.com.br/assistir-um-programa-burro-deixa-voce-mais-burro/

Abraços

Anônimo disse...

Caro Mascate. O pior investimento hoje, além da compra de um veículo novo, é a aquisição de um aparelho novo de televisão, seja qual for a tecnologia empregada, mesmo porque os programas são péssimos, verdadeiros lixo.Abs.

Anônimo disse...

Não tenho nada contra os gays, cada um com a sua preferencia, seja no que for. Mas tenho contra os viados, que são aqueles que querem que TODOS sejam gays. Fazem apologia da homossexualidade, fazem quem não quer ter que querer. Gays são pessoas normais que vivem de acordo com suas preferencias sem incomodar ninguem. Viados são aqueles que tem vergonha de si mesmos e querem que todos se transformem em viados para se sentirem melhor.

Anônimo disse...

O humorista Costinha (https://www.google.com/search?utm_source=b&utm_medium=&from=&uid=&q=Costinha) que fazia as mais divertidas piadas das bichinhas.

luciano costa disse...

O povo brasileiro eh hipócrita mesmo hein ... A mesma gente q falou merda quando teve o beijo lésbico no BBB e agora tá aplaudindo o beijo gay na novela

Ferra Mula disse...

COMUNICADO ADESG/SP - HOJE.
RECEBI POR E-MAIL E ESTOU REPASSANDO VIA BLOG


COMUNICADO
No próximo dia 3 de fevereiro, o Programa Roda Viva, na TV Cultura, agora sob a coordenação do jornalista Augusto Nunes, entrevistará o Romeu Tuma Jr, autor do livro "Assassinato de Reputações - um crime de Estado".

Acontece um fenômeno interessante com esse livro: é o primeiro em vendas nas livrarias há várias semanas e com exceção da Revista Veja ninguém fala dele. Nem o grandioso ex-presidente Lula, apresentado como informante do DOPS pelo testemunho pessoal do autor se manifesta. Tinha a obrigação de processar o autor por injúria, calúnia, difamação e sei lá mais o que, mas nem toca no assunto. O que é mais triste: a imprensa também não toca, por isso imagino as pressões que o Augusto deve estar sofrendo desde já para não fazer essa entrevista.

ADAUTO ROCCHETTO
Delegado da ADESG
no Estado de São Paulo

Notícia
Romeu Tuma Júnior vai para o centro do Roda Viva
O ex-secretário nacional de Justiça comenta as repercussões em torno do seu livro Assassinato de Reputações. Edição vai ao ar nesta segunda-feira (3/2), às 22h, ao vivo, na TV Cultura

Anônimo disse...

Conselho de amigo: evitem assistir novelas. Os neurônios agradecem. Não é nem uma questão de moralismo, my friends, é que a dramaturgia brasileira é péssima. Roteiros medíocres, atores e atrizes medíocres, cenários medíocres, enfim, tudo medíocre.