* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

terça-feira, janeiro 27, 2009

Forum social mundial.......


João Pedro Stedile "Líder do MST"

Usando carro do governo federal no Pará.

O aviso na porta deixa claro o uso exclusivo em serviço.

Qual o tipo de serviço que esse bandido travestido em líder de "movimentos populares" poderia estar prestando para o governo federal que justificaria com seriedade o uso do veículo oficial?
.
.
Com a palavra a PF, o Min. Público ou mesmo alguma autoridade que seja minimamente séria neste país.
Estão afrontando o povo brasileiro a desfaçatez é tamanha que não se preocupam em esconder mais nada, elles acreditam, ou melhor, tem a mais absoluta certeza de que este é um país povoado por um bando de COVARDES BUNDA MOLE.





Share/Bookmark

6 comentários:

Indignatus disse...

Fernando
Se esse vagabundo gosta de andar de carro oficial, pq o governo não o faz andar algemado em um camburão da PF que é o que esse bandido merece?

Eita país de merda!!!!!

Marquer disse...

Povinho tolo, imprensa incompetente... as coisas hoje estão as claras!! Protegem criminosos comuns lhes dando o falso argumento de serem refugiados politicos, apenas porque ele fez o que os própiros marginais do poder faziam no passado.

Protegem este marginal stedile, apenas porque o mesmo faz o que eles faziam no passado.

É so "cumpanhêro" ajudando a "cumpanhêro"!

A marginalia no poder, até que demorou para mostrarem a cara.

Alias, depois de zé dirceu, vem mais uma terrorista com plastica para enganar o povinho que tratam como rebanho.

Ja pensaram, sermos governados por uma terrorista????

O Brasil ta mostrando a cara...governo de marginais, governando um povo tolo e futil.

paschoal disse...

Fernando penso ter sido erro de digitação no parágrafo em que voce menciona "autoridade minimamente séria neste pais", considerando que tal entidade não existe.
Por outro lado, o pol-pot brasileiro é funcionario público? Então por quê está usando carro oficial de órgão federal?
Não seria o caso de qualquer membro do ministério público mover ukma ação popular contra o desinfeliz?, em que pese que a maioria dos "adevogados" agora são todos petralhas!?
Com a palavra o ministério público!

Matando a cobra e mostrando o pau disse...

No Fórum Social de Carajás, realizado no município de Parauapebas (PA) e promovido pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e pela Via Campesina, o chefe do escritório do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Frederico Drummond, subiu ao palanque, integrou a mesa do evento e fez um discurso em tom radical.

Ele disse que a privatização da mineradora Vale foi uma 'derrota para quem acredita na soberania nacional' e que os movimentos sociais devem usar a Floresta Nacional (Flona) de Carajás, área de preservação que ele dirige e na qual se encontra a mina da Vale, como base para 'mecanismos de controle do processo de mineração'. A empresa utiliza apenas 3% de uma área de preservação de 1,2 milhão de hectares.

Drummond surpreendeu os jornalistas que visitaram a mina da Vale na tarde de ontem ao aparecer com o dirigente nacional do MST, João Pedro Stédile, que não esteve presente na abertura do Fórum Social de Carajás, em Parauapebas, nem tampouco na coletiva de imprensa. Stédile foi levado no carro oficial do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão vinculado ao Ibama, uma caminhonete Toyota branca de placas JVI-8046.

JC Ribeiro disse...

Fernando
Essa saiu na coluna do Chico Bruno http://www.chicobruno.com.br/(27/01/2009 11:35).
E veja o que ele escreve no final.
Assim vai ser impossível colocar este país em ordem, o Zé Mané do jornalista acha normal pegar carona em carro oficial para "economizar dinheiro do taxi" hábito que ele mesmo confessa na coluna.
Esse é o Brasil que vivemos, todo mundo é esperto e ninguém tem vergonha na cara.
Leiam a reportagem abaixo.

Setores da imprensa estão fazendo o maior auê por que o dirigente nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, João Pedro Stédile, pegou uma carona em uma viatura do Instituto Chico Mendes, em Carajás, no Pará. A foto da carona é do Diário do Pará.

Será que nenhum dos críticos da carona do Stédile nunca pegou uma em carro oficial.

Eu sempre economizo o dinheiro do táxi entre o Aeroporto JK e o hotel quando chego ao DF, aceitando convites de caronas em carros oficiais.

Anônimo disse...

A orgia com o dinheiro público tem sido desenvolvida, e aprimorada, durante os seis anos deste desgoverno. Basta verificar o aparelhamento do Estado pelos cumpanheros, algo que vai dar muito trabalho ao Presidente José Serra para desmantelar. Entretanto, é possível e, será realizado.