* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, janeiro 27, 2013

Incêndio e mortes em boate no Rio Grande do Sul.

Mais uma vez acordo e fico estarrecido com outra tragédia que abate a sociedade brasileira.
Uma boate em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, pegou fogo nesta madrugada, até o momento o número de jovens mortos passa dos 180, mas o número de vítimas fatais, segundo as autoridades locais pode ultrapassar a casa dos trezentos. Espero que as autoridades estejam super dimensionando seus números, e que infelizmente fiquemos nos 180 atuais.
Agora irão começar a buscar os culpados por mais esse absurdo, já falam que o alvará de funcionamento da casa estava vencido desde 2012,
Irão buscar culpados no corpo de bombeiros, na prefeitura, na potaquepareu, só que buscar os culpados não trará de volta os que morreram e nem dará conforto às famílias.
No Brasil temos o hábito de trancar a porta após a mesma ter sido arrombada, esperam dar merda para fazer alguma legislação mais específica, e buscam jogar o resultado sempre nos mais fracos.
Segundo sobreviventes, o incêndio começou por conta de um efeito especial que a banda que tocava no momento estava utilizando. Fatalidade talvez, ou pura irresponsabilidade?
Casas noturnas espalhadas pelo país não tem sistema de combate a incêndios, não tem funcionários treinados para um tipo de brigada de incêndio, e as rotas de fuga geralmente são insuficientes para o volume de pessoas que costumam se espremer dentro desses locais.
O maior culpado que tem que ser responsabilizado pela tragédia é o dono do local. Sabemos que é comum a venda de ingressos muito acima da capacidade de lotação da casa, e a juventude no embalo da festa, muitos muito alcoolizados não percebem que com aquele volume de gente em um local confinado, qualquer coisa desencadeia uma tragédia.
Lembro do caso aqui em Santos, no já demolido Clube de Regatas Santista, um show da banda Raimundos, morreram 8 e setenta ficaram feridos. Segundo as investigações o ginásio estava lotado, e ao final do show, apenas uma rampa de saída estava aberta para escoar todo o público, resultado, no empurra empurra, o guarda corpos da rampa cedeu e centenas de pessoas caíram umas por cima das outras, fazendo com que alguns dos que ficaram por baixo morressem esmagadas ou asfixiadas.
Muito protesto gerou na cidade, ao final de alguns anos a justiça condenou TRÊS pessoas, o presidente do clube, o arrendatário do bar, e o dono da empresa que promoveu o show. Ninguém foi preso. E não tinham bens para pagar indenizações, em outras palavras, deu em nada.
Diante da tragédia mudaram algumas exigências para locais de shows com concentração grande de pessoas. E isso funcionou por alguns anos e já esqueceram ou dão algum jeitinho para burlar a fiscalização, SEMPRE CORRUPTA da prefeitura e a inércia do corpo de bombeiros.
Mas o mercado da cidade acabou com grandes eventos em ginásios esportivos, e até o carnaval de clube, tão tradicional na cidade, está acabando ano a ano.
Ainda existem algumas casas noturnas, "baladas" que vendem mais ingressos do que conseguem acomodar o público no espaço que tem.
Infelizmente a juventude na hora da festa perde a noção da própria segurança, e acabam se tornando vítimas fáceis para empresários espertalhões, e acabam sofrendo ferimentos e mortes quando algum acidente acontece.
É certo que as investigações no Rio Grande irão mostrar que as rotas de saída eram insuficientes para o número de pessoas dentro da casa, o material usado na decoração e na forração acústica da casa eram incompatíveis, as instalaçoes elétricas eram precárias, o sistema de combate a incêndio não estavam funcionando...etc...etc..etc...Aquele mesmo filme já visto à  exaustão pela população. E nada muda.
Sei como funciona a cabeça de empresários neste setor, trabalhei tempos atrás com alguns e sei o quanto pouco se importam com a segurança e o muito que se importam com a bilheteria e o faturamento do bar.
A maioria dessas casas não tem corpo de funcionários capacitados para ajudarem no combate a incêndios, pois a legislação caolha favorece ao empresário manter funcionários DIARISTAS que mal conhecem a casa e nada sabem em matéria de segurança.
Lamento a tragédia e sou solidário às famílias em luto neste momento, mas o Brasil TEM A OBRIGAÇÃO DE VIRAR UM PAÍS SÉRIO.  Não dá mais para assistirmos sentados o volume de pessoas que morrem por conta da falta de ação das autoridades, e da ganância de empresários vagabundos que não se importam com nada além do faturamento.
Mas parte da culpa dessas tragédias também são da população, é comum vermos obras desabarem ou locais incendiarem por causa da falta de um trabalho efetivo na contatação de profissionais sérios e responsáveis na hora de fazer uma reforma ou alguma obra seja na própria residência, ou em locais públicos. O menor preço sempre ganha.
Eu que estou ligado ao ramo da consttrução civil estou farto em ver gente burra e incompetente dando orçamentos e até tocando obras sem o mínimo conhecimento técnico do serviço que está prestando. 
E quando a merda agarra, ou o "profissional" desaparece, ou coloca a culpa no material que ele mesmo não soube aplicar. E pau na bunda dos prejudicados.
Agora é hora de orarmos pelas vítimas do descaso, e aguardar o resultado da perícia. Mas certamente, esta tragédia irá mostrar que desde o dono da casa até as autoridades que fiscalizam esses locais são culpados pelas mortes.
E o governador do Rio Grande, politicamente já se direciona para Santa Maria levando a cangalha dos direitos humanos a tira colo em busca de algum dividendo político que poderá sair do meio de toda essa insanidade.
E muito provavelmente a gerentona PresidANTA que vai voltar do Chile e certamente irá enfiar o fucinho e fazer discursos sem noção que de nada irão mudar a realidade dos fatos.
E o mais triste, ao final de tudo ninguém será exemplarmente punido. As famílias irão chorar seus mortos, os feridos irão sarar e conviver com os traumas e os responsáveis sairão de bunda lambida.

Lembram do Batom Mouche? 
Pois é...os empresários quando foram declarados culpados pelas mortes já estavam na Espanha há anos. E deu em porra nenhuma.

Outra tragédia anunciada  será quando ocorrer algum acidente com um número enorme de vítimas nos trios elétricos do carnaval de Salvador.
É esperar para ver.
..................................................................................................
Acabo de ver uma entrevista da PresidANTA indo às lágrimas comentando sobre a tragédia.
Ir às lágrimas é o ápice do populismo Tupiniquim.
Tem é que cobrar responsabilidades e punir os culpados enrergicamente.
Chorar diante das câmeras não muda nada no resultado da tragédia.

E neste momento o número de mortos é de 245...

Pobre Brasil.
...................................................................................................

Share/Bookmark

2 comentários:

Anônimo disse...

Senhores do "pudê"... RESPEITEM a Tragédia ALHEIA!
Tragédia no Rio Grande do Sul provoca choro dos responsáveis pelo "pudê"?

A continuar essa... "emoção"... a cada tragédia... em breve, nas campanhas políticas, teremos como argumento nos "currículos":
- "Chorei 857 vezes em quatro anos de governo"!

O País não precisa de choro!
PRECISA DE COMPETÊNCIA!!!!!

Quem são os responsáveis pela Tragédia no Rio Grande do Sul...?
São responsáveis TODOS os os políticos que praticam Maracutaias.
Maracutaístas servem de exemplo para picaretas, empresários ambiciosos que só pensam em dinheiro.
Maracutaístas servem de exemplo para marginais que se aproveitam da ingenua esperteza e da busca de afirmação de adolescentes para aumentar sua burra.
Maracutaístas servem de exemplo para a imprensa calhorda que aceita e acoberta a incompetência e a safadeza e a picaretagem, com a devida paga é claro.

Quantas famílias e quantos amigos das famílias e dos jovens em todo o Rio Grande do Sul vão carregar essa tristeza?

Parabéns aos "senhores do pudê", pela tragédia no Rio Grande do Sul!

Parabéns a TODOS que apoiam os "senhores do pudê"", pela tragédia no Rio Grande do Sul!

Parabéns à IMPRENSA CALHORDA que apoia os "senhores do pudê"", pela tragédia no Rio Grande do Sul!

Parabéns aos empresários que pensam estar inatingíveis pelo exemplo dos "senhores do pudê", pela tragédia no Rio Grande do Sul!

A conta desse ABSURDO lhes será apresentada na saída, como fazem nas "baladas"...

E espero que, nessa Tragédia, o Brasil não veja nem "Top Top" e nem "Craw"!

Governantes COMPETENTES E RESPONSÁVEIS NÃO CHORAM!
"senhores do pudê", A CULPA É, PRINCIPALMENTE, DOS "senhores"!

Se quiserem usar o "populismo"...
usem o "populismo" na "P Q os P"!!!!!!!!!!
RESPEITEM a tragédia ALHEIA!!!

http://direita-ja.blogspot.com.br

Gilrikardo disse...

--Caro Mascate,

diante do fato, da minha indignação brotou:

Urubus em festa

À imprensa cabe o dever de informar, pelo menos teoricamente, ao cidadão sobre os acontecimentos. Relatar os fatos e suas consequências dentro de uma ótica de utilidade pública, onde o bem maior é o todo, o público, a comunidade, a nação. E não com o viés da audiência pela audiência como é de simples constatação em nossos dias. Hoje por exemplo, em Santa Maria RS, a 300km da capital do estado – Porto Alegre, ocorreu uma tragédia. Uma boate lotada incendiou-se e provocou a morte de mais ou menos 230 pessoas até o presente momento – doze horas após o fato. Acredito que isso já é suficiente para provocar dor, constrangimento em qualquer pessoa com um minimo discernimento sobre a vida. No entanto, ao ligar a televisão em busca de informação nos deparamos com um festival de bobagens, repórteres fingindo preocupação, mentindo, inventando o que não sabem, e inclusive alguns vão mais longe, já iniciam ali mesmo o tribunal de julgamento de quem sejam os culpados. Em nome desse estapafúrdio argumento detonam as mais variadas besteiras que se possa imaginar. Um verdadeiro desfile de achismos e "se isso" "se aquilo" "se se". Se misturam a datas de outras tragédias, se inventam dados sem origem, pois precisam manter a audiência... parece-me que a qualquer custo. Mesmo que para isso precisem bancar os carniceiros sedentos de carniça. Eta mundinho miserável esse nosso!

Abç

Até a próxima.