* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, maio 15, 2013

E a censura vem chegando...

 
JORNALISTA PROIBIDO DE COBRIR EVENTOS DO GOVERNADOR PETISTA AGNELO QUEIROZ
 
Governador Agnelo Queiroz, Dirsomar Chaves e Administrador Regional mandam proibir jornalista líder comunitário de cobrir eventos em Vicente Pires.
 
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), juntamente com o segundo suplente de Distrital Dirsomar Chaves e o administrador Ebenezer Aquino, mandaram barrar o jornalista diretor do Jornal Conversa Informal e líder comunitário Gilberto Camargos, presidente da AMOVIPE, Associação de Moradores de Vicente Pires que tem hoje 3270 associados de participar de evento em Vicente Pires, com a presença do governador.
 
O jornalista teve sua liberdade cerceada ao tentar entrar no Taguaparque onde o Governador Agnelo Queiroz lançava uma obra de retirada da rede de alta tensão. Ao chegar o jornalista notou que todos os seguranças o observavam e ao se dirigir ao portão, eles fecharam bruscamente o portão chegando a atingir sua perna. Nada foi dito, apenas que ele não podia adentrar ao local. Os seguranças tinham a identificação de seu carro e foto sua.
 
O cerceamento continuou na Rua 08 em que o Governador Agnelo Queiroz visitava uma pequena obra de tapa buracos, obra esta que o jornalista havia denunciado a péssima qualidade, durabilidade e valores já gastos outras 12 vezes nessa mesma obra e todas duraram no máximo quatro meses.
 
Nestes locais três seguranças pessoais do governador não permitiram que o jornalista fosse em direção ao local onde se encontrava o governador Agnelo e Dirsomar Chaves. O Jornalista tentava fotografar o evento, mas foi de todas as formas proibido, humilhado e até ameaçado pelos seguranças.
 
No último local a ser visitado pelo governador onde aconteceria o projeto Governo sem Cerimônia em que o governador Agnelo Queiroz e seu secretariado deveriam se reunir com lideranças comunitárias e segundo as propagandas governamentais, ele almoça com cerca de 200 lideranças da região, o jornalista e líder comunitário também foi barrado, agredido verbalmente por dois funcionários da Administração, sendo um deles concunhado de Dirsomar. Neste local, o concunhado de Dirsomar chegou a tentar rasgar a lista de convidados e gritou para todos que o jornalista não podia entrar, pois era muito perigoso e que se deixasse o jornalista entrar, então deveriam liberar o portão para todos.
 
O evento era para ouvir a comunidade e as lideranças. Então por que foi barrada a entrada do jornalista que hoje é o Presidente da maior Associação de moradores da região? A AMOVIPE, Associação que o jornalista preside, foi criada pela população justamente porque a ARVIPS, associação de moradores presidida pelo Dirsomar chaves, não atendia mais aos interesses da comunidade e se transformou em comitê eleitoral.
 
O governador teria vindo para ouvir as lideranças. Chegaram a anunciar que ele ouviria 200 líderes comunitários em Vicente Pires, porém a cidade conta com no máximo seis lideranças e todas elas assinaram carta aberta juntamente com a entidade presidida pelo jornalista e mesmo assim ninguém teve direito a palavra no local.
 
O motivo de  barrar o jornalista, não era porque ele representava risco a integridade física de alguns dos presentes, muito menos por medo de escândalos, mas porque o jornalista não mede esforços para defender a cidade e mostra sem cerimônia o que realmente acontece, denunciando de todas as formas o que vem acontecendo na administração regional onde quem comanda é Dirsomar Chaves.
 
Barrar o jornalista mostrou que o nosso governador e as pessoas ligadas ao governo em geral, tem muito a esconder e o que seria dito poderia desmascarar muita gente importante de nossa cidade.
 
”Não me deixaram falar por medo do que eu tinha a dizer, pois na prática, o governador emprega a proibição para fazer censura prévia", diz Gilberto Camargos.
 
Segundo o jornalista, a censura começou há alguns anos quando ele começou a divulgar as irregularidades cometidas na cidade e pedia ao Administrador e ao governador para mudar suas posturas. Muitas denúncias feitas no Jornal viraram escândalos e foram parar no Ministério Público e Polícia Federal, como exemplo disto temos a Operação Perímetro em que pessoas da ARVIPS, do governo Distrital e Federal estão sendo investigadas. "Eu não criei essas matérias, só investiguei e publiquei", diz o jornalista.
 
O jornalista afirmou que se sente como a blogueira cubana, Yoani Sánchez. "Assim como em Cuba, o governador do Distrito Federal não tem condições de controlar tudo e todos", diz Gilberto. "Ele não aceita críticas e há outros jornalistas e lideres comunitários que estão sendo barrados pelo governador", disse se referindo a uma lista de nomes que circula nas redes sociais. "A intimidação é corriqueira, a novidade é a censura".
 
Segundo o jornalista,  a administração já vinha fazendo intimidação toda vez que ele ia ao local. Alguns cabos eleitorais de Dirsomar Chaves e amigos do governador já chegaram a agredi-lo verbalmente e fizeram ameaças de partir para agressão física. "Nunca me dão retorno, não respondem aos requerimentos feitos pela AMOVIPE. Não consigo falar com o administrador de forma digna, não aceitam reuniões com as lideranças, sempre dizem que estão ocupados" reclama ressaltando que quando consegue é "cercando o administrador". Quero ser ouvido, a comunidade quer ser ouvida, cobrou.
 
O jornalista esclarece que não tem nenhum problema pessoal com o administrador, com  Dirsomar ou com qualquer de seus subordinados, muito menos com o Governador. Mas diz que administração está mal comandada e cheia de gente que não deveria estar no cargo. Os indicados estão afundando a administração e acabando com Vicente Pires. Declarou.
 
Vicente Pires precisa de gente que goste da cidade que faça o que é certo. Não precisamos de quem se identifica como líder, mas não conversa com o cidadão, não ouve os problemas e muito menos de quem passou toda a vida enganando a todos para tirar proveito pessoal. Desabafa o jornalista.
Segundo Gilberto a administração e o Governo Agnelo tem medo de ouvir as lideranças, pois as poucas obras que vem para Vicente Pires, não são prioritárias e de péssima qualidade.  Já na ARVIPS todos são militantes do PT e a maioria  dos diretores tem cargo indicado no GDF e o medo é de perder, para os verdadeiros líderes, o espaço que ainda julgam ter.
 
Para o jornalista, esta é a principal razão de tanto medo e de tanto desespero do pessoal do Governador Agnelo Queiroz, da Administração e da Arvips.
 
Blog Conversa informal:  Aqui
 
 
E PHOD@-SE!!!
............................

Share/Bookmark

3 comentários:

Anônimo disse...

URNAS ELETRÔNICAS???

COMO FUNCIONA???

CONFIRMA???

VOTO SIMULADO:



http://goo.gl/qox5H

Gilberto Camargos disse...

Obrigado amigo do Mascate, realmente temos que unir forças contra essa turma que está destruindo o Brasil e com tudo que aqui tem de bom.

Ainda bem que aqui no DF, o PT não ganha nunca mais para o cargo de governo.

Parabens pelo blog e obrigado pelo apoiio

Gilberto Camargos

Anônimo disse...

Agnelo e sua corja são desprezíveis, mas Vicente Pires é apenas um glorificado festival de grilagem.
Essas pessoas não deveriam nem estar morando aí, quanto mais reinvidicando assistência pública.