* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quinta-feira, dezembro 03, 2009

O PARAISO DOS CANALHAS ESCLARECIDOS

Recebido por E-Mail.

BRASIL: UM PAÍS EMPORCALHADO

O PARAISO DOS CANALHAS ESCLARECIDOS

"Todo comunista, sem exceção, é cúmplice de genocídio, é um criminoso, um celerado, tanto mais desprovido de consciência moral quanto mais imbuído da ilusão satânica da sua própria santidade. Nenhum comunista merece consideração, nenhum comunista é pessoa decente, nenhum comunista é digno de crédito. São todos, junto com os nazistas e os terroristas islâmicos, a escória da espécie humana".

Assistimos, mais uma vez, as imagens da farta distribuição do dinheiro dos impostos que pagamos. São políticos, empresários e cúmplices que, impunemente, continuam fomentando, de forma incontrolável, o apodrecimento moral das relações públicas e privadas.

O presidente da República demonstrando total descaso com a indignação da maioria da sociedade declarou, sem pudor, que “as imagens não falam por si”. Depois, com um visível desconforto, admitiu, com uma evidente hipocrisia, que os fatos teriam sido deploráveis. Alguém deve ter buzinado no seu ouvido: - presidente, o “senhor” não pode passar para a sociedade a imagem de que na sua avaliação pessoal as imagens de tanta canalhice explícita não falam por si só.

A sociedade presencia covardemente apática a tragédia moral do mensalão do PT – continuam IMPUNES todos os 40 amigos especiais do presidente. Essa situação não deve ser repetida, pois o partido envolvido não é o PT e sim o DEM. Vamos ver até que ponto os telhados de cristal desse covil de bandidos chamado de parlamento conseguirá evitar uma punição exemplar para esses canalhas que praticam o ilícito como principio de vida.

O que dirão os canalhas que ficam na Internet divulgando que “ladrão que rouba ladrão” tem cem anos de perdão? Essa “virtude” petista se repetirá para os envolvidos no mensalão do DEM?

O submundo dos trâmites policiais e legais do poder público mais imoral de nossa história deverá cumprir seu papel corporativista sórdido fazendo com os envolvidos no mensalão do DEM o que não fez na tragédia moral do mensalão do PT. O valor político desse escândalo não pode ser desperdiçado pelos que querem colocar a qualquer preço uma ex-terrorista na presidência.

A vitória do PT na luta pela presidência teve como principal mote de campanha a moralização das relações públicas e privadas, mas, simplesmente, no dia seguinte da posse do presidente petista, presenciamos a queda da carapuça do inimigo dos picaretas, que se tornou o maior aliado dos bandidos que tomaram conta do poder público e de seus cúmplices, à exceção daqueles que tentam comprometer seu projeto de poder perpétuo.

“O Brasil estaria melhor se houvessem homens de bem com a mesma ousadia dos canalhas.”

As cenas, que o presidente declara que as imagens das canalhices explícitas não falam por si só, são grotescas; as justificativas dos envolvidos nos fazem parecer perfeitos idiotas e palhaços do Circo do Retirante Pinóquio, tudo demonstrando absoluto descaso com o braço da lei pelo sentimento de impunidade e pelo relativismo dos que praticam o ilícito e que acabam sendo protegidos pelos pela justiça sórdido-relativista dos tribunais superiores, como última instância de defesa dos interesses maiores da canalha da política e de seus cúmplices. A mudança do tom do presidente deve estar agredindo profundamente seus sentimentos mais “puros”.

Ao mesmo tempo em que presenciamos o país afundar cada vez mais na degradação moral, novas veracidades do caráter do mais sórdido político do país são levadas ao público por um desertor do petismo e a UNE – grande beneficiária de favores do petismo – denunciada por crimes de desvios do dinheiro público nos mostrando as qualidades petistas das novas gerações que estão se formando; muitos desses já pertencem à nova safra de canalhas esclarecidos, os filhos dos ovos da serpente retirante que irão manter a degradação das relações públicas e privadas.

Assistimos também mais uma humilhação para as Forças Armadas que admitiram que uma civil e terrorista do tempo do regime militar, cúmplice de assassinatos de civis e militares, colocasse uma farda militar, e o filho do presidente e diversos amigos pegassem “carona” em um avião militar demonstrado mais uma vez o caráter espúrio do desgoverno petista.

A pergunta que fica no ar em relação ao novo mensalão, é a seguinte: por que a Polícia Federal não fez uma operação deste porte e com essa “inteligência” para trazer ao conhecimento público a gravidade dos crimes cometidos pela gang dos quarenta – mensalão do PT, – mesmo que essa quadrilha tenha sido denunciada pelo Procurador Geral que, infelizmente, não teve a coragem de denunciar o Presidente da República; a prova do conhecimento do presidente em relação ao que estava acontecendo aparece em um vídeo distribuído na Internet. Este vídeo mostra uma reunião comandada por um dos seus maiores aliados, em que ficou comprovado que o mesmo já sabia do mensalão petista, mesmo que tenha se retirado da cena assim que percebeu que estava sendo filmado. Essa imagem fala por si só.

Agora vamos para a hipocrisia e a leviandade que não respeitam mais fronteiras culturais ou educacionais.

Por que a OAB, a CNBB, e a UNE não se posicionam com a mesma veemência contra os 40 “mensaleiros” do PT que estão a um passo de todos ficarem impunes? Por que os “corajosos” advogados não pediram o impeachment do presidente entre outras providências para evitar que a impunidade da gang dos quarenta acabasse se confirmando? Por que nenhum dos envolvidos no mensalão do PT foi expulso do partido?

Por que todos os escândalos que envolvem o PT e o desgoverno petista viram história esquecida e, quando ainda fazem algum barulho, os Tribunais Superiores tratam de dar o abafa protetor para desqualificar as cada vez mais raras tentativas da sociedade de lutar contra essa canalha que tomou conta do poder público? E a tortura e o assassinato de Celso Daniel seguida da morte de quase todos envolvidos no episódio, já foram esquecidos por esses justiceiros de ocasião que agora querem punir exemplarmente o DEM?

Não podem existir mais dúvidas de que chegamos ao fundo do poço da impunidade e da imoralidade das relações públicas e privadas, com a classe política se chafurdando cada vez mais na lama da degradação moral liderada pelo petismo, e o poder público em todas as instâncias se transformando cada vez mais em um covil de bandidos ou em seus cúmplices.

Estamos sendo governados por gangs com poderes ditatoriais disfarçados e fundamentados na sua capacidade de subornar, perseguir ou coagir a todos que se coloquem no seu caminho.

Será que os Tribunais Superiores irão proteger os envolvidos no mensalão do DEM assim como continuam fazendo com os mensaleiros do PT?

Como o braço da justiça se mostra descaradamente protetor dos aliados do presidente e do seu projeto de poder perpétuo, poderemos ter “exemplos de punição exemplar” para alguns da turma do DEM que, seguindo o exemplo da turma do PT, fazem dos contribuintes brasileiros os maiores imbecis e otários do mundo.

Geraldo Almendra

3/dezembro/2009


Share/Bookmark

Nenhum comentário: