* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sábado, dezembro 14, 2013

Nova série...Alguém conseguiria me explicar?

O mundo sabe que Fernando Eunãosoumaluco Collor de Melo foi defenestrado da presidência da República sob acusações de corrupção.
E para não ser cassado aos 44 do segundo tempo renunciou ao mandato.
Porque é que um cidadão que foi "expulso" do cargo continua recebendo o tratamento de EX presidente, faz parte de comitivas oficiais e no mínimo deve ter segurança do estado?
Se ele perdeu o cargo, na minha opinião perde também o título.
Alguém poderia me explicar?

E PHOD@-SE
............................

Share/Bookmark

7 comentários:

Luiz Roberto disse...

O unico que detem essa resposta é o Capeta chefe dos vermelhos aquele que aguarda uma comitiva bem maior que essa para o banquete final nas profundezas do inferno tendo como prato lulla na brasa.

Anônimo disse...

Caro Mascate. Não posso dar explicações, mas o crime praticado por esse sujeito, foi tremendamente infantil perto dos crimes praticados pelos Mensaleiros do PT, que começam a amargar uma cana brava no Spapuda.Abs.

Benedetto disse...

Simples.
Porque ele e' aliado dos caras que estão no poder.
E aqui no Brasil no poder não existe oposição o situação.
São todos iguais e cumplices.
E não pense no Ecercito como a solução.
Eles são corruptos no mesmo nível,nao estão nem ai pelo Brasil e pelos brasileiros.
Todos porcos ipocritas.

Politica sem Medo disse...

Nao e isso nao, e que ele renunciou mas foi Presidente da Republica por dois anos e isso nao se pode apagar. Sendo assim por que nao Ex Presidente? Lula roubou durante dois mandatos, ficou milionario junto com seu filho, elegeu uma bandida igual a ele, nao governou para ninguem e e Ex presidente. Entao...estao quites!

Antipetista disse...

Esse sujeito asqueroso da foto é um mero trombadinha perto dos bandidos que estão no poder da nossa repúbliqueta bolivariana de banânia.

Ferra Mula disse...

O senador Fernando Collor (PTB-AL) gasta, mensalmente, cerca de R$ 20 mil em segurança privada. Até o final do ano, terá desembolsado perto de R$ 240 mil, ressarcidos pelo Senado por meio da verba indenizatória. Collor, contudo, já utiliza serviços de segurança prestados pela Presidência da República, por ser ex-presidente. Tem direito a ter quatro servidores pagos pelos Executivo para segurança e apoio pessoal. No apoio pessoal, ele usa seu staff no Senado.

Alessandro Gusmão disse...

Sugestão para a série: Alguém conseguiria me explicar como o governo está divulgando na mídia que o Brasil tem 4,6% de desemprego, "a menor da história", perdendo apenas para Suíça e Áustria, e ao mesmo tempo tem 25% de sua população ou 45,8 milhões de brasileiros recebendo o bolsa família que só é pago para quem está desempregado??