* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
QUANDO A POLITICA INTERFERE NA JUSTIÇA NADA MAIS FAZ SENTIDO

sábado, dezembro 18, 2021

Então é Natal....

 Bom dia meus 5 Litores.

Então é Natal, a data mais importante do calendário cristão e para o comércio em geral. Na verdade, a simbologia do Natal perdeu muito a fé cristã e acabou se tornando uma festa hipocrito-capitalista. Ainda mais na igreja católica infestada de comunas...

Capitalista nem preciso dedilhar as teclas do PC para deixar minha opinião, uma vez que todos já conhecem a força do Papai Noel no consumo de quinquilharias e bugigangas. 

Agora a hipocrisia ou oportunismo natalinos estão em alta já há algumas décadas. Não pensem que sou contra os festejos natalinos, não é a festa mais desejada no meu calendário social, vou quando sou convidado. Mas é um porre!!

O que pega de verdade é que os festejos de Natal se tornaram uma obrigação de encher o bucho de comidas que suas sobras virarão durante a semana entre 25 e 31 de Dezembro os mais variados "sobrôdonte", é pernil acebolado no sanduba, é perú desfiado no molho de cebola, cuscuz requentado a enésima potência, pavê, pavê e pavê de sobremesa da semana. E entramos em janeiro na mesma batida. Sem contar aquela tia que trabalha feito uma escrava para dar o melhor que pode para os convidados e ainda tem alguns que saem empanturrados levando um "farnel" e falando mal da recepção.

Em algumas casas as inúmeras brigas pré natalinas onde os parente tudo sai quase na porrada, quando não saem mesmo, por conta daquela divisão de herança que deu merda ou aquela namorada ou namorado de alguém que não preenche os requisitos conceituais de alguns membros da família. Quem nunca né?

Conheço famílias que levam a tradição ao pé da letra, missa do galo, oração em intenção ao aniversariante e depois a ceia e troca de presentes. Mas, são bem poucas...

A ceia, dependendo da quantidade de velhos que a família possui começa o era-era, aquele avô ou tio que tem que comer por estar na hora e não por estar com fome e fica atazanando todo mundo para jantar as 7:30 da noite. Cria uma puta confusão enche o saco geral, come antes que todo mundo e vai embora por ser hora de dormir. Pra mim esse tipo de gente só vai mesmo é para comer, os parentes e a festa que se phodam! E com isso, a troca de presentes se torna uma obrigação, não existe mais a emoção e a brincadeira, perdeu-se o espírito do Natal. Tudo vira um imenso faz de conta.  E nem vou comentar daquele parente que enche o fucinho de cachaça e sai fazendo ou falando merdas pra todo lado...

Amigo secreto, uma forma de fazer a pessoa economizar nos presentes, define-se um valor para não pesar no bolso dos participantes, sorteia-se a vítima e pau no gato para sair em busca de alguma "lembrancinha" para o amigo. Vou contar, presente de amigo secreto é uma puta caixinha de surpresas.... As vezes vc pode ganhar um presente legal, mas na maioria é bosta.

Geralmente dou presentes de qualidade e sempre acima do determinado pelo grupo, mas recebo coisas que chegam a dar a impressão que a pessoa não gosta de mim...

E inimigo secreto então? Puta brincadeira sem noção, onde um "rouba" o presente do outro. A cara de bunda do feliz ganhador de um presente legal que é roubado pelo outro é surreal.  Uma bizarrice transformada em "brincadeira" que quase nunca dá certo, sempre alguém sai ressentido. E festa não é para causar constrangimentos ou ressentimentos, né?  Pois é...

Presente da molecada que aquele Papai Noel contratado vem trazer para continuar criando a ilusão da criança sobre o Natal; Já vi Papai Noel travado, mais bêbado que um gambá dar vexames históricos. Sem contar que o cidadão precisa estar em 3942 casas entre as 20:00 e 23:00, é o papai noel  SUS, faz a consulta em 2 minutos e desaparece! E o detalhe, ao menos aqui na terrinha o Natal é no verão, as vezes faz 40 graus de calor e o infeliz vestido com aquela roupa, botas e barba. Imaginem a situação do pobre quando chega na casa de número 15 das 3942 que precisa visitar...

Agora vem a parte do Natal que mais me incomoda, aquela das relações comerciais e sociais onde todo mundo vira um ser bacaninha e educado, desde os coletores de lixo da sua rua até o porteiro do seu prédio que raramente responde ao seu bom dia.

É um tal de caixinha de Natal que chega a ser doentio, eu queria saber quem foi o filho da puta que inventou essa merda de dar "gratificaçãos" para o pessoal que trabalha pela cidade ou mesmo pelo seu condomínio. Essa turma recebe salário, benefícios e décimo terceiro e ainda ficam esperando gorgetas? Esse povo agora deu para tocar a campainha das casas para COBRAR a "caixinha" é muito pra cabeça!! Perderam totalmente a noção das coisas.

Onde moro, a infame caixinha que fica no hall de entrada do prédio já foi furtada ou arrombada uns 5 anos seguidos, e o povo insiste em manter aquela merda. Se querem dar alguma gratificação para os funcionários determinem um valor para cada condômino, na condição de contribui quem quiser e no dia determinado faça o rateio entre os funcionários do prédio. Pois a tal caixinha envergonha mais do que ajuda. Tem filhodaputa que coloca R$ 5,00 e ainda acha que está fazendo muito.

E no comércio, aquela velha ideia de presentear seu cliente, hoje em dia cliente que paga na data já é um presente!

Sabe, na minha visão de mundo o vendedor ou fornecedor que distribui presente para seus clientes passa a impressão de estar tentando comprar a fidelidade do cliente. Não consigo me acostumar com essa prática, não aceito e também não dou presentes a clientes ou parceiros comerciais. Não sou ranzinza ou mão de vaca, mas se por acaso vc esquecer de um cliente e ele descobrir que vc não o presenteou vai dar merda. As pessoas não conseguem diferenciar as relações comerciais das pessoais,e aquele que vc esqueceu vai se tornar seu desafeto com certeza. Prefiro não presentear ninguém do que cometer algum deslize e ter que ficar me explicando. Simples assim.

Tenho clientes que colocam "caixinha" no balcão e eles não tem funcionários, a empresa é familiar, vai dividir a caixinha entre os "donos" do negócio. É muita filhadaputagem. 

Sabe, o conceito de espírito natalino é muito vago e acaba se tornando hipócrita,as pessoas precisam ser atenciosas, cordiais e "bacaninhas" o ano todo, na época do Natal essa mudança de comportamento passa a impressão de tentativa de redimir os pecados, e no dia 26 a merda volta do mesmo jeito. E tudo regado a muita sobra de comida e ressacas históricas que duram até o dia de reis... Alguns ressentimentos e pouca história para contar...

Afinal, segundo as religiões, o Cristo morreu para nos redimir, e eu aqui, vendo que a tal redenção não chega nunca e Cristo pelo visto se deu mal... Muito mal...



E no mais...


PHODA-SE!!!



Share/Bookmark

Nenhum comentário: