* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quinta-feira, março 17, 2011

Para o mundo que eu quero descer!!!!!

Maluf diz que aumentar a taxa de juros sob pretexto de combater a inflação é mentira econômica
 

O deputado Paulo Maluf, em seu primeiro pronunciamento na nova legislatura do Congresso Nacional, cobrou mudança de comportamento nos rumos da economia brasileira. Destacou o prejuízo acarretado ao país com a manutenção de 300 bilhões de dólares de reserva, "jogando fora, na lata do lixo, para lucro dos banqueiros, um orçamento da saúde todos os anos", e o real significado da manutenção do aumento das taxas de juros feita pelo governo a pretexto de combater a inflação. Para Maluf, o aumento da taxa Selic é "para engordar o bolso dos banqueiros", e dizer  ser necessário a pretexto  de combater a inflação "é uma mentira econômica".

“Há alguns dias, o Governo Federal comemorou que os 300 bilhões de dólares de reserva do Brasil. Eu quero perguntar com toda a minha polêmica sinceridade: nós temos que comemorar ter 300 bilhões de dólares de reserva, ou nós temos que fazer uma missa de sétimo dia pelo enterro do nosso Orçamento? Explico: 300 bilhões de dólares lá fora, no Banco de Compensações Internacionais — BIS, rende em média 1% ao ano. Repito: 1% ao ano. Mas para que o Banco Central compre o equivalente a 300 bilhões de dólares — ele compra isso em reais — , cujo custo financeiro na SELIC é 11.75% ao ano. 

Ou seja, a diferença em números redondos para manutenção dessa reserva de 11.75% de juros ao ano, em reais, e 1% de juros em dólar, em média são 10%. Ou seja, a manutenção desses recursos custam 10% de 300 bilhões de dólares ou 30 bilhões de dólares por ano. Em números redondos, 50 bilhões de reais. Estamos, portanto, jogando fora, na lata do lixo, para lucro dos banqueiros, um orçamento da saúde todos os anos. 

Além do mais, além desses 50 bilhões que estamos jogando fora, a dívida interna brasileira está em 1.7 trilhão de reais. Cada vez que se aumenta a SELIC se diz que épara combater a inflação. Não, é para engordar o bolso dos banqueiros, porque 1 trilhão e 700 bilhões de reais são 17 bilhões. Ou seja, cada vez que se aumenta 1%, aumenta-se o custo da manutenção da dívida interna, em cima do Tesouro, em 17 bilhões. 

Ora, como temos o juro SELIC de 11,75%, o custo da manutenção da dívida interna é 11,75% vezes 1 trilhão e 700, isto é, são 200 bilhões por ano que, juntamente com a manutenção das reservas em dólares, são 250 bilhões. Isso é dar um tiro no pé. A manutenção das reservas em 300 bilhões, aumentando o juro sob o pretexto de combater a inflação, é uma mentira econômica, porque nos Estados Unidos e no Japão o juro é zero e não há inflação, na Europa o juro é quase zero e não tem inflação. O juro é alto na Venezuela, na Turquia e na Argentina, que a mim não me parece que sejam paradigmas para os economistas brasileiros.”
.......................
Este país virou uma zona de baixo meretrício.
Até o Maluf anda colocando as asinhas de fora e dando pitacos na econômia do Brasil. É óbvio que ele deve ter aprendido economês com o Defuntus Sebentus que até lição financeira deu para o Obama tirar os EUA da crise.
Estamos Phudidos....

Share/Bookmark

4 comentários:

Anônimo disse...

Pois é. Mas ele está certissimo!

"O Mascate" disse...

Então, e é isso que mais me deixa abismado. O fato dele estar coberto de razão.

blog do beto disse...

OLÁ MASCATE.

NADA MAIS ME DEIXA PERPLEXO. NESSE PAÍS DE CORRUPTOS TUDO É POSSÍVEL, ATÉ CHOVER PRA CIMA.

ABS DO BETOCRITICA.

Anônimo disse...

MASCATE, não é preciso falar sobre o Maluf, pois todos sabem quem ele é, mas o que ninguém contesta e sabe que ele é uma pessoa muito inteligente, e tudo o que ele falou aí e fala sobre o Brasil, é a mais pura realidade, só não vê quem não quer.