* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, março 27, 2013

Estádio do Engenhão é interditado.

Seis anos após custar 380 milhetas da grana pública. O estádio do Engenhão, construído para servir de palco para o infame e caro para caraleo PAN de 2007, está interditado.
A cobertura metálica está podre e ameaça a segurança dos otários pagadores de ingresso do ridículo futebol Tupiniquim.
Agora começa o diz-que-me-diz, o jogo de empurra, e a responsabilidade não vai ser apurada e nem punições ou multas para quem recebeu uma baba de dinheiro público para construir aquele penico.
Se no Engenhão, que foi o único estádio construído para o PAN os "pobrema" já estão aparecendo há alguns anos. Imaginem o que vai ter de "recall" nos estádios construídos a toque de caixa para a infame Copa de 2014.
Segundo a construtora que é responsável pelo Itaquerão, as obras estarão definitivamente prontas após a Copa.
E a grana pública vazando solta pela torneira da corrupção e da trampolinagem.
Mas para o povão burro torcedor, o que importa é o Hexa, certo que a "celeçinha" da pátria de chuteiras, se ganhar vai ser no apito, pois o que a FIFA quer mostrar ao mundo é a festa dos desdentados comemorando mais um título dos melhores do mundo.
Isso se durante os jogos algum estádio não desabar causando uma tragédia.

E o povão preocupado com o final do BBB, ou com o pastor da boca dura na comissão dos direitos dusmanos.
Eita país de otário que é esta merda.

E PHOD@-SE!!!
...............................

Share/Bookmark

8 comentários:

Anônimo disse...

PC:

Tanta é a roubalheira que não haverá Copa. E se acontecer será um fiasco ao ponto do país não sediar mais nenhuma competição internacional.

Anônimo disse...

Mascate, olha só o que o site YAHOO está postando:

http://br.mulher.yahoo.com/dilma-rousseff-204222824.html

Fazendo propaganda e ELOGIANDO esta vaca terrorista, assassina, sequestradora, como se fosse uma flor de mulher.

Eu já odeio este yahoo a muito tempo, mas esta de hoje foi pra matar.

Atente para os COMENTÁRIOS logo abaixo do texto. QUASE A TOTALIDADE DELES falando mal da vagabunda. E daí eu pergunto, como é que ela tem TANTA APROVAÇÃO se pelos comentários nota-se que NINGUEM A TOLERA? Isto também é dito em um dos comentários.

Com licença, vou vomitar!

Ferra Mula disse...

Em Porto Alegre o Estadio do Gremio também não aguentou o tsunami da torcida. E o Maraca?
Veja o Cezar Maia andou dizendo:

Extra, 27) 1. Após interdição do Engenhão, Cesar Maia ironiza Eduardo Paes e empresas responsáveis pela cobertura do estádio. Cesar Maia era o prefeito do Rio durante a construção do Engenhão, finalizada em 2007. O ex-prefeito e atual vereador Cesar Maia (DEM), que estava à frente do município durante a construção do Engenhão, finalizada em 2007, ironizou o atual prefeito Eduardo Paes e as empresas Odebrecht e OAS, responsáveis pela construção e manutenção do estádio. O principal palco do futebol carioca foi interditado nesta terça-feira por Paes, por causa de problemas na cobertura, detectados em laudo feito pelas duas construtoras.

2. Cesar Maia preferiu não opinar diretamente sobre o caso, mas não deixou de se manifestar com ironia a respeito do problema e da relação da prefeitura com as empresas. - Apenas é importante sublinhar que a Odebrecht, que é responsável pela cobertura do Engenhão, é também pela demolição da Perimetral, pela construção do Maracanã, pela construção do túnel na área portuária, além dos novos equipamentos no Parque Olímpico. E que a OAS – que fez a cobertura do Engenhão em parceria com a Odebrecht - é responsável pela linha do metrô Barra-Zona Sul em construção. Ambas poderão dar todos os esclarecimentos - afirmou.

3. Cesar Maia lembrou ainda o fato de Eduardo Paes ter concedido entrevista em 2010 negando que o Engenhão tivesse qualquer problema estrutural. O vereador era o prefeito na época em que a licitação para a obra de construção do estádio foi vencida pelo consórcio formado pela Odebrecht e a OAS. No período, o então chefe do município foi alvo de críticas pelo aumento no preço do Engenhão. Eduardo Paes, na entrevista concedida nesta terça-feira, afirmou que ainda não há um prazo estipulado para que o Engenhão seja reaberto ao público e nem um plano de recuperação da estrutura da cobertura do estádio.

==================================

E daí meu amigo , tu achas que isso aqui tem conserto??? Ninguem bate de frente como deveria, ficam trocando tapinhas de gato mimado.

Anônimo disse...

Tens toda razão,nobre Mascate!Agora é moda construir à toque de caixa e logo aparecem as falhas por conta da incompetência da construtora ou do material,ou ambos.Com a palavra os desabrigados do Bumba,vão esperar por novos prédios até a perna do Sací crescer,ou o Lula admitir o mensalão.

Rodrigo disse...

A construção do estádio já foi absurda! Não havia necessidade de uma obra dessa para os eventos de atletismo, bastava a pista de corrida com um gramado no meio e algumas arquibancadas simples e removíveis assim como em Guadalajara 2011. Ao opitar por um estádio, o Brasil gastou uma fortuna num estádio que já nasceu ultrapassado, já que ninguém no mundo faz construções desse tipo mais (com pista de atletismo e arquibancadas distantes do campo).

Anônimo disse...

Típico do brasil esquerdista, lá se vai mais dinheiro pelo ralo, tudo pra fazer o "marketing progressista positivista", lamentável isso, apenas 6 anos, as obras do pt tem prazo de validade? Em países capitalistas essas coisas praticamente não existem, quando se constroem estádios, se constroem com toda responsabilidade, ahhhhh e vem a copa e a olimpíada por aí, daqui a pouco cai um estádio inteiro? Pra mim as eleições são manipuladas.

Anônimo disse...

O estádio não tem concerto, o problema começou desde o início quando foi removido as escoras, terão que desmontar tudo e refazer a obra desde o começo.
Essa obra custará caro para os engenheiros brasileiros, vai virar uma lenda sobre a incompetência.

Anônimo disse...

O estádio não tem conSerto, o problema começou desde o início quando foi removido as escoras, terão que desmontar tudo e refazer a obra desde o começo.
Essa obra custará caro para os engenheiros brasileiros, vai virar uma lenda sobre a incompetência.