* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sábado, fevereiro 23, 2013

Democracia para que?

E pensar que nos anos 80 do século passado  eu ainda nos bancos da universidade já lutava contra o recém criado Partido dos Trabalhadores. Armei muita confusão, algumas até as vias de fato,  dentro dos corredores, no DA, e até na atlética da faculdade por atacar o "milagre" político que se formava como nova proposta para livrar o país da ditadura militar que ainda dominava o cenário político no Brasil.
Para ser sincero, os militares jamais incomodaram a mim ou a qualquer membro de minha família, justamente por estarmos preocupados em tocar a vida e sobreviver com dignidade.
Certo que a inflação e o descontrole financeiro a que estávamos entregues neste período eram  um entrave no crescimento econômico das famílias, tempos bicudos, inflação, desemprego, mas podíamos caminhar nas ruas durante as madrugadas sem sermos molestados por quem quer que fosse. Segurança garantida, vagabundos de verdade iam aos montes para a casa do caraleo nas mãos do saudoso E.M. Vagabundo naquela época não virava celebridade, virava estatística ou lenda. HOJE, ESTÃO NO PODER...
Muitos da minha geração lutaram de alguma maneira pela abertura política e pela restauração da democracia, enfim, elas vieram, os militares entregaram o país às mãos do povo. Finalmente o Brasil virou uma democracia após pouco mais de vinte anos de ditadura militar,
A população feliz acreditava que sabia o que estava fazendo, compraram o pacote de bondades que o PT vendia dentro de suas promessas de limpeza ética e transparência na política, era o novo se apresentando. Por fora bela viola, por dentro pão bolorento.
O partido que veio repleto de pensadores, juristas, e mais do mesmo, os terroristas cassados pela ditadura tiveram a chance de se colocarem novamente na vida pública, e pior, com direito a se elegerem.
E deu no que deu, os PTistas de raiz, aqueles que acreditavam na ética, na mudança, e na moralidade, abandonaram o partido por não aceitarem as novas diretrizes que o partido apresentou assim que começou a chegar ao poder. Instalaram a ditadura do tudo por dinheiro, transformaram o país numa baderna, trocaram as lutas pelas liberdades civis e pela democracia em uma feira de corrupção e bandalheira. 
Membros do partido enriqueceram assustadoramente em pouco mais de 5 anos, e membros da fundação do partido que lutavam por um país melhor se corromperam pelo poder e pelas facilidades que o estado corrupto sempre promove para seus pares.
O PT sempre foi contra tudo e contra todos, sempre votou contra o país, nunca aceitou a possibilidade de governantes de outros partidos poderiam implantar programas que realmente ajudariam a mudar o Brasil. E foi assim no plano Real, entre outros, o PT sempre votou contra, afinal eles eram os donos da verdade e os paladinos da justiça. E o povaréu esquerdofrenico de ocasião, funças públicos e de estatais, professores, e simples trabalhadores sindicalizados se tornaram a massa de manobra para a manutenção do poder dos bandoleiros vagabundos que venderam a ilusão de um Brasil mais justo e solidário.
Estamos entregues à própria sorte, os governantes que aí estão, passam anos à fio preocupados sempre com as próximas eleições, aparelharam o estado de tal maneira que nem o STF, ou a PF escapam de seus tentáculos, e as leis são para os inimigos, já que para os amigos, tudo.
O PT está transformando o país em uma ditadura "light", permite aos cidadãos o livre ir e vir, e promove festas para alienar ainda mais a fraca cabeça da imensa maioria deste povo. Promoveu o festival do crédito fácil, onde hoje 60% das famílias brasileiras estão atoladas em dívidas, mas o que importa estar pagando juros sobre juros se quem nada tinha, hoje tem até TV de prasma mesmo sem saberem ler o manual de instalação do aparelho, e as dívidas? Oras, as dividas que se phodam, pago quando der, e se não der não pago.
O consumo explodiu, os Brazucas se enfiam mundo à fora feito novos milionários torrando o que tem e o que não tem em bugigangas que se compram facilmente em qualquer loja de SP ou RJ, mas sempre saem com aquela velha desculpa de que lá é bem mais barato. Aqui não é bem mais barato porque o povão torrador de grana está preocupado em quando acabar de pagar a última viagem já se enfiar na próxima prestação para rodar o mundo como um novo rico sem noção. Em vez de ir a luta para que o governo baixe os impostos e pare de nos explorar.
E os investimentos em educação, isso apenas a velha classe média, aquela que é classe média por educação, conceitos e esforços, tem feito. Fazem de tudo para melhorar a vida de seus filhos, se matam de trabalhar para pagar as melhores universidades do país para dar aos seus herdeiros as condições de lutar por melhores empregos, sejam aqui ou no mundo. E os emergentes gastando em bobageiras, comprando carros em 800 prestações, se endividando cada dia mais sem pensar no amanhã. Para que pensar no amanhã? Se nada der certo, e com o PT no poder, ao menos garantimos uma bolsa ajuda qualquer.
Na cabeça desses dirigentes corruptos e estelionatários, é mais fácil transformar o grande Brasil em uma nova CÚba, do que em uma Alemanha, Coréia, ou mesmo Uzestaduzuinidus.
Cidadania é uma coisa que se tem de berço, com muita educação e com o estado atuando em favor da melhoria social do povo. Mas um povo cidadão não mantém gente do gabarito dos PTralhas no poder, e é isso que eles tem pavor. Preferem ser os governantes de um povo totalmente alienado do que entrarem para a história da humanidade como os governantes que transformaram uma repúbliqueta de bananas em um país dos mais fortes do mundo em todos os sentidos.
É mais fácil alienar uma população para se perpetuar no poder, do que dar cidadania e condições de pensar para essa população e se manter no poder por saber que o povo que pensa assim o entendeu e os elegeu.
Olhando as manifestações de jovenzinhos babacas e alienados contra a visita de Yoani ao Brasil, é que chego a conclusão de que nosso país não vai mudar tão cedo já que a juventude que sempre foi a mola propulsora das mudanças no mundo está cooptada pela esquerda festiva, sei que ao menos nas próximas duas ou tres gerações o Brasil vai continuar mediocre. 
Os próximos ao poder, e os que nele estão, continuarão enriquecendo a olhos vistos, e jogando migalhas para um povo burro que dá risada de tudo Sabem que não correm perigo de um levante da população contra seus governos. O Comunismo travestido de capitalismo populista transformou uma nação inteira em caarneirinhos dóceis e alienados.

Pensando bem...quem deveria andar com nariz de palhaço somos todos os que um dia lutamos pela redemocratização do Brasil. Pois, perdemos um tempo enorme para entregar o país nas mãos de um povo sem cultura e sem compromisso algum, um povo totalmente idiotizado pela mídia, festeiro e carnavalesco que só pensa em se dar bem sem ter que se esforçar.
Sorte dos jovens da tradicional classe média que estão sendo preparados para poderem sair do país e viverem com dignidade nas verdadeiras democracias do mundo.
Deemocracia no Brasil para que mesmo?

E PHOD@-SE!!!
.............................


Share/Bookmark

13 comentários:

Anônimo disse...

Foram esses que cagaram na urna na ultima eleição...

toninho malvadeza disse...

Tenho uma amiga que de idiota só tem a cara e o jeito de andar.Ela é pobre e fhudida,mas vê a novela das 3 da tarde,malhação,carrossel,novela das 9 e balacobaco, e diz que é PT e não abre. Realmente estamos na roça e não saímos tão cedo.

Blog do Beto disse...

OLÁ MASCATE.
SINTO SAUDADES DAQUELA ÉPOCA EMBORA TENHA LUTADO CONTRA.
FAÇO A MEA CULPA MAS ACORDEI HÁ MUITO TEMPO.

ABS DO BETO.

Sidney disse...

Assim como foi feita a Lei da Ficha meio limpa, deveriamos fazer uma lei que a pessoa que receber o Bolsa Familia deveria entregar seu titulo de eleitor pois não teria direito ao voto, o que acha de tal ideia, será que vai vingar.

Gil Rikardo disse...

Caro Mascate, infelizmente não consegui entrar na universidade na citada década, então minha visão sobre o PT foi construida através da observação nas ruas.
Eu, pobre, trabalhava para não passar fome, e comecei a perceber aqueles bandos saidos de tudo que era canto, sem trabalhar, e só falando em direitos, direito disso, direito daquilo, obrigação nada, pelo contrário, em plena segunda-feira lá vinham as passeatas contra isso e contra aquilo. Dessa maneira simples de observar levou-me a pesquisar e descobrir o comunismo já falido, e tão cantado pelos "incipientes" companheiros.
Sempre lutarei contra essa corja de aproveitadores, bandoleiros, ladrones, hipócritas, mentirosos, demagogos... e o "CARALEO" que for.

Meu inimigo é contra o PT, então é meu amigo.

Anônimo disse...

Caro Mascate

Primoroso texto. Guarde para a posteridade. Eu ainda na década de 70 já lutava contra essa corja na Universidade. Tive o prazer de atingir os bostas da FFCL da USP com algumas pedradas. Gostaria mais se tivesse metralhado uma meia dúzia.
O nojento sebento sempre me causou asco até pela aparência, e muito mais quando abria a boca.
Cheguei a mudar da republica onde morava por discordar e uns BABACAS, Zé Buça que viviam idolatrando a esquerda, Fidel e Chê apesar de riquinhos. Não conseguia conviver com IDIOTAS.
Sempre soube da falsidade das propostas dos PETRALHAS e cada um que abriu a pocilga da boca para dizer que era petista, socialista ou comunista eu logo tachava de boçal, idiota, ignorante e não era mais meu amigo.
Continuo igual só que agora a quantidade de animais burros que apoiam o politicamente correto e o governo de pulhas FELADUMAPOTA aumentou muito. Os militares só erraram em não erradicar essa raça de CANALHAS e com o povinho de merda que temos eles continuarão por aí por muito tempo. O braziuu ziu ziu já era. Não tenho a mínima esperança para esta pocilga.

Anônimo disse...

Infelizmente estamos no buraco, a saída vai ser difícil, não sei se viverei pra ver isso... infelizmente
EZ/SP

Anônimo disse...

Sei muito bem de tudo o que foi dito nesse post e concordo com tudo, sem tirar uma vírgula!
A única lei que funciona nessa porcaria aqui é a Lei de Gérson. Essa, irrevogável.
Nos anos 80 eu era moleque e já dizia: quem nunca comeu melado, quando come se lambuza. É o que vai ser do PT se um dia chegar ao poder!
Só não ganho na loteria!
Parabéns pela clareza! O "país do futuro" continuará sendo do futuro, mas nenhum de nós chegará a ver. Passaportes na mão?

Anônimo disse...

As pedradas citadas acima foram em 1968 na batalha da Maria Antonia. Será que dei sorte e acertei o Zé Dirinferno.?

Anônimo disse...

"Erros foram praticados durante o regime militar, eram tempos
difíceis. Claro que, no reverso da medalha, foi promovida ampla
modernização das nossas estruturas materiais. Fica para o historiador
do futuro emitir a sentença para aqueles tempos bicudos."

Mas uma evidência salta aos olhos: a honestidade pessoal de cada um!

Quando Castelo Branco morreu num desastre de avião, verificaram os
herdeiros que seu patrimônio limitava-se a um apartamento em Ipanema e
umas poucas ações de empresas públicas e privadas.

Costa e Silva, acometido por um derrame cerebral, recebeu de favor o
privilégio de permanecer até o desenlace no palácio das Laranjeiras,
deixando para a viúva a pensão de marechal e um apartamento em
construção, em Copacabana.

Garrastazu Médici dispunha, como herança de família, de uma fazenda de
gado em Bagé, mas quando adoeceu precisou ser tratado no Hospital da
Aeronáutica, no Galeão.

Ernesto Geisel, antes de assumir a presidência da República, comprou o
Sítio dos Cinamonos, em Teresópolis, que a filha vendeu para poder
manter-se no apartamento de três quartos e sala, no Rio.

João Figueiredo, depois de deixar o poder, não aguentou as despesas do Sítio do Dragão, em Petrópolis, vendendo primeiro os cavalos e depois a propriedade. Sua viúva, recentemente falecida, deixou um apartamento em São Conrado que os filhos agora colocaram à venda, ao que parece em estado de lamentável conservação.

OBS: foi operado no Hospital dos Servidores do Estado, no Rio.

Não é nada, não é nada, mas os cinco generais-presidentes até podem
ter cometido erros, mas não se meteram em negócios, não enriqueceram
nem receberam benesses de empreiteiras beneficiadas durante seus
governos.

Sequer criaram institutos destinados a preservar seus documentos ou
agenciar contratos para consultorias e palestras regiamente
remuneradas.

Bem diferente dos tempos atuais, não é?
Pois é... o pior é que ninguém faz nada !
Acrescento: nenhum deles mandou fazer um filme pseudo biográfico, pago com dinheiro público, de auto-exaltação e culto à própria personalidade!

Nenhum deles usou dinheiro público para fazer um parque homenageando a própria mãe.
Nenhum deles usou o hospital Sírio e Libanês.
Nenhum deles comprou avião de luxo no exterior.
Nenhum deles enviou nosso dinheiro para "ajudar" outro país.
Nenhum deles saiu de Brasília, ao fim do mandato, acompanhado por 11 caminhões lotados de toda espécie de móveis e objetos roubados.
Nenhum deles exaltou a ignorância.
Nenhum deles falava errado.
Nenhum deles apareceu embriagado em público.
Nenhum deles se mijou em público.
Nenhum deles passou a apoiar notórios desonestos depois de tê-los chamado de ladrões.

Anônimo disse...

O Brasil agora esta estagnado, vivemos calcados na infra estrutura criada pelos militares e ja faz mais de 40 anos!

Mas guardem isso:

NÃO É A POLITICA QUE FAZ O CANDIDATO VIRAR LADRÃ0

É O SEU VOTO QUE FAZ O LADRÃ0 VIRAR POLITICO

Podemos provar isso com L U LA, Genuino e Jose Dirceu!

Anônimo disse...

O PT alcançou a marca de 10 anos seguidos frente à presidência da República. Pelo que se lê na imprensa, a ideia de comemoração do PT é nada mais do que demonizar o PSDB e fechar os olhos perante as tristes realidades dos governos Lula e Dilma. A capa da cartilha comemorativa de 10 anos do PT no governo federal, que chega até a lembrar os pôsteres de propaganda soviéticos.
O senso comum aponta duas grandes realizações do PT nesses últimos dez anos. Seriam elas: a redução da pobreza e o crescimento da economia.
Será mesmo?
É evidente que houveram avanços no combate à pobreza nos tempos de Lula e Dilma. Negar tal afirmação é ir contra os fatos e a lógica dos números. No entanto, sabemos que o Bolsa Família é nada mais do que a união de outros projetos sociais, criados durante os governos Itamar e FHC. Lula possui os créditos de tê-los juntado e ampliado satisfatóriamente o benefício, mas é certo que não o teria feito caso o Plano Real não tivesse sido implementado, como queriam os petistas. É questão de conjuntura, simples e óbvia. Sem estabilização, nada de investimentos.
Outro fato que chama a atenção, é puramente metodológico. O teto da pobreza extrema no país é de R$70. Se um indivíduo passa a ganhar R$71, ele está oficialmente fora da linha da pobreza, de acordo com os burocratas petistas que creem na vida com R$280 mensais, enquanto José Dirceu gasta seus últimos dias de liberdade na praia, utilizando uma bermuda importada de R$600. O governo, já se anuncia, concederá um aumento no Bolsa Família para 2,5 milhões de famílias — apenas o suficiente para que elas ultrapassem a linha da pobreza. Atingindo os R$70, eles se dão por satisfeitos! A questão deixa de ser de qualidade de vida, de erradicação da miséria, para se transformar em uma máquina de estatísticas furadas para ganhar eleição. Ademais, não precisamos de estatísticas para constatarmos como ainda existem pessoas na miséria neste país — basta uma breve caminhada pelas nossas cidades.
Quando o assunto é crescimento da economia, o ex-presidente Lula adora utilizar os dados de seu governo para mostrar a sua “vantagem” perante seu antecessor. A verdade, no entanto, é que o governo FHC enfrentou sucessivas crises internacionais, e os índices de crescimento do PIB, quando comparados com os números internacionais, nos dizem muita coisa. A ver: o crescimento mundial durante o governo FHC, foi de 2,75% ao ano, enquanto o do Brasil foi de 2,28%. No período Lula, o crescimento mundial foi de 8,27% ao ano, enquanto o do Brasil foi de 3,55%. Concluímos, portanto, que o país cresceu mais com Lula, mas perdeu na proporcionalidade quando levados em conta os números de todo o mundo. A economia, como sabemos, não funciona de forma individualizada a cada país, mas como um organismo que recrudesce ou desacelera de acordo com um todo.

O Libertário disse...

Erradicação da pobreza uma ova. Perpetuação da pobreza, isso sim. Em primeiro lugar, não se erradica pobreza de ninguém atirando-lhe R$ 250,00 por mes, pelo resto da vida, antes perpetua-se. Em segundo lugar, nenhum "guvernu" vai fazer isso por mim. Eu é que devo querer sair do buraco e o povo brasileiro em sua maioria, sinto muito, mas não quer. O país é grande , rico e está por ser feito em quase tudo. O que fizemos nós brasileiros por este país? O que está aí e do que desfrutamos saiu da mente e da iniciativa de outros povos. Nem uma miserável bicicleta, um fármaco, uma máquina de terraplanagem para abrir as estrada que precisam ser abertas por este imenso país afora são de nossa lavra. Não inventamos nada e ainda jogamos pedra nos que inventam as coisa para nosso deleite. Precisamos nos olhar no espelho e criarmos vergonha.