* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

terça-feira, janeiro 20, 2009

O Suplicy? Ninguém merece!!!

RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) enviou carta ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, colocando-se à disposição para prestar esclarecimentos sobre a decisão do governo brasileiro em conceder refúgio político a Cesare Battisti, ex-militante da organização PAC (Proletários Armados pelo Comunismo). O petista apoia a decisão tomada pelo governo brasileiro.

"Se for desejo do embaixador e do governo italiano, eu me disponho a ir até lá [Itália] para explicar as razões que levaram Battisti a obter o refúgio político por parte do Brasil. Vou falar na condição de senador da República, bisneto de Francisco Matarazzo e neto de Andrea Matarazzo", disse Suplicy à Folha Online.

Em viagem a Cuba, Suplicy retorna ao Brasil no dia 25 e disse ter informado à Embaixada da Itália que estará disponível para conversar sobre o caso Battisti a partir desta data.

"Sou favorável à decisão do ministro Tarso Genro [Justiça], que foi bem fundamentada e equilibrada. Ele [Tarso] analisou todos os aspectos jurídicos e históricos", afirmou o senador. "[A decisão] não representa qualquer hostilidade à Itália."

Porém, integrantes do governo italiano, do Judiciário e do Parlamento da Itália não têm essa compreensão sobre a decisão do governo brasileiro. Houve várias manifestações contrárias à iniciativa brasileira e o presidente italiano, Giorgio Napolitano, enviou carta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva apelando para que ele reveja a concessão de refúgio político a Battisti.

Nesta terça-feira, o embaixador da Itália no Brasil, Michele Valensise, tem reunião marcada com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, para conversar sobre o assunto.

Battisti está preso em Brasília desde 2007 e aguarda decisão do STF sobre o pedido de liberdade para deixar a penitenciária da Papuda. O procurador-geral da República, Antônio Fernando Souza, deve concluir parecer sobre o assunto nos próximos dias.


Comento:

Imaginem só a cena constrangedora do Suplicy tentando ler uma carta "escrita" pelo Batráquio Boquirroto ao presidente da Itália.

Diante de tamanha "ameaça" acredito que para o bem da sanidade mental do Presidente Napolitano, o governo Italiano deveria abrir mão desse assunto, é melhor esquecer, deixar para lá.

O Brasil não precisa se expor a mais esse ridículo internacional, já basta a viagem do Celso Amorim ao Oriente Médio onde ele chegou com ares de "grande pacificador" e saiu com o rabo entre as pernas após uma sonora enrabada da ministra da defesa de Israel. Ou alguém depois dessa viagem do ministro ouviu mais algum notícia sobre o que o Brasil acha ou deixa de achar da invasão Israelense em Gaza?

O Brasil ainda tem muito para aprender, principalmente em se tratando de diplomacia e profissionalismo.

Esse é o preço que se paga por eleger gente despreparada para cargos de relevada importância, todos eles acreditam que no mundo só tem otário, assim, como no Brasil.


Continuo acreditando que o Governo Italiano deveria revogar a condição de cidadãos Italianos que foi concedida à "famiglia" do ilustre Batráquio.




Share/Bookmark

Um comentário:

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e achei um barato e gostaria de convidar para acessar o meu também, conferir a postagem desta semana: Era – Obama / Retro – Bush.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.