* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quinta-feira, agosto 25, 2011

E eu esbarrei com um feladapota de um corrupto..

Com as novas tendências da economia em que o governo mostra uma realidade e nós aqui em baixo vemos que não é bem assim.
Resolvi mudar o escritório da minha empresa para um imóvel de minha propriedade, afinal, pagar aluguel aqui em Santos se tornou uma insanidade. Os proprietários de imóveis comerciais para alugar falam em R$ 15.000,00 como se fosse dinheiro de pinga.
Isso sem contar o preço dos residênciais que estão absurdamente abusivos, coitado do cidadão que tem que morar de aluguel em Santos, fatalmente vai acabar indo morar na Praia Grande.
Bem, com a mudança da sede da empresa, saio em busca da legalização junto a prefeitura. Entro com o pedido de alvará, e passados uns 4 meses ele finalmente sai.
Qual é a minha surpresa quando recebo o carnê da taxa de licença. R$ 1.230,00. Um mil de duzentos Reais. Até que não é tanto para ser pago em parcelas mensais.
Quando olho mais acuradamente para o carnê, percebo que os R$ 1.200,00 são por MÊS!!! Ou seja, R$ 12.300,00 de taxa de licença por ano.
Acredito que houve algum erro na hora de lançar o carnê, ligo para meu contador e ele diz que isso está errado, que alguém lançou enganado o valor. Pergunto então se é normal uma taxa de licença nesse valor. A resposta da contabilidade. tenho 350 clientes e o que mais paga taxa de licença é R$ 180,00 ao mes.
Vou a prefeitura, entro no setor de tributos levo um sonoro chá de banco, após mais de uma hora de espera, sou atendido. A atendente fica surpresa com o valor do lançamento e diz que só pode estar errado. 
Manda o carnê para o "aspone" chefe, ele volta e diz que realmente está errado, e lança um novo carnê com a exata metade do valor, ou seja, R$ 615,00 ao mes.
Questiono o valor novamente e recebo a instrução de ir "conversar" com o fiscal do setor.
Para não perder tempo e nem passar raiva, passo essa função ao meu contador, afinal, é para isso que ele também recebe honorários.
O contador liga dizendo que o fiscal vai vir até a empresa para uma vistoria.
Passados uns dias chega a empresa um cidadão que me causou até uma certa má impressão, desengonçado, com cara de cachaceiro, mal vestido, e acima de tudo, muito prepotente e arrogante. Era o fiscal.
Olhou em volta, viu algumas caixas no chão e disse que a taxa estava certa pelo fato de ser uma "distribuidora". 
Ponderei que as caixas no chão se tratavam de amostras que vinham para o escritório para serem distribuídas para os clientes.
Aí veio o argumento mais idiota que eu poderia ouvir de um "funça". 
Meu caro, a empresa é de distribuição, e nesta área não podem parar carretas para a descarga de mercadorias". E que ele iria suspender o alvará.
Volto a insistir que a sede da empresa é só o escritório e que o depósito é em outro endereço que passei a ele.
Nada fez com que o tal fiscal mudasse de atitude. 
Comunico ao meu contador o ocorrido e deixo nas mãos dele para que seja resolvida essa pendenga, seja amigavel ou judicialmente se preciso for.
Passados uns 20 dias meu contador liga dizendo que o fiscal realmente cancelou o alvará, mas está dando mostras de querer uns "por fora" para liberar a empresa.
Pergunto o quanto seriam esses por fora, e quanto seria o valor do imposto a ser pago caso eu aceite a corrupção.
Bem, o fiscal pede R$ 5.000,00 e liberaria o alvará de R$ 120,00 por mês.
Minha pressão vai a mais de 20. Meu ódio aflora ao ponto de me dar ganas de ir atrás desse filho duma puta e enfiar a porrada no fucinho dele. Mas sou um cidadão semi civilizado e cumpridor das leis....
Procuro um polícial amigo de longa data para armar uma "cama de gato" para o fiscal.
Relato a situação e recebo a seguinte orientação. Vamos colocar cameras no escritório, escutas, e tirar cópias do dinheiro. Quando ele vier receber nós o prendemos por corrupção.
Ótimo pensei, vou enfiar esse corrupto filho de uma vaca na cadeia.
É quando escuto a segunda parte dos planos.... E assim que dermos a voz de prisão, vamos tomar uma grana para liberar, e fazer ele assinar teu alvará para não ir em cana.
Minha pressão deveria estar em uns 25, tive vontade de bater no meu amigo, mas como ele estava armado e eu não, o máximo que consegui foi mandá-lo amigavelmente à merda. Virei as costas e fui embora.
Resultado dessa situação, estou trabalhando ilegalmente no escritório há uns 8 meses, não aceito ser feito de idiota por gente mal intencionada. E para regularizar a situação estou em papos de aranha, pois o alvará foi cancelado de forma que eu fique nas mãos da vontade do fiscal. Para regularizar eu tenho tres saídas, uma é ação na justiça que certamente ira demandar uns 10 anos de briga sem a certeza de que sairei vencedor e correndo o risco de se perder ter que pagar todos os atrasados do tempo que durou a pendenga.
Outra é mudar novamente a sede da empresa para um local que a fiscalização "entenda" como mais apropriado, mesmo que apenas para um escritório.
E outra é aceitar pagar a propina e tocar a minha vida. Coisa que eu não farei em hipótese alguma, pois se eu aceitar essa situação a primeira providência que terei que tomar é encerrar o Blog, pois aceitando a corrupção eu estarei indo contra tudo o que acredito e também contra o que já escreví por aqui nos últimos quase três anos.
Agora tenho que repensar a vida e entender de que forma é a melhor saida para essa situação.
Isso tudo só mostra que para acabar com a corrupção no Brasil é preciso que se mudem as leis, pois o servidor público e o político as usam para ganhar dinheiro às custas das necessidades dos que querem levar a vida com seriedade.
Se eu pagasse os 1.200 sem questionar, o local era o adequado, tanto que libereram o alvará. Quando questionei o valor caí na ratoeira da corrupção, e o local não é mais adequado. 
E voltará a ser se eu molhar as mãos sujas de gente que deveria estar na cadeia e não no funcionalismo. 
E nessa situação a prefeitura deixa de arrecadar, eu fico na irregularidade sujeito a se penalizado, e o fiscal impune, sentado em sua mesa esperando o desfecho de toda essa palhaçada. 
Nessa briga estamos perdendo, eu e a prefeitura. O fiscal só ganha, seja no salário seja na corrupção.
Esse é o Brasil!!!!

Para quem não sabe, isso está ocorrendo na Cidade de Santos - SP.
Fico imaginando como deve ser a coisa lá nos cafundós do judas.

Se alguém tiver uma idéia que possa me ajudar, aceito.

.........................................................



Share/Bookmark

10 comentários:

Anônimo disse...

Grave você mesmo o pagamento e manda para alguma rede de tv. eles adoram o circo que se arma.

ps. você deveria divulgar o nome do infeliz do fiscal.

"O Mascate" disse...

Se eu divulgar o nome do feladapota, ainda poderei ser processado por constrangimento e danos morais. Já que é a palavra dele contra a minha. Pois documentos só os oficiais.

Blog do Beto disse...

OLÁ MASCATE.
QUE SITUAÇÃO CARALHO!
VC CORRE SÉRIO RISCO DE IR PRESO POR NÃO ACEITAR CORRUPÇÃO. CONFESSO QUE ESTOU PREOCUPADO ATÉ PORQUE MORAMOS NUM PAIS CUJO ESSE POVINHO DE MERDA ADORA UMA CORRUPÇÃOZINHA.
PROCURAR POLÍCIA É O MESMO QUE SUBORNAR ESSE FILHO DA PUTA, TODOS QUEREM ALGUMA COISINHA.
ACHO QUE A BLOGOSFERA AÍ DE SANTOS PODERIA REPRODUZIR ESSA MATÉRIA, NÃO SÓ A DAÍ COMO A BLOGSOFERA COMO UM TODO. VOU FAZER A MINHA PARTE.
ALGUMA AUTORIDADE DAÍ
DEVERÁ LER A MATÉRIA.
VOU REPRODUZIR COM O MEU HUMILDE BLOG.

ABS DO BETO.

"O Mascate" disse...

Obrigado Beto.
Alguns amigos daqui já estão fazendo barulho e já envie a postagem para a ouvidoria pública da prefeitura.
Agora vou enfiar o pé na jaca até o final.

Anônimo disse...

Olá Mascate.
Acho que vc deveria, junto com o seu contador, solicitar uma audiencia com o Secretaria de Fazenda e relatar o ocorrido. Quem sabe, nem tudo está perdido.
Gilberto

"O Mascate" disse...

Gilberto, é o que iremos fazer na segunda feira.
Nos reuniremos para acertar qual é a melhor saída. E tentar uma reunião com a responsável na prefeitura.
Mas dar dinheiro para esse corno, eu não dou. Mudo a empresa de município se for preciso.

Obrigado e abraço.

Rose disse...

Eu tenho "certa" confiança nas autoridades municipais de nossa cidade e acredito na boa fé do ouvidor.
Farei o mesmo que o Beto, divulgarei no meu modesto blog e repassarei aos amigos reais e virtuais da Baixada.
Não podemos aceitar isso, que é um reflexo da cultura nacional que tanto nos envergonha.

Carlos, o vira-lata disse...

Mude de cidade.

ballarin disse...

É a situação que o maldito molusco implantou no país. Só sacanagem. Que merda.

Sandro disse...

Cara, sou solidário à sua revolta. No seu lugar, examinaria o código tributário (talvez junto ao SESC, SEBRAE, sei lá). Se o valor for incorreto, audiência com o secretário da fazenda municipal para expor o esquema (com jornalistas). Se o valor for correto, é recolher o tributo. Será que as centenas de clientes do seu contador não usaram o expediente sugerido pelo fiscal para pagar taxas tão camaradas???