* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, junho 19, 2011

Ocupação do Morro da Mangueira...Muito estranho...

Uma coisa me causou uma enorme curiosidade na ocupação do Morro da Mangueira pelo Bope.
Não conheço o local e sei que ainda nesta vida não irei conhecer, mas o que é estranho é o fato do Bope assim que "ocupou" o morro, já hasteou as bandeiras do Brasil e do estado do Hell de Janeiro.
Mas...esse mastro com cercadinho em volta já estava no alto do morro?
Ou deu tempo do pessoal instalar o mastro enquanto os "puliça" subiam o morro?
Ou será que a instalação o mastro foi feita pelos traficantes que dominavam o morro justamente para que no dia da "ocupação" as bandeiras fossem hasteadas num marqueting muito do mambembe?
Sem contar que dois helicópteros, um da polícia civil e outro da PM despejaram chuvas de papel picado nessa "omenaji".
Mas a certeza do sucesso da ocupação era tamanha que a festa já estava preparada?
Estranho...muito estranho...
Olha, sem criar muita polêmica, mas parece que o governo do Hell de Janeiro anda enganando a população.
Traficante que não tinha medo de nada e de ninguém, que recebia a polícia à bala, hoje, simplesmente foge sem que nenhum tiro seja disparado?
É certo que o aviso com três meses de antecedência sobre a ocupação deram tempo para que os vagabundos repensassem suas estratégias e ficassem de stand by, mas nenhum tirinho? Nem um corpinho estendido no chão? Nada? E festinha com papel picado ao final?
É muito hollywoodiano para ser tão perfeito. Isso não é Brasil. Ou é mentira, ou traficante no Hell de Janeiro era mais uma crendice popular.
Quem sabe seja mais uma das marqueteirices dos PTralhas para mostrar para gringo desavisado que o Hell de Janeiro é um local seguro...Só que sobraram os políticos, e onde tem político é um perigo ficar por perto.
Eu hein?
..................................................

Share/Bookmark

4 comentários:

Ajuricaba disse...

Grande observação caro amigo. Eu sempre achei essa ocupações mais cinematográficas que coisa da vida real. Nem um tirinho?

Marquer disse...

Sente o Drama: Depois de participar de uma revolta comunista no País, que levou a um golpe militar, brizola volta de urugaui sendo dono apenas de uma fazendinha (por lá)...era latifundiário. Se candidata e tem dois mandatos de governador do Rio. Após seus mandatos, o Rio vira uma só quadrilha e local absoluto de trafico... ele por sua vez, sai com uma fortuna inexplicavel...vide se netinho, que herdou entre outras, a mais cara cobertura da avenida atlantica!!

Ao sair, trouxe de Campos um conhecido mafioso local, que se filiara a seu partido, e ganha as aleições para continuar "seu legado"... garotinho e depois, rosinha capacete garotinho...nada temn a se dizer amais sobre este "evangélico" que a reconhecida fama que hoje tem, por sua ligação com o trafico e milicias, com a abandidagem, da qual levou para governar consigo, e aproveitou a que achou por lá, unindo o util ao agradável.
Depois disso os "exxxxxpertos cariocas" votaram em cabral...entremeados por "perola negra" e outras marionetes.

Tu acha que essas UPPs são realmente coisa séria e crível???

O historico do estado já diz tudo!

Anônimo disse...

Olá Mascate e visitantes, leiam esta:

Um juiz do Estado de Goiás cancelou um registro de "casamento gay" em Goiânia. A matéria é do UOL que não perdeu tempo para disparar a tal metralhadora "homofóbica".

Entendo que ele deveria receber nosso apoio através destes endereços:
ouvidoria@tjgo.jus.br
Contato pelo site: http://www.tjgo.jus.br/ouvidoria/externo/cadastro.do

LINK UOL: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/06/19/mesmo-com-decisao-do-stf-casal-gay-tem-uniao-estavel-cancelada-em-goias.jhtm

Anônimo disse...

Esse cercadinho foi construido pelo chefe da mangueira, Polegar, para ser astiada a bandeira do CV.
Quanto a ocupação ocorrer sem tiroteio com a polícia é normal, porque os traficantes não trocam tiros com polícia. Pra polícia eles dão dinheiro. Os traficantes trocam tiros com outras facções para impedir que seus pontos de vendas sejam tomados.