* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sexta-feira, julho 02, 2010

Índio da Costa, VICE ou VIXE?

Depois de meses de um parto difícil finalmente nasceu o candidato a vice na chapa do Serra. Nasceu um índio, ou Índio da Costa, para mim, e para a TODAS as pessoas com quem converso, ele é o ilustre...QUEM?

Um nome sem expressão, um político em início de carreira que fez os Tucanos engolirem tudo aquilo que disseram da falta de experiência da Sinistra para ocupar o cargo de mandatária da nação. Falta de experiência é um caso sério, seja para o presidente como para seu vice. E agora José?

Já estamos vendo a PTRALHADA inventando milhares de maneiras de avacalhar com a candidatura do Silvícola, até ligaram ele à Salvatore Cacciola, o chamaram de genro do banqueiro, coisa que na verdade ele só teu uns “tiros na coruja” da filha Cacciola.

Mas, no meio político dar tiros em corujas exóticas é uma prática comum. Já que ninguém disse absolutamente nada do fato do vice...ou seria vixe da Dilma ter se casado recentemente com uma corujinha 42 anos mais nova que o duvidoso Temer..

Bem, não estou aqui para falar das aventuras dos colecionadores de corujinhas do Planalto Central.

Logo após o anúncio do vice de Serra começaram a pipocar nos Blogs de apoio ao Tucano as mais efusivas manifestações de ALIVIO pela indicação do Silvícola. Entre os mais bizarros comentários, o que eu mais li das mulheres é que o vice é LINDO, BONITÃO, um GATO, etc. Mas, afinal, é uma eleição para presidente da república ou um concurso de beleza? Se for concurso de beleza, os outros candidatos, e seus vices, além do próprio Serra, estarão fudidos, eita bando de gente feia!!!

Recebo diariamente centenas de mensagens via E-Mail dos mais variados grupos de debates políticos a que faço parte, e o nível dos comentários sobre o vice não vão muito além da beleza. Alguns mais otimistas já dizem que ele é jovem, sangue novo, honesto...honesto? Mas quem realmente pode afirmar isso? “Que ele não tem papas na língua que já começou a bater na Dilma”. “Que ele foi o relator do Ficha Limpa e só isso já da mostras de quanto ele é comprometido com o Brasil”.

Relator do ficha limpa, bem, alguém tinha que fazer essa relatoria, e um político com um mínimo de Inteligência gostaria de ser o relator de um projeto popular para a moralização na política. É uma vitrine e tanto.

O que realmente me incomoda é ver que logo após o anúncio do vice, começou o espírito de JÁ GANHOU entre os Blogueiros e comentaristas políticos da rede. Já ganhou o que cara pálida?

A campanha dos Tucanos não decola, demoraram uma eternidade para definir o vice, perderam tempo precioso com essa indefinição, e agora que encontraram o nome, pronto, a eleição já está ganha. O otimismo que tomou conta da blogosfera chega a ser cômico, tem blogueiro que parece que acertou na Mega Sena sozinho, estão mais felizes que pinto no lixo.

O que ninguém percebe é que ante ontem anunciaram o vice, e ontem o Serra já subiu nas pesquisas, estranho....muito estranho...Em um dia o Serra já recuperou o que havia perdido durante as semanas e até meses que não definia a própria campanha.

Não quero jogar água no chopp de ninguém, mas a euforia que tomou conta dos que estavam desesperados com a liderança da Sinistra nas pesquisas é tamanha que chega a ser triste.

Em minha opinião, essa eleição é um jogo de cartas marcadas, e que a turma vermelhinha vai levar o caneco. Não fiquei eufórico, e nem estou tão otimista com essa indicação à vice, pois dentro dessa manobra foram feitos muitas concessões políticas e muitas promessas que certamente irão ferrar com o povo de alguma maneira. Alguém vai acabar segurando os prejuízos dessas alianças políticas bizarras e interesseiras.

A indicação do Índio não foi um consenso entre os Tucanos, uma vez que até o Serra ficou surpreso com o nome que indicaram. Essas manobras e apoios são prejudiciais para a democracia, pois, não são feitos dentro de uma ideologia ou de um programa de governo, são apenas feitos de acordo com os interesses da ocasião, e o povo anti PTRALHA que aceite e fique feliz, pois, é o que temos para vencer as eleições.

Já notei que o Índio terá a função de BATER na Sinistra, ele deve ter o cargo de Pitt Bull dos Tucanos, já que o Serra continua insistindo na postura de “Lorde Inglês.”

Ontem passei quase três horas assistindo ao debate da CNA, em que Serra foi o único a comparecer, foram três horas de muito faz de conta de muita politicagem sem efeito prático, já que os agricultores e pecuaristas votam sempre contra o PT e os funcionários deles votam em quem der o melhor presente ou bolsa alguma coisa.

Vi um Serra meio que estranho ao que estou acostumado, um candidato metido a engraçadinho, fazendo muitas brincadeiras e falando demais sobre futebol. Pareceu-me até que estava querendo imitar o Sebento, tentar ser informal e passar um ar mais amigável. Isso foi patético, além de não deixar quase nunca seus interlocutores completarem seus raciocínios ou perguntas sem interrupções. O Serra não é amigável, esse é o perfil do candidato, ele não consegue ser informal, ele não é uma pessoa leve, ele é quem ele é, e não vai ter marqueteiro que mude isso. Deixem o homem ser como ele é que os estragos serão muito menores, parece até que os encarregados da campanha Tucana não percebem o quanto é ruim um candidato que muda de postura a cada situação. Um candidato que vive em busca da simpatia não é natural. Vejam o caso da Sinistra ou mesmo da Marina, elas são antipáticas de nascença e nada vai mudar isso, por mais que se maquie uma pessoa ela é o que é. E o Serra tem que voltar a ser o Serra para não parecer que ele é irmão bastardo do Sebento. Gracinhas e piadinhas não são o forte do candidato, e ele que continue mostrando sua inteligência e competência administrativa, e o resto os eleitores fazem. Se as urnas eletrônicas deixarem ou se os conchavos assim o permitir.

Ontem também assisti o noticiário onde a Sinistra visitou uma creche. Coitadas daquelas crianças, depois dessa visita irão passar anos fazendo análise para conseguirem ter uma vida mínimamente normal de novo.

E também assisti o Sebento em uma entrevista.

Quando foi questionado sobre o Caso do Césare Battisti, ele disse que iria resolver a situação só depois que ele lesse o processo e ficasse totalmente a par da situação.

A resposta já define a situação do Vagabundo italiano no Brasil, se for esperar o Sebento LER o processo para definir...o Battisti vai morrer de velho no Brasil.

Volto a repetir, mesmo que o Sebento leia(?) há há há o processo, a definição do Battisti só sai após as eleições. O Sebento não tem “COJONES” para dar asilo ao bandidão em época de campanha. Após a definição do vencedor da eleição ele vai dar o asilo e ponto final. Uma vez que o julgamento é feito por ideologia e não por justiça.

QUEM VIVER VERÁ.


Share/Bookmark

Nenhum comentário: