* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

"Democraticamente" o Bufão foi fazendo referendos até a vitória

Pobre Venezuela.
O bufão mór da Amérdica Latrina venceu..
Mas como venceu?
Ele não havia perdido o referendo que foi feito no ano passado?
Sim ele perdeu o referendo, mas como ele é um democrático é certo que continuaria referendando sua re re re re eleição até vencer. É assim que funciona a democracia bolivariana a vontade do povo só é respeitada quando é a favor das vontades e dos projetos do ditador.
Esse referendo não passou da maior palhaçada já promovida por um caudilhota esquerdopático da Amérdica Latrina. Esse cretino transformou a Venezuela num imenso circo e fez o povo de palhaço.
O que mais incomoda é ver que ele recebe apoio do Batráquio e dos outros ditadoretes sul amerdicanos. Agora temos que esperar para ver o que a PTralhada vai fazer, a "DILMA DUCHEFF" é o boi de piranha do Batráquio, com a "vitória" do Loco Chaves na Venezuela é certo que em breve teremos um referendo para mais um mandato do PTralha.
Lá como cá a constituição não é respeitada, se ganha tudo no grito e o povo mais ignorante e carente é tratado com paternalismo e assistencialismo. Estão transformando a Amérdica Latrina num grande lodaçal onde a vontade de ditadores é confundida com vontade popular em eleições e referendos manipulados, calando a imprensa de oposição e comprando a indolência e inércia do cidadão e fazendo de conta que estão democraticamente respeitando a vontade do povo.
Na Venezuela esse referendo foi claramente manipulado, mas os Democratas do socialismo Sul Amerdicano estão comemorando, e os venezuelanos mais uma vez perderam o bonde da história, pois trocaram um prato de comida pela própria liberdade, viraram reféns da fome.

Mas nem tudo está perdido ainda, ele ganhou o direito de disputar reeleições sem fim, mas se o povo não for pressionado, se a oposição não for calada, e o preço do petróleo continuar em baixa, nas próximas eleições os venezuelanos esfaimados e ignorantes poderão tirar o Loco Chaves do poder...isto é....se ele democraticamente deixar.

Share/Bookmark

19 comentários:

Matheus JR. disse...

É impressionante como o povo da América o Sul adora um ditador, parece que não aprenderam nada com tantas décadas de atraso e miséria.
Cheguei a conclusão de que no sul maravilha o povo gosta é de sofrer.

Mariângela disse...

Sou contra se perpetuar no cargo. Cuba é o exemplo claro desse sistema 'DITADURA'. Governar a miséria dos outros é fácil ,difícil é prosperar os que vivem na fronteira da miséria. Todo sistema mão de ferro bate nos fracos. Governar é ouvir o grito dos fracos.

Ricardo Moraes disse...

Pois, num continente onde a ignorância popular em termos políticos pode ser uma constante,os ditos líderes democratas tendem a se perpetuar no poder. Será que isso faz parte da democracia? Será que isso pode ser chamado de governo do povo e para o povo? Quando um referendo é aceito por quase e somente a metade dos eleitores será que tem validade? Que a história ratifique essa situação. Será que uma linha de governo pode se manter de forma irreprimível por mais que 5 ou 6 anos? Senhor Chaves, ponha sua mão na consciência e pense bem. Na minha modesta opinião nenhum governo pode se perpetuar no poder sob pena de ser julgado e eventualmente banido dessa posição mais cedo ou mais tarde pelo mesmo povo que o elegeu.

Chico Átila disse...

PERGUNTA AOS PETISTAS DE PLANTÃO( aliás depois do mensalão mostrar que PT é igual a todos ,eles se chamam LULISTAS) :
LULA FICA CALADO SOBRE ESSA IDÉIA DO CARA SE REELEGER INFINITAMENTE PORQUE TEM MEDO DO CHAVEZ OU PORQUE TAMBÉM ACHA ISSO DEMOCRÁTICO ???

JC Ribeiro disse...

A Venezuela é um país muito mal administrado, bem pior do que o Brasil, que já não é grande coisa. Nos últimos anos Chaves conseguiu se manter por conta do preço estratosférico do petróleo. Agora com o preço do barril a um patamar mais realista vai ficar dificil. Lá para 2011 ele vai estar numa situação política complicada, pois não tem mais excesso de divisas para maquear sua incompetência.

Anônimo disse...

HUGO,LULA,MORALES OS MELHORES DA AMÉRICA LATINA MENOS P/ A BURGUESIA É CLARO.

Jirge Henrique - SP disse...

O continuísmo nunca beneficiou país algum. Os maiores exemplos da democracia, como Inglaterra, França, Estados Unidos, Suíça, Suécia, Canadá, Finlândia, Noruega jamais tiveram em sua vida política um elemento como esse Chavez, que é um ditador semelhante a Stroesner, Franco e aos nossos generais do passado recente. A política deve renovar, inclusive no legislativo. O próprio Brasil, na mão desses parlamentares profissionais e desgastados, não tem muitas perspectivas se não começar a questionar esses elementos que sempre desejam permanecer ancorados no poder. Aqui também, chega de Lula e de PT. Vamos renovar. Não ao continuísmo.

É LULA EM 2010!! disse...

Parabéns ao povo venezuelano pela lucidez. Uma coisa é certa: como acusar Chávez de não consultar o povo? O referendo foi validado por observadores internacionais, o que lhe confere maios legitimidade perante o resto do mundo. É claro que a elite econômica e jornalística, bons seguidores de Wall Stret vâo se esmerar para desqualificar o Chávez.
Enquanto isso no Brasil. as pessoas vão repetindo as lições aprendidas em revistas de grande circulação, ou redes de tv nacionais, admirando coronéis, terceiras gerações, comendo caviar, meninos e meninas até que passe a sombra do Governo Lula, que de vez em quando, mas muito raramente, encobre o sol da impunidade que brilha em terras brasilis.
Tenho insistido em mirar-me em exemplos como os da Venezuela, Bolívia e Equador. Então me sinto um pouco mais brasileiro.

Beto Siqueira disse...

O pessoal da esquerda não consegue falar das vantagens de sua falida ideologia.Há décadas conseguem capturar cabecinhas ingenuas e desinformadas,só falando dos defeitos do vitorioso capitalismo.Por favor defendam sua ideologia falando dos benefícios que trouxeram para humanidade (burocratas ricos e povo pobre ?)e não dos defeitos dos outros.

Renato Rocha disse...

Este espaço é mesmo um antro de reacionários, onde os babacas descarregam os seus recalques contra o povo brasileiro. Não se dão conta de que são 'minoria' neste país. Outrossim, antes de falarem em 'golpe', é bom relembrar o golpe que a turma do FHC deu para se reeleger. Outro detalhe para os babacas - o capitalismo está socializando os prejuízos nos EUA e na Europa.

paschoal disse...

Fernando amigo, o povo da venezuela vai sentir na pele o corte do chicote comunista.
O bufão vai, a partir de hoje, num primeiro momento bem discretamente, a emparedar os traidores. Com emparedar quero dizer fuzilamento sumário!
Quem viver verá. Palavras da perdição, hehehe!
Tadinho dos venezuelanos, como diria o presiMente pelego "deça veis u povu de lá sifú"

Julio Cesar Chaves disse...

É fácil culpar algo ou alguém por resultados negativos à nossa vontade. Insinuar que as urnas foram violadas para se conseguir o resultado que foi feito na Venezuela, que é o mesmo sistema utilizado no Brasil, é dizer também que nós, 'povo brasileiro', somos incapazes praticar a democracia. Aqui no Brasil existe sim a grande democracia, mas infelizmente, a grande maioria, é dependente de opiniões externas para poder escolher seus futuros representantes. Ou se vendem por muito pouco. O que aconteceu na Venezuela, não é um fato de insistência, mas sim de falta de conciência e conhecimento dos fatos políticos

Estou de olho disse...

voces viram a foto da urna aonde o Chavez votou? uma caixa de papelao!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! seguranca total!!!!!!!

Pedro Cunha disse...

FERNANDO
O QUE ELES QUEREM MESMO É O PODER ABSOLUTO E ETERNO .O ESTADO A SERVIÇO DELES E OPOVO /?O POVO PRA ELES NÃO CONTA É SO MASSA DE MANOBRA . O QUE CONTA PRA ELES É OPROJETO DE PODER PESSOAL DE CADA UM DELES E NA AMERICA LATINA ULTIMAMENTE TEM TIDO MUITO EXITO.
Abçs

Daniel Barros disse...

Como já foi dito, é fácil ganhar eleições desse jeito. Fazem um referendo e perdem, aí depois de um tempo fazem outro até o sim ganhar. Lembrando que essas urnas são facilmente violáveis. Engraçado que muita gente fica enaltecendo as urnas brasileiras, e até zombam dos EUA e Europa que ainda usam o bom e velho papel. Interessante, será que eles usam papel porque não tem tecnologia pra fabricarem urnas eletrônicas) Lógico que não, tem um motivo, e o motivo é que as urnas eletrônicas são muito mais fáceis de serem violadas. Pena que poucos saibam e acreditem nessa verdade.

Anônimo disse...

'Chaves é um ditador que GANHA ELEIÇÕES' - claro, todas as eleições que ele perde ele anula e manda votar de novo - assim é fácil ganhar eleições.
A verdade é que o povo não tem voz na venezuela. Se o DITADOR chaves tivesse perdido esse referendo, mês que vem teria um novo.

Gilberto Ruas disse...

Parabéns ao Comandante Chavez e ao povo venezuelano que têm a coragem e o discernimento político de enfrentar o grande capital. A Venezuela se transforma assim numa sociedade de grande valor para toda a humanidade. A revolução Bolivariana cobra uma dívida social dos últimos 5 séculos com o genocídio de milhôes de Incas e a exploração dos trabalhadores com o imperialismo das grandes potências.

Santa disse...

Quero, especialmente, agradecer a solidariedade e a força dada ao Blog da Santa, o que me ajudou a continuar… Agora, em novo endereço… Bjs

http://blogdasanta.blogs.sapo.pt/

Tibiriçá Ramaglio disse...

Vamos barrar a entrada da Venezuela no Mercosul

Diz um grande pensador inglês, Edmund Burke, que "o mal triunfa, quando os homens de bem nada fazem". Pois bem, façamos algo para evitar o triunfo do mal, até porque o custo disso será o simples envio de um email.

Nas próximas semanas, o Senado Federal deverá decidir sobre a entrada ou não da Venezuela no Mercosul. Como ficou comprovado com o pleito de domingo, a Venezuela é uma falsa democracia que caminha rapidamente para se transformar numa ditadura escancarada. Logo, ela não deve entrar para o Mercosul, cujo estatuto contempla uma cláusula democrática, isto é, só democracias podem fazer parte do Mercosul.

O governo Lula tem se empenhado para burlar a cláusula democrática e facultar o ingresso da Venezuela de Chavez para a entidade. O Senado federal tem poder para impedir que isso ocorra e Sarney, o presidente do Senado, prometeu se empenhar para barrar as pretensões venezuelanas. Vamos pressionar Sarney e mostrar que somos democratas?

Envie para ele (sarney@senado.gov.br) o seguinte email, assine e aponha seu RG:

Exmo. Senador José Sarney,
Presidente do Senado Federal

Nas próximas semanas, nosso Senado deverá tomar uma decisão da maior relevância: a entrada ou não da Venezuela no Mercosul.

Como bem sabe V. Excia., o Tratado do Mercosul contempla uma cláusula democrática, que impede a entrada de países que não respeitem a democracia -- o que é evidentemente do caso da Venezuela sob Chavez.

Sob seu comando, o Senado não deve fugir à responsabilidade de evitar que a cláusula democrática seja burlada. Deve dizer NÃO a Chavez, o que significa dizer sim ao povo venezuelano, aos povos latino-americanos e, principalmente, à democracia.

Como cidadão brasileiro, conto com o empenho de V. Excia. nesse sentido.

Saudações democráticas.

Se possível, repassem o email a outros conhecidos, pedindo-lhes que enviem sua mensagem ao Senado. A democracia representativa funciona e é o melhor regime de governo que a humanidade já inventou. Mas para ela funcionar mesmo nós, os representados, precisamos cutucar os nossos representantes.