* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *

* Democracia neste país é relativa, mas corrupção é absoluta *
"PIMENTORIUM IN ANUS OUTREM REFRESCUS EST"

quarta-feira, agosto 14, 2019

Desmatamentos na Amazônia?

Bem meus caros, devo confessar que não sou novinho, beiro os 60tinha e desde que me entendo por gente ouço falarem sobre os desmatamentos na Amazônia.
Teorias da conspiração, estudos de faz de conta e verdades para lá de duvidosas sempre nortearam as discussões sobre a região.
Nestes últimos, vamos dizer, 40 anos, se o desmatamento seguisse a letra do que é publicado na imprensa mundial certamente teríamos um puta deserto no lugar da selva.
Esse MIMIMI internacional sobre a preservação da mata é muito mais balela interesseira do que espírito de proteção ambiental.
Vejam que madeireiros ilegais, cortam e vendem madeira para países que se "preocupam" com a selva, garimpos ilegais de todo tipo de minério, falam em 10 toneladas ano em ouro surrupiado do Brazileirrra bonzinha. 
Sem contar o contrabando de plantas medicinais e da fauna da região que são recorrentes há décadas. E a novidade é a pirataria de água. Navios estrangeiros saem da região com os porões cheios de água doce sem o menor pudor.
Não serei tolo em afirmar que o desmatamento não existe, sabemos que sim, mas esse assunto virou "commoditie" política, os ambientalistas de verdade somados aos eco chatos, os politicamente corretos modinha e o povo do ouvi dizer formaram uma massa amorfa e barulhenta que aderiram ao pensamento preservacionista sem ao menos entenderem os verdadeiros motivos que levam outras nações a investirem muita grana na tal preservação. Preservar é preciso, porém com consciência e 
sabemos que os governos, todos eles, desde os militares nunca se preocuparam demais com a situação da mata amazônica, sempre ficaram mais na retórica para agradar os ouvidos dos tarados ecológicos do que na efetividade em cuidar com responsabilidade do assunto.
A Amazônia é uma região maior que vários países dazoropa reunidos, tem riquezas inimagináveis e acima de tudo, é um ótimo escoadouro para os traficantes de drogas que coabitam nossa Amérdica do Sul. E o controle naquela região contra todo tipo de sacanagem fica humanamente impossível. O país não tem grana para investir em monitoramento sério e controle de entrada dos alienígenas que sob o manto preservacionista usam e abusam no entra e sai sem que ninguém faça qualquer movimento para fiscalizar.
Os governos do PT ajudaram a desmontar o pouco que sobrou de fiscalização na região, o intuito sempre foi obscuro, mas é só pensar um pouco para perceber que o interesse é agradar aos "cumpanhêros" produtores de coicaína e facilitar o tráfico. E com isso deixam o contrabando generalizado trabalhar em paz.
Os índios da região viraram os bois de piranha dessas ONGs ambientalistas que dizem se preocupar com o bem estar do povo da selva deixando-os viver na mais absoluta miséria. Índio não deveria ser mais silvícola tutelado ao estado com direito a voto, deveria virar cidadão e ter acesso aos bens e benefícios da sociedade moderna. Esse negócio de índio viver na idade da pedra é uma baita filhadaputice e só faz crescer os lucros de gente inescrupulosa que ganha, e muito, com a manutenção da ignorância dos povos indígenas.
Existem um sem número de ONGs atuando na Amazônia dizendo defenderem os índios. Se não me engano são 230.000 mil índios protegidos por no mínimo 60 ONGs que recebem por ano 800.000 milhões de reais para fazer de conta que cuidam dos nativos
Pequenas ONGs, grandes negócios...
O Nordeste onde as mazelas da população carente que morre à míngua na seca inacabável não recebe um culhonésimo das atenções das ONGs tão preocupadas com o serumano carente do Bananistão. E o resto do mundo cagando para o sofrido povo nordestino, simples assim.
A diferença é que na Amazônia existem riquezas e pouco ou quase nenhum controle de porra nenhuma. No nordeste o "pogreço" já chegou, meio mambembe, mas já é alguma coisa. Então não é interessante cuidar do povo pobre da Caatinga.
A Alemanha que destruiu toda, ou quase toda, mata nativa de seu país para poder explorar carvão que é a sua base energética somada a Noruega que ainda caça baleias explora petróleo no Ártico, sem contar que tem parte em uma mineradora do Pará que já andou fazendo merda ambiental naquele estado são os principais descabelados com a "devastação" da mata.  Um tipo de faça o que digo e não faça o que faço. Se acham os donos do pedaço.
Como disse o presidente, a amazônia pertence ao Brasil. 
Passou da hora de botar essa horda de filhosdaputa para correr daqui, nem que seja na base do tiro, pois a soberania Tupiniquim sempre vai só até a página dois, quando se trata de Amazônia todo mundo dá palpite e se acha dono da nossa selva.
Esse assunto veio com força total após a posse do governo Bolsonaro, até o dia 31/12 de 2018 Ninguém derrubava um pé de pau na Amazônia a floresta era uma virgem a espera da defloração... O desmatamento começou em 01/01 de 2019.
Passaremos outros tantos anos sem uma ação efetiva sobre a preservação e com muito jogo de interesse em nossas riquezas. 
Estamos sendo roubados há décadas e não podemos lançar mão das riquezas para melhorar a vida da população sob pena de sermos acusados de destruidores do meio ambiente. Muito comodo para as nações ditas desenvolvidas.
Enquanto isso o povo mané do Bananistão vai repetindo a cantilena preservacionista feito papagaio bêbado acreditando ser um ativista de porra nenhuma.  As outras nações que já phoderam com tudo em seus territórios agradecem.
Enfim...

 O LULLA CONTINUA PRESO, BABACA!!

E PHODA-SE !!!


.
Share/Bookmark

Um comentário:

Anônimo disse...

Alguém se lembra da febre dos "anos 90" dizendo que os Americanus estavam preparando para invadir a Amazônia dizendo que ela "pertence ao mundo" e não ao Brasil?
Estranho que agora é o mesmo papo, só que são os países socialistas que estão dizendo!
Como é que Lênin dizia? Acuse-os do que você faz...