* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

sexta-feira, maio 29, 2009

...E o PAC....emPACou....

Fonte: Redação Terra
ONG: em 2 anos, PAC tem 3% das obras concluídas

Um levantamento realizado pela organização não-governamental (ONG) Contas Abertas, com base em relatórios estaduais divulgados pelo comitê gestor do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), aponta que, de um total de 10.914 empreendimentos, 3% foram concluídos e 74% não saíram do papel nos dois primeiros anos. As informações englobam investimentos previstos pela União, empresas estatais e iniciativa privada no período entre 2007 e 2010 e após 2010, atualizados até dezembro de 2008.

Em relação à quantidade de empreendimentos, o Estado de São Paulo é o mais bem contemplado pelo PAC, com 1.051 projetos exclusivos do programa. Também é o Estado com o maior número de obras em andamento (287) e com a maior porção de projetos concluídos em relação às demais unidades federativas (39).

Apesar disso, outros 725 empreendimentos no Estado estão no papel, em fase de contratação ou contratado, licitação ou apenas no estágio de ação preparatória. O trem de alta velocidade que ligará as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, por exemplo, está listado como ação preparatória, tal como outros quatro projetos para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, e dois para o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Já em Minas Gerais, são 1.005 projetos, dos quais 776 ainda estão no papel, o equivalente a 77% do total de obras no Estado, como a construção da pista dupla do contorno de Belo Horizonte, BR-381, que está em fase de ação preparatória. Outros 204 projetos estão em andamento. De acordo com o relatório estadual, 25 obras exclusivas para Minas Gerais foram finalizadas.

A Bahia ocupa o terceiro lugar na lista de Estados mais favorecidos pelo programa em relação à quantidade de obras. São 917 empreendimentos previstos para a unidade federativa, das quais 80% não passaram das fases licitatória, de contratação, em contratação ou de ação preparatória.

O Mato Grosso do Sul, por sua vez, é o terceiro Estado com o maior número de obras concluídas (26), atrás de São Paulo e Minas Gerais. Com 300 empreendimentos previstos, o Estado tem 104 obras em andamento e 170 ainda em fases precedentes.

Somados, os projetos concluídos nestes três Estados (MS, SP e MG) - 90 no total - equivalem ao mesmo número de obras concluídas em toda a região Nordeste mais as cinco menores unidades federativas do Norte (Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Tocantins).

No Nordeste, todos os Estados apresentam percentual de obras concluídas inferior a 2% em relação ao total de empreendimentos em cada unidade federativa. O Maranhão, por exemplo, tem o pior desempenho, com três obras finalizadas, de um total de 385 empreendimentos previstos para o Estado. Mais de 320 deles ainda estão em fase inicial no Estado, como a linha de transmissão Açailândia-Presidente Dutra e a construção do berço 108 no porto de Itaqui.

No Piauí, dos 418 projetos previstos, mais de 87% das obras também continuam no papel. Também no Nordeste, Pernambuco é o segundo com o maior índice de projetos que ainda não estão em fase de execução física. Cerca de 86% dos 679 empreendimentos distribuídos pelo Estado se encontram nessa situação.
.
.
E a Dilmá, mãe do PAC, deve ter feito aborto desse filho bastardo.
Quem sabe em 2010 ano de eleições, algumas obras finalmente comecem a andar...
.
.

Como dizia meu velho pai...

"Chiachera, tabaccheria di legna
, o banco di Napoli no empenha"


Share/Bookmark

2 comentários:

Tere disse...

Paulo Salazar mostra a verdade sobre o caixa dois do PT no Estado do Rio grande do Sul.

http://www.youtube.com/watch?v=4ll8u-pQr_A

http://www.youtube.com/watch?v=epNGKqWwR28

TRIBUNA-BRASIL.COM disse...

Mascate, quem acredita nas obras,é trouxa ao quadrado. PAC (Primeiro de Abril, Companheiro). Ví em um site que não lembro, mas é a verdade.(O INDIGNADO).