* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, maio 01, 2011

Livros aprovados pelo MEC criticam FHC e elogiam o Sebento.

Os livros didáticos aprovados pelo MEC (Ministério da Educação) para alunos do ensino fundamental trazem críticas ao governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e elogios à gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), informam Luiza Bandeira e Rodrigo Vizeu na edição de hoje da Folha
Exemplo disso é o livro "História e Vida Integrada", que enumera problemas do governo FHC (1995-2002), como crise cambial e apagão, e traz críticas às privatizações. Do outro lado, a respeito de Lula, a publicação cita a "festa popular" da posse e diz que o petista "inovou no estilo de governar" ao criar o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. O Ministério da Educação não comentou o tratamento dado a FHC e Lula nos livros. 
......
A doutrinação esquerdopática PTralha começa cedo com nossas crianças em idade escolar. E olhem que uma das normativas que controlam o livro didático no ministério da educação proíbe a propaganda política e partidária nas publicações. Mais uma vez a lei é desrespeitada em favor da perpetuação no poder pela rataiada vermelha e ninguém fala nada.
Ninguém fala absolutamente nada por tres motivos básicos:
O primeiro é que MP e os educadores que deveriam controlar e denunciar esse absurdo estão nas mãos da PTralhada.  Quem não lembra da greve promovida pela APEOESP em SP onde o que menos tinha no movimento era professor e o que sobrava era bate pau dos PTralhas criando confusão? Então. A APEOESP assim como todos os movimentos do professorado do Brasil, estão nas mãos dos sindicalistas e esses por "evolução" natural da espécie são PTralhas.
Segundo, criança que estuda em escola pública geralmente é filho de gente pobre, pois, filhos de classe média e remediada já estão em escolas partriculares há tempos. A escola também é um indicador social. Na cabeça da grande maioria dos emergentes e de uma boa parcela dos classe média, escola pública é para pobre. Nem que isso signifique espantosos arrochos financeiros para algumas famílias, o que importa é que estudar na particular é sinal de ascenção social.
Terceiro, aqueles que podem manter os filhos estudando em escolas particulares que não recebem os livro didáticos do governo, como sempre, lavam as mãos e dizem que isso não é problema deles.  Se omitem por ser mais confortável. Comportamento típico do brasileiro médio.
E assim os filhos de gente humilde e pobre que estão em escolas públicas acabam se tornando alvo fácil da PTralhada e sua má fé ideológica.
Os mais pobres tem por "cultura" acreditar que seus filhos tem que ter estudo. E isso leva aos mais humildes a entenderem que: Colocou a criança na escola isso basta. Tá estudando tá com o futuro garantido. Só que não é bem assim, isso na verdade é mais um estelionato que cometem contra os menos favorecidos de grana e de intelectualidade.
Não basta apenas colocar o filho na escola e acreditar que o futuro da criança esteja garantido e todos os problemas resolvidos, tem que ter participação, os pais tem que participar da vida escolar da criança e aprender a cobrar do estado a qualidade de ensino acima de tudo, e também, a segurança na escola, instalações escolares decentes e limpas, reciclagem dos professores e a qualidade das aulas por parte do docente.
Também, tem que ser solidario ao professor quando existem problemas de comportamento e de desrespeito ao educador por parte do aluno. Ensinar aos seus filhos o respeito ao patrimônio e aos professores e colegas. E que a escola é o caminho para uma vida mais fácil, só que não é a garantia absoluta disso.
Mas como fazer se os pais em sua maioria são semi ou totalmente analfabetos?
Como é que pais que não tem instrução alguma, que geralmente vem de familias desestruturadas e que são socialmente inferiores podem interagir e cobrar qualidade de ensino se não conseguem nem que os filhos entendam o que é respeito a eles mesmos e ao próximo?
São pessoas simples manipuladas pelos governos durante toda vida, não conhecem sua própria cidadania e nem sabem o que signifique CIDADANIA. 
Na verdade o que pega é que a grande maioria dos país jamais abrem os livros didáticos dos filhos. Não se preocupam com o conteúdo, com os cuidados em manter os livros, e muito menos fiscalizam o que é ensinado. Na cabeça deles a coisa funciona assim: O governo sabe o que é melhor para o meu filho e pronto.
Os pais passaram o trabalho de educar e dar rumo na vida dos filhos para o estado, só que quando o estado é mal intencionado os pais passam a procuração pelo futuro das crianças sem ter a mínima idéia do quanto pode ser prejudicial para um jovem estudar história do Brasil em cima de mentiras ideológicas plantadas covardemente em livros escolares usados por crianças imaturas e até inocentes.
Não só os livros de história estão doutrinando as crianças de uma forma torpe, também temos os KIT gay que certamente vai avacalhar de vez com o ensino do Brasil.
Mas esse é o preço que pagamos por ver que uma parcela da sociedade passa o trabalho de educar os filhos para o estado. E o educador é quem cria corações e mentes, e se derem corda para esses ratos vermelhos que estão aí, a nossa juventude que já não é lá essas coisas em matéria de educação, certamente vai acabar de quatro pastando sob as ordens dos poderosos, assim como seus pais foram a vida inteira.
E quando tentarem acordar, vai ser tarde demais.
Enfim, esse é o Brasil dos políticos que distribuem livros, material escolar e até uniformes para os alunos, e recebe dos pais a carta branca da omissão absoluta que deixa que os "poderosos"  manipulem a cabeça delas como bem convier.
Esse pessoal troca voto por dentaduras, camisetas e bonés, bolsa famíla, e até por material escolar. 
Sempre foi assim e vai continuar sendo.
E a rataiada vermelha conhecendo a omissão dos pais em relação a qualidade de ensino de seus filhos vai "comprando" a família e doutrinando a juventude.
Será que vamos acabar virando uma China?

E os indignados não são ouvidos, e não sabem se fazer ouvir.  E mesmo que conseguissem, a quem poderiam recorrer quando o estado está com todas as instituições aparelhadas e compradas por eses vagabundos esquerdofrênicos que assaltam o país todos os dias.
A minoria que pensa vai rareando até a extinção completa, e no futuro, teremos uma nação de idiotas doutrinados e manipulados pelos interesses daqueles que estiverem no poder.

Eu estou cansado deste povo festeiro, futebolístico e carnavalesco.
Não tenho mais nenhum sentimento de solidariedade ou de humanidade com eles. 

............................
Enquanto escrevo o texto acima, ouço a TV ligada na Band que transmite o GP de SP de Fórmula Indy.
Na segunda volta houve um acidente por causa da chuva e a prova acabou suspensa na nona volta.
Muitos carros foram danificados e tiveram que ir para os Boxes. 
O regulamento do campeonato faz com que fiscais fiquem juntos aos carros para que não sejam consertados antes de um determinado prazo. Fazendo com que o tempo para o conserto seja muito curto e seletivo tirando da prova os carros que estão realmente avariados.
E isso sempre coloca fora da prova alguns pilotos.
E no caso em questão, dois brasileiros.
Bem.
Em um certo momento o comentarista que faz par com o Luciano do Valle na transmissão da corrida pede para que o repórter que está nos boxes vá até o fiscal que cuida do carro de um brasileiro e faça uma entrevista com ele e desvie o máximo da atenção do fiscal para que os mecanicos "arrumem" o carro ilegalmente e ele possa voltar à prova.

Esse é o Brasileirismo ÉXPÉRRRRto que corrói o nosso país.
Que belo exemplo.
...................

Share/Bookmark

5 comentários:

Jairo Portela disse...

Realmente, não exista mais ética neste pais. Um formador de opinião faz um pedido cretino deste e milhares de pessoas acham correto o "patriotismo" dele.

sicário disse...

Mascate...

Propaganda eleitoral e ensino ideológico.
A meu ver Lula e FHC são faces de uma mesma moeda. A pequena diferença entre eles é que Lula se reciclou: deixou de ser uma sacola plástica cheia lixo e transformou-se numa sacola de lixo ecologicamente correta e moralmente errada.
FHC difere pela qualidade do lixo.
Sobre L. do Valle
Após a tomada de poder pelo partido ético, todo o brasileiro mal intenciomado, canalha, cafajeste resolveu mostrar sem vergonha alguma o lado obscuro e verdadeiro de seu caráter. São pulhas como este que formam a opinião dos brasileiros e que formam, indiretamente, com sua pseudo-malandragem, a imagem que o Brasil tem no exterior.

Vindo dos Pampas disse...

Achei por demais revoltante a atitude deste comentarista. Foi certamente um ato de rara infelicidade que só serve para alienar ainda mais a cabeça de nossa juventude.
Reproduzi teu comentário em meu blog - http://vindodospampas.blogspot.com - com o devido crédito.
Abs.

Anônimo disse...

É a lavagem cerebral desses canalhas comunistas, esse cancêr que assola o Brasil.

Ez/SP

Anônimo disse...

MASCATE, isto é para fazer os méritos ao País que foi descoberto em 2003 pelo Defuntus Sebentus, que transformou este Brasil em uma verdadeira pocilga.