* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, maio 02, 2012

Enquanto o mensalão esfria o Sinistro passeia na Suíça.

Enquanto os indignados e conscientes brasileiros esperam ansiosamente pelo desfecho do caso Mensalão do PT.
Nosso zeloso STF empurra o julgamento com a barriga à espera de uma prescrição.
Agora que tudo parecia que ia adiante o Sinistro Revisor do caso Ricardo Lewandowski, descobriu uma brecha legal para adiar ainda mais o julgamento desse infame caso.
Ricardo Lewandowski, foi para a Suíça a convite daquele governo para participar de alguns eventos com autoridades judiciárias daquele país e de quebra ainda vai "palestrar" em algumas universidades.
O Sinistro consciente de seus deveres com o povo brasileiro simplesmente sai em viajem e deixa o angú formando um baita caroço que certamente será indigesto para a população da pocilga.
E até dia 4 o "Turistro" enseba ainda mais o julgamento pré prescrito do Ali Babá Sebento da Silva e seus quarenta bandoleiros.
Será que o Ricardo Lewandowski, foi para a Suíça para ensinar aos magistrados daquele país como é que se empurra um processo tão importante com a barriga?
O que eu sei é que esse povo do STF está fazendo de tudo para não julgar o mensalão, e se julgar, é quase certo que todo mundo vai sair de cu lambido dessa história. 
Escrevam aí, NINGUÉM VAI SER PUNIDO!!! 
É esperar para ver.
E vamo que vamo. Porque para um Sinistro do STF passear na Suíça é mais importante que a sociedade brasileira.

E PHODA-SE!!!!

..........................

Share/Bookmark

4 comentários:

Ajuricaba disse...

Não sei quem é mais cínico: ele ou o Fux, que declarou que primeiro decide e depois acha a escora da lei.

Anônimo disse...

Caro Mascate.Grande parte da população aceita os acintes e os escárnios de políticos e autoridades, como se fossem pequenos equívocos e sem importância alguma, afinal porcos conhecem porcos e se toleram bem.Infelizmente, pessoas honestas, trabalhadoras, equilibradas e sensatas arcarão com as consequências desses irresponsáveis que estão enterrando o pais.Abs.Vales.

Anônimo disse...

Sabia que a Operacao Castelo de Areia, uma investgacao da Policia Federal, sobre doacoes da Camargo Correia foi bem pior que o mensalao. O pior que a pagina do Estadao que trata do assunto foi totalmente modificada. Antes a pagina trazia nomes de pessoas envolvidas nas denuncias como o vice Michel Temer, agora nao tem nome nem fala que a investigacao foi engavetada por um juiz que alegou falta de autorizacao da justica para grampear os telefones. Por sorte copiei a pagina na parte de documentos do site Nas Ruas num arquivo Historico da Politica Nacional. No inicio de minha pagina do facebook tem esses links nos comentarios logo abaixo da foto da terrorista Dilma e o laranja Eike Batista. Acho que por ser uma das poucas pessoas que percebeu que varias invedtigacoes como a Satiagraha, Boi Barrica, Diamante e essa Castelo de Areia foram engavetadas por juizes coniventes fui ameacado pir emails de nao comentar a esse respeito e sofri uma tentativa de assassinato quando ia para casa de moto no dia 25 de fevereiro. Infelizmente muitas pessoas se dizem indignadas com os casos de corrupcao, mas poucos procuram divulbar e se mobilizar contra esses corruptos safados que dominam a sociedade.

Jabanews disse...

Olá O Mascate,
Esta questão de ordem, envolvendo o processo do mensalão, que seria levada ao plenário da turma das togas pelo Joaquim Barbosa, soa como farsa.
Na pauta divulgada para ontem, com cinco processos, aquela questão de ordem figurava como segundo assunto a ser apreciado pelos “superiores jurídicos”.
Ocorre que nenhum deles foi apreciado; a dona ministra Carmen Lúcia trouxe ao plenário um processo que se iniciara lá pelos anos 80, envolvendo títulos de propriedade em áreas indígenas na Bahia.
Todos os ministros, à exceção do Marco Aurélio, após discutirem com “a profundidade e o conhecimento de causa”, que tanto gostam de demonstrar nas sessões, acompanharam a posição da ministra e o referido processo tomou conta de toda a sessão.
Daí as conclusões:
- nos “converscotes” da corte, o assunto já tinha sido previamente tratado (ninguém leva para o plenário processo de surpresa), tanto que todos os ministros se posicionaram sobre a questão dos títulos, tecendo lá os seus eruditos conhecimentos, à exceção do Toffoli que se declarou impedido, do viajante para terras suíças (revisor do mensalão) e do Gilmar Mendes, também ausente.
- a turma das togas também já tinha conhecimento prévio, não de alguns dias atrás, mas de mais alguns, do convite dos suíços para o revisor do mensalão; não se convida hoje, para se embarcar amanhã.
Daí que as notícias na imprensa, de que seria julgada uma questão de ordem envolvendo o processo da quadrilha, não passaram de pura farsa informativa, ou até, quem sabe, desconhecido pugilato intestino nas entranhas da corte.
O que pho ... a paciência é que a turma das togas está demonstrando um profundo afinamento com a turma do ali babá, sendo a condenação da turba, seguida de uma prescrição para o crime de formação de quadrilha, com possíveis reflexos nos demais, talvez uma boa saída para o baile das saias, evitando-se, assim, a conseqüência de novos processos e novas cobranças.
Espero estar enganado, porque aí a vaca vai mesmo para o brejo, e haja fossa para receber e esconder tanta ..... – aqui vale qualquer complemento.