* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sábado, dezembro 17, 2011

Morte do cãozinho em Goiás.

O espancamento de um cãozinho que foi filmado em Goiás se tornou o assunto polêmico da semana nas redes sociais. E virou notícia no país inteirinho.
Já estou até vendo a Sonia Abrão passar mais de uma semana requentando esse bizarro assunto em seu "pograma" entrevistando a "cinegrafista" e execrando publicamente a agressora. Mundo cão dos brabos em busca de audiência.
Certamente que a "doidona" que espancou o pobre animal levando-o a morte deve ser punida com os rigores da lei, mas a pessoa que passivamente filmou a agressão e depois postou o vídeo na internet também é responsável pela morte do animazinho.
Não podemos deixar a sociedade brasileira se transformar em um bando de frios e oportunistas covardes "voyeurs" ávidos pelos momentos de fama que vídeos como esses podem proporcionar.
A pessoa que filmou é tão maluca quanto a agressora, e na minha visão, é cúmplice do assassinato do cão.
Fazer o vídeo e postar a denúncia na internet é muito confortável, a pessoa não se envolve, não tem que tomar partido em defesa do agredido, não enfrenta a fúria da malucona, apenas faz as imagens e denuncia via Youtube.
É muita covardia e ao mesmo tempo muito sangue frio. Assistir ao espancamento do bichinho e não se envolver é de uma torpeza estratosférica.
Se a pessoa que filmou a agressão tivesse tomado outra atitude, quem sabe partido para a ignorância contra a agressora atirando objetos sobre ela, chamado a polícia ou mesmo jogado um balde de água, certamente o final da história seria outro para o animal.
Mas preferiu convenientemente se acovardar, se esconder e friamente filmar a execução do indefeso cão em busca de uma polêmica notoriedade.
Agora, o comportamento bovino dos revoltados de plantão criam inúmeras "causes" em defesa dos animais no Facebook, postagens iradas e indignadas pipocam as milhares em defesa do falecido cão e chegam ao ápice da burrice em pedir pena de morte para a agressora.
Perfis falsos no Facebook e no Twitter são criados com o nome da agressora e até imagens de pessoas que nada tem a ver com a situação são usadas para garantir a sanha de justiça da indignação virtual que toma os corações e mentes dos internautas de plantão.
Chegaram ao ponto de colocar na rede o número do telefone da casa da mãe da agressora como forma de aplacar a sede de sangue do pessoal do "proteste sentado." Como se a mãe da malucona tivesse culpa pelos atos da filha.
Mas duas coisas ninguém se ateve em discutir, a saúde mental da criança que presenciou o fato e a covardia de quem filmou.
Certamente que é dever do estado responsabilizar a agressora, mas não podemos esquecer de jogar parcela da culpa em quem presenciou o ato e nada fez em defesa do agredido.
Não é ato de bravura ou de cidadania se manter alheio a uma atitude bárbara como a que vimos em nome de um "furo de reportagem" e depois postar heróicamente as imagens na internet. Isso não é denúncia e nem defesa de nada, isso é oportunismo barato e covardia explícita.

O que levou ao descontrole da agressora ao ponto de cometer tamanha covardia com o pobre animal?
Estaria ela em depressão, em um surto psicótico, ou tomando algum medicamento que possa alterar o comportamento a esse nível? 
Ou simplesmente ela resolveu encher o cão de porrada por ser sádica? 
Devem ser investigadas todas as possibilidades para o comportamento da agressora e punir de acordo com as conclusões a que se chegar. O que não pode é deixar a população julgar e condenar bovinamente a enfermeira sem antes dar a ela o direito de defesa.
Agora, a pessoa que filmou estava confortavelmente em sua residência a uma distância segura do fato e nada fez pela vida do bichinho, essa sim é mais fria e feladapota do que a que matou.
E a criança que presenciou toda a barbaridade ficou relegada a um segundo plano onde ninguém se importa com ela, o que conta é o bichinho morto e o "heróico" vídeo da vigilante vizinha.


Certamente que o vídeo irá fazer com que muita gente pense duas vezes antes de cometer qualquer tipo de atrocidade, pois no mundo de hoje...
SORRIA, VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO!!

E PHODA-SE!!!

.......................................

Share/Bookmark

9 comentários:

Anônimo disse...

Oi Mascate, sou fãzaço do seu site, venho todos os dias visitar para ver suas ótimas postagens, mas gostaria hoje de educadamente discordar de vc.

Não tenho facebok, orkut, twitter e sei lá mais o que, só MSN ehehe, mas se estão aparecendo postagens revoltadas querendo até mesmo pena de morte para este LIXO que matou um pobre animal indefeso, EU ACHO ATÉ POUCO PARA UMA PESSOA TÃO DESGRAÇADA COMO ESSA.

Eu não assisti o video......não tenho estomago para ver um pobre bixinho (tenho um da mesma raça) sendo morto covardemente, mas fico só imaginando.

Imagine assim, qual a diferença desse cãozinho PARA UM BEBÊ??? Não, não estou comparando pessoas com animais, e tampouco igualando seus gêneros, mas pegar um pedaço de pau, bater num animalzinho QUE SÓ O QUE SABE FAZER É BRINCAR, e surrá-lo até a morte......se uma pessoa dessa fica frente a frente comigo, eu só precisaria de míseros DEZ SEGUNDOS...

Gente como essa, deveria ser colocada em praça pública e ESQUARTEJADA para ver o que é bom.

Olha, não sou violento, muito pelo contrário, também não estou dizendo que os cirmes contra SERES HUMANOS que morrem todos os dias devam ser deixados de lado. Só estou querendo JUSTIÇA, OLHO POR OLHO, pois ISTO que aconteceu FOI PREMEDITADO, basta ver que foi FILMADO.

O que me conforta? Essas pessoas que fizeram isso, JÁ ESTÃO NO INFERNO.

Desculpe Mascate pelo desabafo, e vou entender se não quiseres publicar isso, obrigado.

"O Mascate" disse...

Meu caro anônimo.
Você disse que precisaria apenas de DEZ SEGUNDOS com a agressora.
Isso é sair em defesa do animal. A pessoa que postou o vídeo teve muitos dez segundos para defender o bichinho e perefriu se acovardar.
A idéia da postagem é mostrar que o mundo está se tornando um lugar muito estranho para se viver. Pessoas não defendem aos que precisam mas tem estômago para filmar as agressões e postar na NET.
Eu se estivesse presente certamente teria atirado algum objsto na cabeça da malucona, o que eu não faria é ficar friamente assistindo e o pior...filmando.

Anônimo disse...

Existia um gato muito simpático que rondava um supermercado na cidade e "pedia" comida às pessoas. Sempre que eu ia ao supermercado comprava carne moída para o gato. Certa vez saindo do supermercado presenciei um Feladumapota chutando a cara do gato (que perdeu alguns dentes). O filho duma égua nunca anotou a placa do caminhão que o atropelou, não falei nada, só arranquei na porrada alguns dentes do corno do caraleo que se esborralhou no chão desmaiado. E Phoda-se.

Anônimo disse...

ÔÔÔ sua cinegrafista!!!!!!!!!!!!!!!! Então quer dizer que você teve todo tempo do mundo para filmar..........E não teve um segundo para, pelo menos dar uns gritos, para a mulher parar os ataques????????Ah ta!!!! entendí. Míriam

Carlos, o vira-lata disse...

Pooôôôôôrraa mascate, cê ta parecendo um petralha de são bernardo com cargo em ccomi$$$$ão na PTroubrás, tá tergiversando pra botar a culpa na pessoa que filmou. Daqui a pouco tu vai dizê que a culpa foi do cachorro.
A pessoa já tinha denunciado a espancadora, mas a polícia não tomou providencia,(a puliça não consegue prender nem o batist!!) então o jeito foi filmar e postar na net. AGORA que a tv mostrou aí apareceu o delegado e disse que vai investigar.
" Investigar " na gíria policial brasuelãnha significa enrolar o processo até a midia esquecer a notícia, aí então o processo é arquivado por decurso de prazo. Ou seja não vai dar em nada.
Aí a puliça fica bem na fita com o maridão da inferneira ( ele é medico, e sabe cumé, medico no interior tem prestígio).
Resumo da ópera:
O cão morreu.
A criança ficou traumatizada.
O advogado dela vai levar uns trocados.
Azar de quem for paciente dessa inferneira e do medicuzinho maridão dela.

Sidney disse...

Assino embaixo pois tenho a mesma opinião sua, e também tenho a leve imprensão que mais de 80% das pessoas que assistiram tal video acha que o maior culpado é a pessoa que presenciou tudo e ficou calada deixando a louco dar fim ao pobre animal.
Essa sua frase "proteste sentado." retrata a verdadeira face dos Brasileiros.

Anônimo disse...

Isso demonstra a perda total dos valores que parametrizavam a existência do ser humano. A sociedade está moralmente esfacelada, é cada uma para si e o resto que se phoda.
O melhor castigo é a exposição pública das duas pessoas, a assassina e sua produdora, para que,quando forem às ruas, os animais possam se proteger das beldades.

Anônimo disse...

A covarde safada deveria parar na CADEIA. Como na Banânia grassa a impunidade merece, no mínimo, a humilhação pública a que foi submetida.
Quanto à pessoa que filmou, pode ser que não estivesse tão próxima do local do crime de forma que lhe permitisse interferir na ação.
Muitas vezes de uma janela, uma varanda, temos a visão de outro prédio, mas, chegar ao local em tempo de impedir um ato criminoso pode não ser tão fácil, como descer pelo elevador ou escada, chegar em outro prédio, conseguir passar pela portaria, etc. E Tudo acontece com muita rapidez.
Evidentemente, se a pessoa está na cena do crime e nada faz, também se torna responsável pela atrocidade.
Também não tive coragem de assistir o vídeo.
Se não vai para a cadeia, que seja humilhada publicamente.
Mascate, que conversa é essa de tergiversar nesse caso?

A SAFADA QUE ESPANCOU E MATOU É UMA ASSASSINA COVARDE.
QUE VÁ PARA O INFERNO!

"O Mascate" disse...

Sobre tergiversar, o leitor e comentarista Carlos O Vira Lata, costuma me provocar com seus comentários.
Mas é a opiniao dele.
E eu continuo acreditando no que escrevi na postagem.

Abçs