* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

domingo, outubro 04, 2009

Ainda sobre 2016

Recebido por E-Mail

Rio 2016

Por me manter tão alheio as festividades e comemorações, confesso que me senti um alienado diante de tanta euforia olímpica Rio 2016.
Enquanto milhares de cariocas passaram o dia na praia de Copacabana, milhões de paulistas, mineiros, paranaenses, goianos, gaúchos... ralavam no trabalho.
Mas o povo gosta mesmo de "circo", no nordeste é festa quase todo os meses do ano.
Pensando bem, Olimpíadas no Rio em 2016 tem "seus lados bons".
Podemos assistir no Rio de Janeiro a maior operação/aparato de segurança do país contra o bandidismo e tráfico de drogas. Tal como foi em 1992 quando o Collor trouxe para o Rio a ECO-92. O exercito esteve nas ruas e a polícia aumentou o cerco nas favelas cariocas para garantir a segurança. Bandidos ficaram acuados e traficantes se refugiam nas cidades vizinhas. Nos jogos do Pan houve um aparato de segurança semelhante do Rio-92
Depois desses eventos tudo voltou ao normal, ou seja, retornou o tremor dos AR-15 e os zumbidos das balas perdidas nos ouvidos dos cariocas.
Caberia a sociedade, com a ajuda de articulistas, cronistas e da imprensa em geral, cobrar das chamadas autoridades o mesmo tratamento, exigir segurança permanente (em todas as cidades brasileiras) e não só em eventos onde os olhos do mundo estão voltados.
É comum ouvirmos dos governos que não há recursos para a saúde, estão até querendo ressuscitar a CPMF. Dizem que também não há recurso para aumento dos benefícios dos aposentados do INSS, até lemos em artigos de renomados jornalistas, que um aumento real aos aposentados quebraria ainda mais a já quebrada previdência.
Mas, volumosa montanha de dinheiro para copa mundial de futebol e para jogos olímpicos tem. E aí me vem a percepção que, Sim... Nós podemos
Diante de tanto dinheiro para copa do mundo e olimpíadas, sim, nós podemos. Podemos ter Segurança, saúde e brasileiros vivendo dignamente com suas aposentadorias.
Até 2016 teremos três eleições. Espero que nos debates e entrevistas seja colocada tais questões aos candidatos.
Onde a sociedade não se impõe de forma organizada, não são gerados controles efetivos de qualquer arrecadação. Assim, os eleitos a cargos públicos, através do voto, acham que tem a liberdade de fazer o que bem se entende com os bens e recursos públicos. Não se sentem obrigados a prestar contas e a corrupção corre solta.

Mas na realidade mesmo, alguns direitos fundamentais da cidadania ainda são peças de ficção. Participação da sociedade na formulação de políticas públicas são bandeiras que os profissionais dos meios de comunicação precisam levantar.
Já vimos ou lemos nesses meios de comunicação as devidas e necessárias cobranças? Como: cobranças que haja punições e de exigibilidades quanto aos desvios de recursos públicos volte aos cofres da nação?



Por Plínio Sgarbi.


Um texto perfeito e este blogueiro não tem nada a acrescentar.




Share/Bookmark

Um comentário:

Cachorro Louco disse...

Mascate : O blogueiro nada tema acrescentar,mas este cachorro sem vacina tem .O PAN custou aos cofres públicos aroximadamentre r$240.000.000,00 em pedágio para os traficantes .Ou seja ,pela modesta quantia acima citada os traficantes ,que são os donos da cidade e de seu povo,não permitiram que fossem cometidos crimes no período dos jogos .Não foi a polícia que trabalhou direito ,mas os bandidos que saíram em "férias remuneradas .
Para uma Olimpíada acredito que este pedágio deve ultrapassar um bilhão de reais .Isto em termos empresariais chama-se de seguro por lucros cessantes .Afinal ,o tráfico é apenas um negócio e tem de ser tratado como tal.
Abraços pesarosos