* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, junho 22, 2011

Desarmamento da população não reduz a violência.

No Brasil politicamente correto do desarmamento da população de bem, o número de homícidios não para de subir. Já estão em 137 por dia, ou 4.110 por mês, 49.320 por ano.
Mas se o governo alega que a população está sendo desarmada para conter a violência e o roubo de armas, porque é que os números em vez de caírem continuam batendo recordes?
Alguém lá no Ministério da Justiça nos deve uma explicação. "Assim que puder sentar novamente"
É certo que estão sendo investidos BILHÕES em campanhas de desarmamento em vez do governo criar novas vagas em penitenciarias.
São Paulo solta por mês 2.000 vagabundos por falta de vagas no sistema prisional. Mato Grosso está no mesmo caminho, a falência do sistema é visível, e o governo gastando dinheiro com o campanha de desarmamento que está provado NÃO DIMINUIU a violência.
O problema do Brasil é que em vez de colocarmos no poder gente comprometida e patriota, colocamos bandoleiros e bandidos que estão fazendo de tudo para que seus iguais fiquem livres. E olhem que é em todas as esferas do poder, desde o vereadorzinho lá em Deus me Livre do Cantão de Meu Deus, até à presidência da república.
O povo honesto e trabalhador morre por falta de assistência médica, morre no trânsito alcoolizado, morre em brigas de torcida, morre nas mãos de vagabundo. E o pior, morre por ideologia, uma ideologia esquerdofrênica que prega o quanto pior melhor, que quer levar o país ao caos institucional, que leva a juventude à ignorância e à alienação pelas drogas. 
Mas qual a intenção? 
Perpetuação no poder? 
De que adianta ser o grande líder de uma massa de alienados e mortos de fome? 
Qual a vantagem de ser o líder de uma nação de idiotas atrasados?
Qual é a grande sacada em ser o líder de um país sem leis, sem segurança, sem educação, sem cultura e sem cidadania, sem povo? 
Criar uma sociedade parada no tempo não é inteligente. Porque os que os países que continuam avançando cultural e socialmente, em breve virão para cima da gente, virão buscar nossas riquezas e certamente encontrarão uma nação prostrada, esfumaçada pela maconha, morta pela incapacidade de pensar, alienada pelo futebol, sem cultura, sem educação, sem cidadania, sem emprego e sem força.
Uma nação desarmada é um povo ajoelhado diante dos poderosos, e os poderosos não são esses ratos vermelhos que estão no governo. Os poderosos são os países que continuam avançando em direção à modernidade. E no futuro, o Brasil em vez de ser um país "Socialista Bostivariano", poderá se tornar uma colônia de algum país realmente poderoso.
Começamos como colônia de Portugal e da maneira que vai seremos colonizados  novamente.
Vivemos em um país da cultura do quanto pior melhor, um país de gente descomprometida que acredita que ter TV de LED e celular Top de linha é o limite da evolução social. 
Um povo que acredita que para estar inserido na sociedade tem que TER em vez e SER. 
E o governo da má fé, do atraso ideológico vai controlando a natalidade "extra oficialmente" através da falta de atendimento médico de urgência e da violência contra o cidadão.
Mas PHODA-SE né? Teremos Copa e Olimpíadas superfaturadas para dar mais circo para este povo tão "esperto".
A Austrália teve uma campanha de desarmamento da população com a intenção de diminuir a violência. Mas os números aumentaram em vez de cair, a população se mobilizou e cobrou das autoridades, o governo teve que se mexer para não "ter problemas" e os índices por lá já começaram a cair.
Mas na Austrália o povo tem consciência cidadã e sabe cobrar seus governantes. 
Aqui o "painho" dá comida e futebol e o povinho fica contente e eternamente agradecido.
 
......................................................................

Share/Bookmark

Nenhum comentário: