* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quinta-feira, abril 05, 2012

Gaviões recebeu dinheiro para homenagear Lula no carnaval.

O Carnaval da Gaviões da Fiel, com enredo em homenagem ao ex-presidente Lula, teve ajuda financeira da Odebrecht, construtora do futuro estádio corintiano. A assessoria de imprensa da empresa confirmou ao blog a doação, mas não revelou o valor.
Em sua resposta ao blog, a assessoria fala em homenagem à torcida e no costume de apoiar organizações comunitárias.
“A Odebrecht Infraestrutura apoiou o desfile da escola de samba numa forma de homenagear os torcedores do Corinthians, clube para o qual a empresa constrói o futuro estádio. O apoio a organizações comunitárias e projetos de cunho social ou cultural, relacionados às suas obras, faz parte da política de responsabilidade empresarial da Odebrecht”, informa a nota enviada ao blog.
Além de reforçar a aliança entre Odebrecht, Lula, que sugeriu à construtora o projeto, e Andrés Sanchez, ex-presidente corintiano, a ajuda gera polêmica na Gaviões.
Integrantes da torcida e escola de samba pressionam a diretoria para esclarecer o valor da doação. Alegam que Andrés havia prometido que a parceira doaria R$ 2 milhões. E falam que foram recebidos cerca de R$ 1,7 milhão. Querem conversar com o cartola e representantes da empresa para saber, de fato, quanto foi doado.
A Odebrecht afirma que cabe a Gaviões revelar ou não o valor. E Andrés não fala com o blog.
O Conselho da Gaviões interrompeu as discussões internas sobre o assunto, desde que a torcida passou a ser alvo de investigações da polícia e do Ministério Público, após a briga que matou dois membros da Mancha Alviverde. As energias estão voltadas agora para a defesa da torcida.
Alguns dos torcedores suspeitam que nem todo o dinheiro doado foi usado no Carnaval. As finanças da Gaviões interessam também à polícia e ao MP. As autoridades querem saber a origem dos recursos e sufocar a torcida cortando fontes de renda ilegais, se elas existirem.
........................................................................................
Bem a notícia é esta que está aí, via Blog do Perrone no UOL.
Acontece que ela só está vindo a tona porque a polícia civil de São Paulo via MP, andou apreendendo computadores da gaviões por causa das mortes de torcedores nas brigas do último clássico contra a porcada.
E antes que vazem as informações, a Odebrecth já se antecipou e acabou com os possíveis furos de reportagem sobre essa bondade carnavalesca eleitoral.
O que pega na verdade é saber que a empreiteira que ganhou a construção do estádio enfiou dinheiro na escola de samba que fez a homenagem carnavalesco eleitoral. O que não contavam é com o quiprocó que deu nas apurações e depois com o comportamento violento dos torcedores que resultaria na apreensão dos computadores.
Agora veremos que nem todo o dinheiro doado foi para o carnaval, e nada me surpreenderá se descobrirem que a gaviões andou fazendo doações ao PT.
E o MP tem que investigar a fundo e punir todo mundo. O que não pode é deixar esfriar e acabar em pizza. É mais do que óbvio que o Sebento usou a torcida do Corinthians como massa de manobra eleitoral, deu o estadio em troca de votos, e a torcida deu o enredo de carnaval e muita propaganda. E se isso não for ilegal, eu nem sei mais o que é legal no Brasil.
E após a apuração que não acabou, as escolas que seriam punidas pelo estatuto da liga das escolas de SP tem é que agradecer a gaviões por não sofrerem a exclusão do carnaval como manda a lei deles mesmos. Pois eu sempre duvidei que a gaviões com o enredo do Sebento seria punida, e se ela não foi, as outras também não serão para não dar na vista. 
Percebem?

E PHODA-SE!!!!
................................................

Share/Bookmark

Um comentário:

Airton Leitão disse...

Nenhuma novidade isso aí exposto. É mesma Odebrecth que andou promovendo as famosas 'palestras' de Lula com cachê de R$ 200 mil. Desde quando Lula pode fazer algum tipo de palestra? Para para ler os 'improvisos' ele sempre teve dificuldades.
Tudo foi uma forma de 'esquentar as propinas que Lula não recebeu enquanto governava, mas é certo que a Odebrecth deve muito a ele pelo excessivo número de obras que a empresa teve para fazer enquanto Lula governava o País.