* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, dezembro 08, 2010

Até quando?

Mais um..
Quantos mais irão morrer até que alguém tenha inteligência e coragem suficientes para acabar com essa barbaridade?
Não tem mês que não sejam noticiadas mortes de torcedores de futebol por conta de rivalidade entre torcidas.
Essa situação beira a insanidade, as pessoas perderam de vez a noção e o respeito ao próximo, é banalização da violência e a crença na impunidade.
As cenas mostradas pela TV na agressão que sofreu o jovem torcedor do Cruzeiro mostram até onde vai a imbecilidade humana. As pessoas são mortas por bandos de cretinos só por que não fazem parte de uma determinada torcida. É certo que a polícia diz que já identificou alguns dos agressores e que irá tomar as devidas providências.
Que devidas providências ô cara pálida?
Prender e execrar os assasinos em rede nacional de TV e em dois ou três meses depois a justiça manda soltar ou faz acordos tão safados que nos levam a desacreditar de vez no judiciário brasileiro? Que é o caso dos dois cretinos que tiravam um racha e acabaram matando atropelado o filho da atriz no Rio de Janeiro. Seriam condenados a alguns anos de prisão, fizeram um estranho acordo e irão pagar cestas básicas ou doações em dinheiro para entidades filantrópicas...Mas e a justiça para a família do morto? E a habilitação dos assassinos? Eles estarão soltos e dirigindo em questão de alguns meses, e com a impunidade a crença de que matar no Brasil não dá em porra nenhuma.

O futebol está tomando o lugar do bom senso no meio social em que vivemos, as pessoas discutem, brigam e até matam por conta desse esporte que deveria ser a alegria do povo, só que está virando a obsessão dos idiotas. Pagam-se salários milionários para qualquer cabeça de bagre que saiba dar dois ou três bons chutes em uma bola, elevam os jogadores ao status de heróis ou até de semi deuses. Que estranha doença é essa que está tomando conta do povo ao ponto de perderem totalmente a noção de cidadania e respeito ao próximo? Até onde irá a imbecilidade das pessoas por conta de um mísero jogo de bola?
A situação está tão descontrolada que eu presenciei outro dia uma discussão entre dois manés por conta de um ter chamado o outro de corintiano, essa parelha de cretinos estava em um bar em mesas separadas e se provocavam chamando um ao outro com variações que iam de viado a corno até que um deles chamou o outro de corintiano...foi o suficiente para o viado levantar e enfiar um violento soco na cara do corno e com isso começar uma generalizada briga entre a turma do viado contra a turma do corno sobrando até para os burros que insistiram em ficar em volta na base do deixa disso...
Até a chegada da polícia o quebra quebra foi grotesco, todos foram levados à delegacia mais próxima e no dia seguinte já estavam soltos. Cheguei a conclusão de que você pode até bolinar a mulher de um mané desses, mas se ofende-lo chamando de corintiano é caso de morte. O cara pode ser corno, mas jamais corintiano. Dá para entender?
A imprensa fomenta essa guerra, a justiça não toma as devidas providências, a impunidade é certa, a pobreza de espírito desse povinho zémané cresce à cada dia. E a ignorância latente em grande parte da população brasileira produzem cenas como o assassinato do jovem cruzeirense.
Um torcedor solitário é calmo e sossegado, eu diria até covarde, mas quando se junta a mais uns 10 ele vira uma fera, perde a noção de tudo e acaba participando de agressões que fatalmente acabam em mortes desnecessárias. Tem que se fazer uma legislação específica para crimes entre torcidas de futebol, uma vez que não existe o interesse em criar cidadãos no Brasil, ao menos com punições rigorosas quem sabe a coisa amenize. O que não dá mais para admitir e ver gente sendo morta por conta da cor da camisa que veste.
Em qualquer roda de conversa, em qualquer nível social, em qualquer profissão, o assunto de sempre é o futebol, como a minha paciência com isso já chegou ao fim faz tempo, no momento em que sou indagado sobre futebol por quem quer que seja e não importa onde for, eu na lata digo que não ligo a mínima para futebol e dou por encerrado o assunto.
É impressionante a reação de incredulidade de meus interlocutores. Me olham como se eu fosse de outro planeta, viro uma aberração na cabecinha de bagre dos que acreditam que o mundo é só uma bola e não existe vida inteligente fora das quatro linhas.

A vida é mais...muito mais.
Nada melhor do que ter uma praia inteirinha só para você e mais uma meia dúzia de brasileiros que não assistem e nem torcem pela seleção em copa do mundo.

Essa sensação eu tive nos dias de jogos do Brasil na Copa da África, fui passear em uma praia totalemente deserta e segura, uma vez que até os bandidos estavam ufanisticamente torcendo pelo Brasil. Não discuto, não comento e não torço mais por time ou seleção alguma, minha vida vai além das quatro linhas que mantém o povinho burro preso ao circo do milionário mundo da bola.
A Espanha estava quebrando econômicamente e ganhou uma copa, a Argentina estava em convulsão social e ganhou outra, a França ganhou uma em casa estranhamente diante de um "apático" e "irreconhecível" Brasil.
É muita grana envolvida no mundo da bola e ganha quem eles decidirem e não o melhor. Foi assim em vários campeonatos brasileiros e será assim sempre. No mundo de hoje manda quem tem dinheiro e torce quem não tem juízo. E o futebol virou um grande negócio...até para as funerárias.


Share/Bookmark

4 comentários:

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

Falou Mascate! Nós temos que ter o time do Reino de Deus! é belezura. Não tem carrinho, tem bicicleta]

Não tem rasterinha, tem lençol.
Não tem empurrar, tem abraçar. E se o outro time está levando fubeka, o que ganha dá o troféu para o que perdeu .

Prêmio splanchinizomai. qUER DIZER, PRÊMIO COMPAIXÃO.
HHHHHHHHHHH MORRO DE RIR COM VOCÊ QUEM É VOCÊ, MASCATE? ESCREVES BEM, CARA!

Splanchnizomai abraçando o amanhã. disse...

iSSO MESMO, TODOS TEM O DIREITO DE EXPOR SUAS IDÉIAS.

CASSETADA!

Anônimo disse...

OLÁ MASCATE.

VIOLÊNCIA SÓ ACABARÁ QUANDO O SARGENTO GARCIA PRENDER O ZORRO.

QUE PAÍS É ESSE?

ABÇS DO BETOCRITICA

Anônimo disse...

www.claudiohumberto.com.br/

11/12/2010 | 00:00
Retaliação: demitido coronel solidário a Médici

Por “ordem superior”, a Escola de Comando do Estado Maior do Exército exonerou o coronel Paulo Dartagnan, encarregado de assistir Roberto Médici, convidado à cerimônia em que seu pai, ex-presidente Emílio Médici, foi patrono de turma na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), sábado. Roberto abandonou o palanque em sinal de protesto contra discurso do ministro Nelson Jobim e o coronel o seguiu.